Publicidade

Cuiabá, Segunda-feira 24/06/2019

Fogo Cruzado - A | + A

12.11.2018 | 11h41

Nilson Leitão foi o candidato ao Senado que mais gastou e saiu derrotado

Facebook Print google plus

Chico Ferreira

Chico Ferreira

Dos 11 candidatos que disputaram o Senado por Mato Grosso no pleito deste ano, o tucano Nilson Leitão foi o que mais gastou e mesmo assim foi derrotado nas urnas. Conforme sua prestação de contas feita à Justiça Eleitoral, Leitão investiu R$ 2,9 milhões em sua campanha.

 

Apesar disso, as duas vagas que estavam em disputa serão ocupadas por Selma Arruda (PSL), a mais votada nara o cargo, e Jayme Campos (DEM).

 

A derrota do tucano coloca fim a uma trajetória de vitórias consecutivas nas urnas desde o ano 2000 quando foi eleito prefeito de Sinop e depois reeleito em 2004 para mais um mandato até dezembro de 2008.

 

Depois, em 2010 Leitão foi eleito deputado federal e reeleito para o mesmo cargo em 2014. Este ano tentou alçar voo maior ao buscar uma vaga no Senado, mas foi derrotado nas urnas.

Voltar Imprimir

Publicidade

Comentários

GD

GD

Enquete

O que você pensa sobre a recuperação dos canteiros por onde deveria passar o VLT?

Parcial

Edição digital

Segunda-feira, 24/06/2019

imagem
imagem
imagem
imagem
imagem
imagem

Publicidade

btn-4

Indicadores

Milho Disponível R$ 22,60 -0,66%

Algodão R$ 90,32 0,02%

Boi a Vista R$ 138,00 -0,72%

Soja Disponível R$ 68,50 -0,87%

Publicidade

Classi fácil
btn-loja-virtual

Publicidade

Mais lidas

Publicidade

O Grupo Gazeta reúne veículos de comunicação em Mato Grosso. Foi fundado em 1990 com o lançamento de A Gazeta, jornal de maior circulação e influência no Estado. Integram o Grupo as emissoras Gazeta FM, FM Alta Floresta, FM Barra do Garças, FM Poxoréu, Cultura FM, Vila Real FM, TV Vila Real, o Instituto de Pesquisa Gazeta Dados, Gráfica Millenium e o Portal Gazeta Digital.

Copyright© 2018 - Gazeta Digital - Todos os direitos reservados Logo Trinix Internet

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a devida citação da fonte.