Cuiabá, Terça-feira 23/10/2018

Artigos - A | + A

09.10.2018 | 12h56

Devo aceitar trabalho temporário ou por projeto?

Facebook Print google plus

Divulgação/Assessoria

Divulgação/Assessoria

Muitos profissionais tendem a se perguntar se vale a pena aceitar um trabalho temporário ou por projeto. Alguns ainda acreditam que isso pode prejudicar sua carreira ou mesmo tirá-lo de seu foco principal. Mas, isso não passa de um grande equívoco. Aceitar esse tipo de proposta pode ser muito promissor, desde que o profissional saiba aproveitar bem as oportunidades que surgirem.

 

Várias empresas abrem vagas temporárias para cobrir férias, licenças ou afastamentos de seus colaboradores. Ao encarar um desafio desses, o profissional ganha a oportunidade de aprender e demonstrar seu potencial. Com um bom desempenho, é grande a chance de surgir um convite para continuar na empresa.

 

O ganho com a ampliação da rede de contatos também é enorme. Ao circular em novos ambientes, o profissional aumenta sua visibilidade, podendo se tornar alvo de novas propostas temporárias ou mesmo efetivas. Se não for dentro da própria empresa, pode ser até mesmo em um cliente, parceiro ou fornecedor. Quando se está na ativa, marcando presença, a chance de ser visto e lembrado é muito maior.

 

Com a nova legislação trabalhista, outro formato de trabalho que vem ganhando destaque é o por projeto. Profissionais de vários segmentos estão sendo convidados a atuarem especificamente em uma demanda da empresa, por um curto período de tempo. Normalmente, é para atender a um trabalho pontual, que tem começo, meio e fim, dispensando a necessidade de a empresa manter um quadro fixo de colaboradores.

 

Muitas vezes, alguns profissionais que vivem a experiência do trabalho por projeto acabam se identificando com o formato e continuam em busca de novas oportunidades no mesmo perfil. Embora traga menos segurança financeira e estabilidade profissional, muitos apreciam atuar de uma ponta à outra em um trabalho específico. Assim, alguns acabam até se tornando consultores independentes, atuando exclusivamente em projetos.

 

Para encontrar esse tipo de oportunidade, em ambos os casos, é muito importante que o profissional ative sua rede de networking. Tanto para trabalho temporário quanto para projetos, também é possível encontrar vagas em vários canais de comunicação. Portanto, é preciso circular e fazer as pessoas saberem que tipo de oportunidade você está buscando. Uma longa jornada se faz com um passo de cada vez.

 

Fernanda Andrade é gerente de Hunting e Outplacement da NVH - Human Intelligence. 

Voltar Imprimir

Comentários

GD

GD

Enquete

O país vai voltar a se unir após as eleições?

Parcial

Edição digital

Terça-feira, 23/10/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 24,55 -0,81%

Algodão R$ 121,14 0,52%

Boi a Vista R$ 132,50 -0,38%

Soja Disponível R$ 71,50 -0,56%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.