Cuiabá, Quarta-feira 14/11/2018

Colunas e artigos - A | + A

26.01.2018 | 00h00

Sem gula

Facebook Print google plus

Mesmo sendo definida como um dos pecados capitais na religião católica, sem dizer que faz muito mal à saúde, a gula é uma prática tão comum e corriqueira que ganhou até um dia em sua "homenagem". Isso mesmo, nesta sexta-feira, 26 de janeiro, é comemorado o Dia da Gula. Na verdade a data não é lá comemorativa, nem tampouco deve servir de desculpa para sair por aí comendo tudo que encontrar pela frente, à revelia, como se o mundo fosse acabar.

Serve sim para chamar atenção para um problema que vem se tornando uma epidemia mundial, apesar da predominância da fome e da inanição ainda em muitos países subdesenvolvidos, especialmente no continente africano.

Mas esse é outro assunto, mesmo que igualmente importante, grave e preocupante.

Voltando à gula, vale ressaltar que ela está diretamente associada à obesidade e sobrepeso.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que globalmente existam pelo menos 41 milhões de crianças com idades entre 0 e 5 anos que são obesas ou estão com sobrepeso.

Pior, prevê que, se o cenário atual continuar, o número saltará para 70 milhões em 2025. Só no Brasil serão 11,3 milhões de indivíduos nessa faixa etária acima do peso.

E não se trata apenas de uma questão estética. O que está em jogo é a saúde dessa grande parcela da população e o impacto disso nos programas públicos e privados de saúde.

Ainda citando a OMS, a obesidade e o sobrepeso estão ligados a mais mortes mundialmente que a desnutrição e baixo peso, por mais paradoxal que possa parecer.

Crianças e adolescentes com sobrepeso têm maiores chances de se tornarem adultos obesos e carregarem ao longo da vida as doenças acarretadas por ele. Sim, porque obesidade é doença e deve ser tratada, ou melhor, evitada.

Quanto mais cedo a educação alimentar estiver presente no dia a dia da vida da criança, melhor para a saúde.

Hábitos alimentares saudáveis, que correspondem a uma maior valorização do consumo de frutas, verduras e legumes; consumo de porções menores, suficientes para a nutrição do organismo; horário e disciplina durante as refeições; só para citar alguns.

Dados mais recentes do Ministério da Saúde apontam que 20% da população brasileira sofre com a obesidade. Em Mato Grosso, o índice de obesidade é alto. Somos o segundo estado com maior número de obesos, ficando atrás apenas de Santa Catarina, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O mesmo Instituto aponta a existência em Cuiabá de mais da metade da população acima do peso.

Esta alta incidência de obesidade e sobrepeso em Mato Grosso, no Brasil e em grande parte dos países está diretamente associada aos hábitos alimentares cada vez mais deturpados e longe de nossas raízes culturais. A "americanização" do Brasil passa, certamente, pelos hábitos alimentares.

Consumo excessivo de alimentos gordurosos, de produtos muito processados e refinados, porções escandalosamente grandes, são alguns dos pontos em questão. Não se pode esquecer ainda que o momento da alimentação mudou completamente e hoje é compartilhado quase sempre com telas múltiplas - smarthphones, tablets, computadores, televisão e muito mais.

Comer hoje tem outras funções além de alimentar e nutrir. Passa pela compensação, pela diversão, pelo lazer, e está associado, sem dúvida, à ansiedade e outras neuras.

Mudamos completamente nossa cultura alimentar e o feijão com arroz já não nos basta.

Voltar Imprimir

Comentários

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

O que você pensa sobre a Black Friday?

Parcial

Edição digital

Quarta-feira, 14/11/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 19,60 0,51%

Algodão R$ 95,74 -0,06%

Boi a Vista R$ 135,73 -1,64%

Soja Disponível R$ 70,50 0,00%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.