Cuiabá, Sexta-feira 21/09/2018

Aparte - A | + A

12.01.2018 | 00h00

Realidades diferentes

Facebook Print google plus

Enquanto o governo do Estado trava uma luta diária para arrecadar o necessário para manter Mato Grosso funcionando, a Prefeitura de Cuiabá projeta um crescimento de, pelo menos, R$ 40 milhões na arrecadação ainda neste ano. Tudo graças à aprovação de um projeto de lei nacional que alterou o local de cobrança do ISS nas compras feitas com cartão de crédito. Agora, o imposto é retido pelo município de origem do comprador e não da operadora do cartão.

Sintonia

Pelo menos é o que dá a entender a enxurrada de lideranças desmentindo afirmações de outras lideranças do mesmo grupo. Pelo visto, os “cabeças” da articulação ainda não estão muito sintonizados sobre o que pode ou não ser divulgado acerca dos planos para as eleições deste ano. Será que eles sobrevivem a si próprios até outubro?

Sem crise

Enquanto milhares de brasileiros procuram emprego e o país enfrenta uma crise financeira que parece não ter fim, os vereadores, não apenas criaram o décimo-terceiro para si mesmos e se autoconcederam um reajuste anual de seus salários, aumentaram também o valor da verba indenizatória que recebem. A medida pode até ter autorização da Justiça, mas é correta?

Gato escaldado

Segundo Emanuel Pinheiro, o município até tem capacidade de endividamento para bancar algumas das obras dos 300 anos, mas essa será a última das últimas alternativas cogitadas pelo Palácio Alencastro. Quem viveu em tempos de Copa do Mundo sabe bem o risco que corre.

Hackeado

O deputado federal Valtenir Pereira (PSB) alega ter sido alvo de hackers. Segundo o parlamentar, um de seus números de celular foi invadido por criminosos que tentaram aplicar golpes. O pedido era para que as vítimas fizessem transferências de dinheiro para uma conta no Banco do Brasil. O socialista registrou boletim de ocorrência, segundo sua assessoria, e já recuperou o número do aparelho.

Jus à fama

O apagar das luzes na Câmara de Cuiabá, em 2017, fez justiça à fama de Casa dos Horrores. Se os parlamentares, de fato, fizeram alguma coisa ao longo do ano passado para apagar a imagem ruim que a população tem do Parlamento, como afirmou à reportagem de A Gazeta o presidente da Mesa Diretora, Justino Malheiros (PV), foi tudo jogado no ralo na última sessão do ano.

Visitas frequentes

Ainda assim, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), tem priorizado conseguir recursos federais para tirar do papel as dezenas de projetos relacionados aos 300 anos da Capital. A última “passadinha” do peemedebista por Brasília com esse objetivo foi no início da semana, dias antes de tirar um período de folga.

Racha

A eventual candidatura do ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes ao governo do Estado, ao que parece, pode rachar a base governista em muito mais do que dois pedaços. De um lado ficaram os que defendem a reeleição do governador Pedro Taques (PSDB), do outro, os pedaços do que deveria ser o bloco que apoia o projeto com Mauro Mendes.
 

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

O horário político no rádio e TV está sendo útil na sua escolha pelos candidatos?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 21/09/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22.350 -0.890

Algodão R$ 117.050 1.070

Boi a Vista R$ 124.250 0.200

Soja Disponível R$ 72.000 -1.370

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.