Cuiabá, Quarta-feira 17/10/2018

Artigos - A | + A

06.02.2018 | 00h00

Assuntos sérios no Carnaval

Facebook Print google plus

Estamos na semana do Carnaval, maior festa popular brasileira, marcada por muita folia, momentos de alegria e descontração. No entanto, é preciso estar atento a alguns temas sérios que também se tornam mais frequentes durante o "Reinado de Momo". Como trabalho infantil e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Dois assuntos da maior importância e que precisam ser combatidos a todo custo e o tempo todo, mas que nesta época a incidência deles tende a aumentar.

Há alguns anos, o Ministério do Turismo incentiva denúncias de casos de abusos de crianças e adolescentes através do Disque 100, tudo para reverter números absurdos.

A cada hora 228 crianças são exploradas sexualmente em países da América Latina e do Caribe. E, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o Brasil está vergonhosamente no topo dessa lista.

Apenas em 2016, o Disque Denúncia Nacional (Disque 100), recebeu 77.290 relatos de violação dos direitos das crianças e adolescentes. São 211 casos por dia. Em épocas de grandes eventos nacionais e durante o Carnaval, o número de casos em que crianças são abusadas sexualmente sobe ainda mais.

A maioria dos abusos só é conhecida e investigada se denunciados.

Os vídeos de campanhas anteriores continuam circulando nas redes sociais, chamando atenção para o assunto.

As denúncias de abuso ou exploração sexual de crianças e adolescentes podem ser feitas no conselho tutelar mais próximo ou através do Disque Denúncia Nacional (Disque 100), um serviço de utilidade pública, que recebe e encaminha denúncias de violências contra meninos e meninas.

Desde que o governo federal implantou o serviço, em 2003, os números de atendimentos e denúncias recebidas aumentam a cada ano. De acordo com a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, em 2003, o serviço recebeu 4.494 denúncias; em 2016, esse número chegou a 145.428, com uma média diária de 398 violações por dia.

Além de violência sexual, o Disque 100 recebe ainda denúncias de maus-tratos, negligência, pornografia, entre outros crimes. A maior parte das ocorrências recebidas pela central é contra meninas, 53%. Esse número sobe para 81% quando as denúncias são de violência sexual. Quase metade das vítimas tem entre 0 e 7 anos (43%) e são pretas ou pardas (58%).

A ligação é gratuita e o usuário não precisa se identificar. O Disque 100 funciona todos os dias, das 8h às 22h.

A outra campanha tem como objetivo combater o trabalho infantil e adolescente durante o carnaval e se concentra no Rio de Janeiro, o que não impede que cidadão de qualquer parte do país possa denunciar esse tipo de crime.

No Rio, fiscais da Superintendência do Ministério do Trabalho e Emprego no Rio de Janeiro vão fazer ações de fiscalização no Sambódromo, nas ruas e nos blocos. Como muitas crianças e adolescentes são filhos de ambulantes que aproveitam o movimento para incrementar a renda, a prefeitura vai disponibilizar espaços de convivência. Isto porque os pais não têm com quem deixar os filhos e acabam levando-os para a rua enquanto trabalham.

É claro que trabalho infantil e exploração sexual de crianças e adolescentes são crimes que precisam ser combatidos o ano todo e em todas as circunstâncias, mas durante o Carnaval as chances deles ocorreram são ainda maiores. E precisamos ajudar a combatê-los. Vamos ficar alertas.

Voltar Imprimir

Comentários

Enquete

Na França, quem assoviar para mulher na rua pode ser multado

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 17/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,70 -1,46%

Algodão R$ 119,75 0,53%

Boi a Vista R$ 135,80 2,88%

Soja Disponível R$ 70,50 -0,70%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.