Ajufe tenta adiar julgamento no STF sobre auxílio-moradia | Gazeta Digital

Quarta, 07 de fevereiro de 2018, 14h09

retirada de pauta

Ajufe tenta adiar julgamento no STF sobre auxílio-moradia


Estadao

A Ajufe (Associação dos Juízes Federais) apresentou uma questão de ordem ao STF (Supremo Tribunal Federal) para tentar adiar o julgamento da ação que discute o pagamento de auxílio-moradia.

O processo ainda não foi pautado formalmente, mas a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, indicou a entidades da magistratura que deve colocar o tema para votação em março.

Agência Estado

A Ajufe alega que a ação deve ser retirada de pauta porque, segundo a entidade, o rito processual não foi cumprido.

— Qual não foi a surpresa em constatar que o feito não podia, ainda, ser liberado, em razão de não estar concluída a instrução.

A associação de juízes alega que precisa apresentar suas razões finais após a manifestação da AGU (Advocacia-Geral da União) e da Procuradoria-Geral da República (PGR).

— Pedimos que a matéria seja retirada de pauta para que, inicialmente, seja promovida a intimação para apresentarmos a réplica à contestação e contrarrazões.

Em dezembro do ano passado, o ministro Luiz Fux liberou para votação em plenário as decisões liminares (em caráter provisório) que proferiu em 2014 estendendo o auxílio-moradia, no valor de R$ 4.378, a todos os juízes do País. O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) regulamentou o benefício e estabeleceu que todos juízes que não tenham residência oficial à disposição podem receber a ajuda de custo.

Depois disso, o CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) aprovou resolução que regulamentou a concessão de auxílio-moradia aos membros do Ministério Público da União e dos Estados.

As ações que pediam essa extensão foram ajuizadas no Supremo pela Ajufe, pela AMB (Associação dos Magistrados do Brasil) e pela Anamatra (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho). 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Terça, 20 de fevereiro de 2018

20:30 - Justiça bloqueia R$ 1,67 milhão de prefeito amazonense acusado de improbidade

20:12 - STJ manda soltar os irmãos e delatores Wesley e Joesley Batista

20:10 - PGR defende detalhamento de decreto sobre intervenção

18:42 - PTB desiste de indicar Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho

14:04 - Suplente de Maluf pode tomar posse ainda hoje

13:53 - 'Temer já roubou muita coisa, mas meu discurso ele não vai roubar', diz Bolsonaro

11:53 - Comandante da Marinha diz que Lava Jato não atrasou construção de submarinos

11:48 - Justiça bloqueia R$ 31,5 milhões de Dudu, ex-prefeito de Belém

11:06 - Câmara afasta Maluf do mandato de deputado

11:01 - Defesa de Cabral diz que intervenção no Rio acaba com motivos de transferência


 veja mais
Cuiabá, Terça, 20/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 20/02/2018
768bdb65035787436f1bc4ad07df1cf3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Após 15 anos, Arcanjo deixa a prisão e vai cumprir regime semiaberto




Logo_classifacil









Loja Virtual