Relator dá celeridade a recurso de Lula no TRF-4 | Gazeta Digital

Terça, 05 de dezembro de 2017, 08h23

Relator dá celeridade a recurso de Lula no TRF-4


Estadao

O desembargador João Pedro Gebran Neto concluiu seu voto no recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) após a condenação no caso do triplex do Guarujá (SP). O trâmite no tribunal da apelação ajuizada pela defesa do petista indica que o julgamento na segunda instância deverá ocorrer antes do início da campanha presidencial, possivelmente ainda no primeiro semestre de 2018.

Pré-candidato ao Planalto, Lula lidera as pesquisas de intenção de voto. Ele foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro - titular da Operação Lava Jato na primeira instância, em Curitiba - a 9 anos e 6 meses por corrupção e lavagem de dinheiro. Caso o TRF-4 confirme a condenação, o líder petista poderá ficar inelegível com base na Lei da Ficha Limpa.

Gebran, que é o relator da apelação, levou cem dias para concluir o seu parecer - um período menor do que a média dos seus votos na Lava Jato, de 275,9 dias. O seu parecer, que está sob sigilo, foi encaminhado na noite da sexta-feira passada, dia 1º, para análise do desembargador Leandro Paulsen, que é o presidente da 8.Ð Turma do TRF-4 e o revisor do processo. Cabe a ele pautar a data do julgamento.

Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo nas 23 apelações relacionadas à Lava Jato já julgadas pelo tribunal mostra que, em média, o envio para o revisor e o início do julgamento na 8.Ð Turma ocorrem em um período de 73 dias. O andamento do recurso do ex-presidente deverá ser afetado pelos recessos de fim de ano e o carnaval.

A definição sobre a possibilidade ou não de Lula concorrer a mais um mandato na Presidência da República é aguardada com expectativa no mundo político. Em caso de confirmada a condenação, o petista já adiantou que vai recorrer ‘a todas as instâncias‘ para disputar a eleição do ano que vem.

Conforme o calendário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o prazo final para o registro das candidaturas é 15 de agosto. O vencedor da disputa presidencial será diplomado no dia 17 de dezembro.

Velocidade

O advogado Cristiano Zanin Martins, que defende o ex-presidente, disse que vai solicitar que o TRF-4 informe o motivo pelo qual o recurso de Lula ‘está tramitando nessa velocidade, fora do prazo médio observado em outros casos‘. ‘Vamos pedir ao tribunal informações sobre a ordem cronológica dos recursos em tramitação‘, afirmou em nota.

Após a conclusão do voto do relator, a apreciação na corte de segunda instância dos recursos referentes às ações da Lava Jato variou, até agora, de 26 dias a cerca de quatro meses.

Juristas ouvidos pela reportagem consideram que a análise do TRF-4 vai ‘judicializar‘ a campanha presidencial. ‘Lula terá candidatura questionada e a Justiça Eleitoral, querendo ou não, será protagonista na disputa‘, disse Fernando Neisser, advogado especializado em Direito Eleitoral e doutorando na área pela USP.

Para o professor de Direito Penal da PUC-SP Fernando Hideo, recursos podem garantir Lula na disputa. ‘Há a possibilidade de se conseguir uma liminar e disputar a eleição sub judice. A decisão do TRF-4 deve acontecer antes de agosto‘, disse.

A Lei da Ficha Limpa diz que condenados em segunda instância se tornam inelegíveis. É neste cenário que o petista poderia se valer de uma liminar. ‘A lei diz que a condenação a partir da segunda instância torna o interessado inelegível. Mas não é o TRF-4 que verifica isso, é a Justiça Eleitoral‘, disse o professor de Direito Eleitoral do Mackenzie Alberto Rollo.

Para a advogada e coordenadora da pós-graduação em Direito Eleitoral do Instituto de Direito Público (IDP), Marilda Silveira, a Lei da Ficha Limpa em si não impede um candidato de concorrer em uma eleição. ‘O que a Lei da Ficha Limpa impede é que uma pessoa seja diplomada e tome posse, não impede que ela concorra‘, afirma.

Em 2016, o STF autorizou o início da execução da pena após condenação em segunda instância. O entendimento, porém, ainda poderá ser revisado pelo plenário da Corte.  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Domingo, 08 de julho de 2018

10:33 - Juiz pede ao governo de Minas que avalie transferência de Azeredo

Sábado, 07 de julho de 2018

14:00 - Gilmar critica 'canonização' da Lava Jato

Quarta, 04 de julho de 2018

10:34 - Nova fase da Lava Jato investiga fraudes em licitação na área de saúde

Sábado, 30 de junho de 2018

13:30 - Fatia do BNDES na JBS é alvo de vários grupos

08:54 - José Dirceu vai usar tornozeleira eletrônica e entregar passaporte

Quinta, 28 de junho de 2018

09:26 - Lula pede liberdade à Segunda Turma do STF

Quarta, 27 de junho de 2018

10:53 - Se você comprar alguém, tem que comprar bem comprado, ensina ex-deputado

09:08 - Juristas veem Supremo Tribunal Federal em 'pé de guerra'

08:49 - Dirceu deixa prisão em Brasília após receber habeas corpus do STF

Terça, 26 de junho de 2018

09:25 - Marun diz esperar que investigações sobre delação avancem sobre Janot


// leia também

Domingo, 15 de julho de 2018

08:21 - STF dá mais 30 dias para conclusão de investigação sobre Aécio Neves

Sábado, 14 de julho de 2018

19:00 - Projeto prevê criminalizar corrupção privada no País

16:00 - Paulo Guedes fala em manter parte de equipe de Temer

15:30 - PSB é condenado a indenizarámoradora por acidente com avião de Campos

11:24 - Alvos da Odebrecht pedem fim de inquéritos ao Supremo Tribunal Federal

09:46 - MPF pede criação de banco nacional de medidas alternativas à prisão

Sexta, 13 de julho de 2018

20:00 - Condenações por importação ilegal de anabolizantes somam 553 anos de prisão

19:00 - Sem jogar, dupla brasileira avança às quartas em etapa da Suíça do vôlei de praia

17:26 - PGR defende imparcialidade de Moro para julgar Lula no caso do sítio de Atibaia

15:52 - Flávio Rocha desiste de candidatura à Presidência


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 15/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 15/07/2018
4c289a4d7ee1b93f3fa53b000a87f26a anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Trabalhadores seguem sendo encontrados em situação similar à escravidão




Logo_classifacil









Loja Virtual