Em defesa de Cristiane, Marun descarta pressionar PTB para alterar indicação | Gazeta Digital

Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 14h03

partido quer outro nome

Em defesa de Cristiane, Marun descarta pressionar PTB para alterar indicação


Estadao

Apesar de alguns auxiliares do presidente Michel Temer admitirem que o ideal é que o PTB indique um novo nome no lugar da deputada Cristiane Brasil (PTB-TJ) para a vaga de ministra do Trabalho, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou nesta segunda-feira, 5, que o governo não fará nenhum pedido ao partido. ‘Não vamos solicitar que o PTB faça qualquer alteração‘, disse o ministro em coletiva de imprensa.

Agência Brasil

Cristiane Brasil é alvo de um inquérito que apura suspeitas de tráfico de drogas e associação para o tráfico durante a campanha eleitoral de 2010

Além de a posse da filha do deputado Roberto Jefferson estar barrada pela Justiça há um mês, no fim de semana surgiram novas acusações contra Cristiane que ampliaram o desgaste em torno de sua indicação.

Conforme revelou o jornal O Estado de S. Paulo no último sábado, Cristiane Brasil é alvo de um inquérito que apura suspeitas de tráfico de drogas e associação para o tráfico durante a campanha eleitoral de 2010. A investigação foi enviada na última sexta-feira, 2, à Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília, porque Cristiane possui foro privilegiado.

Além disso, no domingo, o programa Fantástico, da TV Globo, mostrou que Cristiane foi flagrada ameaçando servidores públicos para conseguir votos na sua campanha à Câmara dos Deputados, em 2014.

Marun, que é conhecido como da tropa de choque do governo e também por suas declarações polêmicas e sempre otimistas, destacou que a deputada ‘não cometeu nenhum crime‘. ‘Não existe nada provado contra a ministra e nem que a denigra‘, afirmou.

Segundo o ministro, o governo ‘não tem o direito‘ de desistir da prerrogativa privativa do presidente da República que é nomear ministros. ‘Estamos numa luta maior que é pelo respeito à Constituição. Não temos o direito de desistir dela (da prerrogativa constitucional)‘, comentou. ‘O governo continua e vai continuar insistindo na prerrogativa do presidente em nomear ministros.‘

Previdência

Questionado se valia a pena o desgaste e se o governo estaria fazendo isso por causa dos votos do partido para a reforma da Previdência, o ministro disse que o partido de Roberto Jefferson já deve dar a maioria dos votos a favor da reforma. ‘Os votos do PTB (para a Previdência) não são fatores marcantes para nossa decisão (de manter nomeação da ministra).‘

Barco

Na semana passada, Cristiane fez sua defesa própria contra uma condenação em ações trabalhistas a bordo de um barco. Na gravação, ela permitiu que desconhecidos opinassem sobre o tema. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

11:47 - Menção a Temer supera Lula e Bolsonaro nas redes sociais

08:32 - Temer anula nomeação de Cristiane Brasil como ministra do Trabalho

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

15:10 - Senador Wellington Fagundes depõe à PF em inquérito contra Temer

13:22 - Maia volta defender redução de ministérios em lugar de criação de impostos

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

21:00 - Padilha diz que indicação para o Trabalho 'possivelmente' continua com PTB

16:22 - Jucá diz que MDB vai trabalhar para ter candidato próprio à Presidência

13:50 - Interino deve permanecer no Ministério do Trabalho até março, diz líder

11:56 - Do Planalto, Vale Rocha faz primeira reunião com equipe de Direitos Humanos

11:53 - Líderes do PTB se reúnem com Temer e devem tratar de indicação para o Trabalho

08:43 - Exonerada, Luislinda irá a Suíça representar governo em evento


// leia também

Domingo, 25 de fevereiro de 2018

12:21 - Presidente do PT diz duvidar que STF impeça prisão de Lula a tempo

08:44 - Maia volta a criticar ações do governo e pede medidas 'quentes'

08:29 - Ações garantem auxílio-moradia para juízes há 4 décadas

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

15:30 - Para aumentar bancada, PR insiste em ter Tiririca

14:00 - Lava Jato já bloqueou US$ 44 milhões no exterior em 2018

13:30 - Arthur Virgílio foi extremamente injusto com o partido e comigo, diz Alckmin

13:00 - Candidatura de Temer é direito dele, afirma Alckmin

11:30 - Moro ordena nova perícia em sistemas da Odebrecht, na ação do sítio de Atibaia

08:44 - Sistema de propina pagou terreno do Instituto Lula, diz perícia

08:35 - Virgílio desiste e Alckmin deve ser o candidato do PSDB à Presidência


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 25/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 25/02/2018
39b9c063e83a7a7ffb2f5dc9ad998ca8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Segundo pesquisa, 67% apoiam intervenção na área de segurança pública em suas cidades




Logo_classifacil









Loja Virtual