Temer pede estudos para reduzir preço do gás de cozinha para baixa renda | Gazeta Digital

Sexta, 09 de fevereiro de 2018, 19h00

Temer pede estudos para reduzir preço do gás de cozinha para baixa renda


Estadao

O Palácio do Planalto informou que o presidente Michel Temer pediu à área técnica do governo a realização de estudos que permitam redução no preço do gás de cozinha para beneficiar famílias de baixa renda. Mais cedo, o próprio presidente, em entrevista à Rádio Guaíba, se queixou da elevação dos preços no gás de cozinha e avisou que seu governo está ‘examinando uma fórmula para compensar este aumento para os mais pobres‘, acrescentando que a medida será adotada logo.

Esta preocupação do presidente foi um dos temas da conversa, no final da manhã desta sexta-feira, de Temer com os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Desenvolvimento Social, Osmar Terra.

Embora o modelo, que poderá ser adotado já no mês que vem, não passe por subsídio ao preço do botijão de 13 kg, uma das ideias é introduzir este valor no Bolsa Família. Seria uma forma de elevar o valor do benefício, que já estava sendo estudado pelo governo, só que direcionado para o gás de cozinha. O governo informou ainda que não pensa em adotar medidas como vale gás ou uma redução para todos os consumidores.

Na reunião, Temer manifestou também a sua preocupação com o aumento exagerado no preço do litro da gasolina em todo o País. O presidente avisou que determinou ao Conselho de Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e à Polícia Federal que investigue o cartel em postos de gasolina.

Na entrevista à rádio, o presidente anunciou que vai colocar a Polícia Federal e o Cade para fiscalizar e ‘impedir esta agressão ao consumidor‘. Disse ainda que ‘não vai permitir preços abusivos‘. O presidente, depois de lembrar que o Brasil adotou o critério de alterar o preço dos combustíveis, de acordo com a variação do preço internacional do petróleo, reclamou que houve aumentos exagerados e que, ‘quando tem aumento, os preços nas bombas aumentam, mas quando tem redução, o mesmo não acontece‘. Por isso, advertiu, que serão feitas fiscalizações para evitar os abusos. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

20:55 - STF deve concluir na próxima semana julgamento sobre Código Florestal

19:40 - MP acusa Picciani de lavar dinheiro com venda subfaturada de gado

19:00 - Câmara cria Observatório para fiscalizar intervenção federal no Rio de Janeiro

17:07 - Temer 'prova' que está vivo e volta a receber aposentadoria

17:06 - Assessor da Casa Civil de Richa que recebeu R$ 2 mi diz que empresa não foi ativa

15:00 - Meirelles admite 'contemplar' candidatura à Presidência

13:50 - Câmara vai trabalhar em projeto de lei para discutir despesas obrigatórias

13:22 - Maia volta defender redução de ministérios em lugar de criação de impostos

11:34 - Candidatura Temer enfrenta resistência no próprio MDB

11:32 - Eleições motivam críticas de Maia e Eunício ao Planalto


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 23/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 23/02/2018
A2e8b51001c64082e6766c7843812b80 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Boa parte de Cuiabá está infestada pelo mosquito aedes aegypti




Logo_classifacil









Loja Virtual