Temer decidiu, a princípio, não recorrer de decisão do STF, diz Marun | Gazeta Digital

Terça, 06 de março de 2018, 18h36

Temer decidiu, a princípio, não recorrer de decisão do STF, diz Marun


Estadao

O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun, anunciou que o presidente da República, Michel Temer, não vai recorrer da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso que determinou a quebra do seu sigilo bancário em razão do inquérito que investiga irregularidades na elaboração da Medida Provisória 595, conhecida como a MP dos Portos. ‘A decisão de não recorrer é para que o recurso não sirva de munição à hipocrisia dos adversários‘, declarou Marun em entrevista no Planalto, reiterando que a decisão de Barroso evidencia caráter abusivo e absurdo. ‘Nós entendemos que quem tomou a decisão, a tomou de forma abusiva e desnecessária, haja vista a fragilidade do inquérito, que não possui base fática‘, declarou Marun, sem citar o nome do ministro Barroso.

Depois de se queixar do tempo determinado para a quebra de sigilo bancário de Temer, compreendendo entre 2013 e 2017, o ministro Marun lembrou que a MP dos Portos é de 2016/2017. ‘A outra questão que nos preocupa também é que, a princípio, a Procuradoria Geral da República não solicitou essa quebra de sigilo bancário. Foi decisão judicial, sem que houvesse pedido para tanto‘, desabafou Marun, justificando que, no seu entender, como advogado, ‘não há nada que justifique a decisão tomada, sem que fosse adotado o mínimo espírito de cautela, em relação ao Presidente da República, o que caracteriza, no nosso entender, numa atitude que evidencia caráter abusivo e até absurdo na decisão tomada‘.

Para ele, a situação é tão absurda que ‘é sabido que as questões que envolvem o tal decreto dos portos são de 2017 e 2016 e se rompe o sigilo bancário do presidente desde 2013‘.

Marun informou que, tão logo o Banco Central repasse os extratos para o presidente Temer, ele os disponibilizará para a imprensa, para dar publicidade à população. Mas não disse quando isso acontecerá. ‘Depende do recebimento e aí é uma das situações que fazem que nós entendamos que a decisão é abusiva.‘

Questionado se o ministro Luiz Barroso estava perseguindo o presidente Michel Temer, porque ele seria um pré-candidato, Marun reagiu: ‘antes de mais nada, o presidente não é candidato. O presidente é candidato, hoje, a concluir o seu mandato, entregando para o futuro presidente e próximas gerações um Brasil melhor. Nós estamos empenhados nesta luta, independente das flechas que forem contra nós arremessada, por quem quer que seja‘.

Perguntado se os ataques contra o presidente Temer pioraram com possibilidade de pré-candidatura, o ministro afirmou que ‘existem algumas coincidências que nos incomodam‘. E explicou: ‘mas aqui não cabe dizer da motivação. Cabe dizer do erro independente de qual motivação que levou à tomada dessa decisão. A decisão é abusiva e é absurda e, mesmo assim, por não ter nada a esconder, o presidente decidiu não recorrer a ela para não fornecer munição à hipocrisia dos adversários‘.

Mais uma vez indagado se a munição a que se referia seria o presidente ser acusado de querer esconder informações, ele respondeu que ‘exatamente‘ e reiterou que, ‘se o presidente recorresse, a hipocrisia dos adversários levaria a uma tentativa neste sentido e não queremos isso‘.

Sobre a pesquisa da CNT que mostrou que 88% disseram que jamais votariam no Presidente Temer, Marun, após ressaltar que não leu o resultado da pesquisa, ironizou: ‘88%? então quer dizer que já melhorou? Já temos 12%. Pra quem não é candidato... já esteve pior, não piorou.‘ 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 21 de maio de 2018

18:00 - Operador do MDB confessa crime e entrega US$ 7,5 milhões

Quarta, 18 de abril de 2018

17:25 - Randolfe Rodrigues protocola pedido de impeachment contra Temer

Quinta, 22 de março de 2018

19:00 - Marun diz que presidente Temer 'não será' denunciado pelo inquérito dos Portos

Quinta, 08 de março de 2018

19:00 - Temer envia carta a Dodge com pareceres contrários a sua inclusão em inquérito

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

11:44 - Não sou candidato, diz Temer em entrevista

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

17:07 - Temer 'prova' que está vivo e volta a receber aposentadoria

Terça, 20 de fevereiro de 2018

13:53 - 'Temer já roubou muita coisa, mas meu discurso ele não vai roubar', diz Bolsonaro

Segunda, 19 de fevereiro de 2018

19:00 - Em meio à busca por nome de ministro, Temer recebe Alexandre de Moraes

Domingo, 31 de dezembro de 2017

11:00 - Relação entre FHC e Temer viveu vaivém em 2017

Sexta, 29 de dezembro de 2017

16:30 - Decreto de Temer prorroga inscrição no Cadastro Ambiental Rural até 31 de maio


// leia também

Sexta, 22 de junho de 2018

19:15 - Fachin nega recurso de Lula e julgamento é cancelado no Supremo

18:25 - TRF4 rejeita recurso de Lula ao Supremo contra condenação

17:06 - Justiça homologa delação premiada de do ex-ministro Antonio Palocci

14:32 - Morre Waldir Pires, ex-ministro e ex-governador da Bahia

13:45 - Defesa de Lula nega pedido de prisão domiciliar para o ex-presidente

11:21 - Morre aos 91 anos o ex-governador da Bahia e ex-ministro da Defesa Waldir Pires

09:09 - Lewandowski nega sessão secreta para julgamento do pedido de liberdade de Lula

09:03 - Cármen vai arquivar investigação sobre áudio de Joesley que cita ministros

Quinta, 21 de junho de 2018

13:30 - Decisão do Supremo vai destravar delações fechadas com a polícia

13:00 - Alvo de ação da PF em SP, foi diretor da Kroll e presidente da Dersa


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 23/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 23/06/2018
00cd1afd8757c6b9bf1a877a182fcfcc anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que os eleitores vão depositar nas urnas em outubro?




Logo_classifacil









Loja Virtual