Cuiabá, Sexta-feira 14/12/2018

Fogo Cruzado - A | + A

27.11.2018 | 17h52

Após Bolsonaro, senador Medeiros critica exame da Ordem e detona OAB - veja vídeo

Facebook Print google plus

Geraldo Magela/Agência Senado

Geraldo Magela/Agência Senado

Faltando pouco mais de 2 meses para terminar seu mandato herdado do hoje governador Pedro Taques (PSDB), o senador mato-grossense, José Medeiros (Podemos), decidiu criticar a obrigatoriedade do exame da Ordem para os formados em Direitos poderem exercer a profissão de advogado. Veja o vídeo no final do texto.

 

“Essa OAB é um conselho como qualquer outro, precisa começar a prestar contas. É o maior arremedo jurídico que eu já vi é a personalidade jurídica da OAB: ela não é pública e nem é privada”, disse Medeiros na tribuna durante sessão plenária do Senado nesta terça-feira (27).

 

E continuou criticando a OAB. “Porque no momento de ela ser fiscalizada como um conselho ela tem personalidade privada, não pode ser fiscalizada. No momento de ela pagar imposto então a personalidade é pública. Aí ela não paga imposto. É um bando de vestais que vivem com o dedo apontado pra cima de todo mundo e não querem prestar contas. Então nós precisamos, como Parlamento, fazer o Estatuto da Advocacia brasileira ficar sob a Constituição brasileira”, emendou.

 

O curioso é que Medeiros está no Senado desde janeiro de 2015 e nunca havia se manifestado ser contrário ao exame da Ordem. Agora, bastou o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), criticar o exame no último sábado (25), para Medeiros entrar na onda e fazer o mesmo.

Voltar Imprimir

Comentários

Geovane Silva - 28/11/2018

Mas, ele está certinho! Do mesmo jeito que os advogados queriam ter o direito de "escrever" sem ser jornalista; isso resultou inclusive no fim da exigência de curso superior para Jornalistas, por um tempo, os bacharéis em direito tem o direito (sendo redundante) de advogar. É uma covardia com as famílias brasileiras, que sacrificam-se para que seus filhos se formem, aí vem uma norma ridícula e ultrapassada e obriga esses estudantes a prestarem um exame que praticamente ninguém passa. Ora, eles estudaram, fizeram provas, tiraram as notas necessárias, colaram grau e não podem atuar. PALHAÇADA!!!! OBS: NÃO VOTEI E NEM APOIO ZÉ MEDEIROS.

Pensador - 28/11/2018

Estive, após a notícia, verificando o currículo do personagem. Conta que é Bacharel em Direito, e diz que sua profissão é professor. Ele não é Policial Rodoviário Federal? Se é professor não é advogado, então se extrai uma frustração com a Ordem, entendi!!!

CORRETISSIMO - 27/11/2018

Nao mentiu...

3 comentários

1 de 1

Chico Ferreira

Chico Ferreira

GD

GD

Enquete

Qual sua opinião sobre os ministros escolhidos por Jair Bolsonaro?

Parcial

Edição digital

Sexta-feira, 14/12/2018

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 23,45 -0,42%

Algodão R$ 117,65 -0,22%

Boi a Vista R$ 132,00 -1,31%

Soja Disponível R$ 64,90 -0,31%

Classi fácil
btn-loja-virtual

Mais lidas

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.