Delação de donos da JBS é divulgada pelo STF e tem cerca de 2 mil páginas | Gazeta Digital

Sexta, 19 de maio de 2017, 13h48

Delação de donos da JBS é divulgada pelo STF e tem cerca de 2 mil páginas


Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) divulgou há pouco a íntegra da delação premiada dos empresários Joesley e Wesley Batista, donos do grupo JBS, controlador do frigorífico Friboi. A medida foi tomada após o ministro Edson Fachin homologar os depoimentos, firmados com a Procuradoria-Geral da República (PGR). São cerca de 2 mil páginas. As oitivas foram gravadas em vídeo.

Ontem (18), após retirar o sigilo dos depoimentos, o STF divulgou o áudio gravado pelo empresário Joesley Batista em uma reunião com o presidente Michel Temer. A prova faz parte da investigação que foi aberta contra o presidente na Suprema Corte. Também foram citados os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e Zezé Perrella (PMDB-MG), além da ex-presidenta Dilma Rousseff e o ex-ministro Guido Mantega.

O áudio tem cerca de 40 minutos. Na conversa, Temer e Batista falam sobre o cenário político, os avanços na economia e também citam a situação do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que foi preso na Operação Lava Jato, por volta dos 11 minutos.

Em pronunciamento na tarde de ontem, Temer afirmou que não irá renunciar ao cargo e exigiu uma investigação rápida na denúncia em que é citado, para que seja esclarecida. "Não renunciarei. Repito, não renunciarei", afirmou.

Em seguida, em nota divulgada à imprensa, o Palácio do Planalto informou que o presidente não acreditou na veracidade das declarações de Joesley referentes ao suborno de um juiz e um procurador.

“O presidente Michel Temer não acreditou na veracidade das declarações. O empresário estava sendo objeto de inquérito e por isso parecia contar vantagem. O presidente não poderia crer que um juiz e um membro do Ministério Público estivessem sendo cooptados”, disse a assessoria do Palácio do Planalto, em nota. "A expectativa do governo é que o STF investigue e arquive o inquérito”, diz o comunicado. 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 27 de maio de 2017

16:31 - Defesa pede ao STF inquérito de Temer separado de Aécio e Loure

08:31 - Investigação vê elo entre JBS e Transpetro

Sexta, 26 de maio de 2017

17:16 - MPF vai recorrer da absolvição da esposa de Eduardo Cunha

16:40 - Janot pede autorização do STF para ouvir Temer, Aécio e Loures

14:48 - Para 75% dos brasileiros, irmãos Batista deveriam ser presos

14:36 - 2ª Turma do STF julgará 3 pedidos de extensão de habeas corpus concedido a Dirceu

11:25 - Procurador diz que é incompreensível redução de quadros da Lava Jato

11:08 - Janot volta a defender acordo com delatores da JBS

11:06 - Moro confisca R$ 640 mil de Cláudia Cruz

11:03 - Ex-gerente da Petrobras e ex-banqueiro são alvo de prisão na Poço Seco


// leia também

Sábado, 27 de maio de 2017

13:51 - Justiça prorroga por cinco dias prisão provisória de ex-governadores do DF

13:20 - Acordo do Refis Foi fechado em reunião com Temer, diz relator

Sexta, 26 de maio de 2017

08:31 - Polícia Federal deflagra Poço Seco, nova fase da Operação Lava Jato

08:12 - STF admite que pode rever termos do acordo de delação de executivos da JBS

Quinta, 25 de maio de 2017

17:29 - Moro absolve mulher de ex-deputado Eduardo Cunha, Cláudia Cruz

15:12 - OAB chama Joesley e Janot como testemunhas em impeachment de Temer

15:08 - OAB protocola pedido de impeachment de Temer

11:09 - Fora Temer e Diretas Já ganham força nas redes sociais

11:09 - Delação da JBS complica ainda mais sucessão no Cade

11:08 - Esquerda quer frente ampla por eleições direitas


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 27/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sábado, 27/05/2017
A15215da12928356f3b205355fe27350 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que o poder público deve fazer para acabar com áreas conhecidas como cracolândias nas cidades?



Logo_classifacil









Loja Virtual