Lewandowski rebate crítica a ajuste e diz que juízes recuperam milhões | Gazeta Digital

Quinta, 09 de agosto de 2018, 16h55

POLÍTICA DE MT

Lewandowski rebate crítica a ajuste e diz que juízes recuperam milhões


Agência Brasil

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), rebateu hoje (9) a repercussão negativa da proposta de reajuste de 16,38% para os salários de ministros da Corte. Ao ser questionado sobre o impacto fiscal do aumento, aprovado na noite de quarta-feira (8), ele respondeu que as execuções fiscais determinadas por juízes recuperam milhões aos cofres públicos.

Reprodução

Ministro Ricardo Lewandowski

Com o reajuste, cuja inclusão na previsão orçamentária do Poder Judiciário foi aprovada em sessão administrativa do Supremo, o salário dos ministros da Corte pode passar de R$ 33,7 mil para mais de R$ 39 mil, caso o aumento venha a ser confirmado em votação no Congresso, para onde a proposta será encaminhada.

Isso pode gerar um impacto de até R$ 4 bilhões aos cofres públicos, devido ao chamado efeito cascata, uma vez que o salário de ministros do Supremo serve de teto para todo o funcionalismo público. Somente no Poder Judiciário, a estimativa de impacto é de R$ 717 milhões.

Confrontado com os números, Lewandowski lembrou o anúncio feito ontem (8) pelo Ministério Público de que recuperou R$ 1 bilhão para a Petrobras por meio de acordos de delação premiada no âmbito da Operação Lava Jato.

“Portanto, só essa devolução já representou uma quantia muito maior do que aquela que será remanejada no orçamento do Poder Judiciário, isso sem falar nos milhões e milhões que os juízes federais e estaduais recuperam aos cofres públicos em execuções fiscais”, disse o ministro.

Lewandowski foi um dos que votaram a favor do reajuste, juntamente com os ministros Dias Toffoli, próximo presidente do STF; Luiz Fux; Luiz Roberto Barroso; Gilmar Mendes; Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes.

Alexandre de Moraes

Nesta quinta-feira, Moraes também justificou seu voto. “Agora o Congresso analisa, vai cruzar os dados. O que a gente não podia era, mais um ano, subtrair do Congresso essa apreciação”, disse o ministro.

Mais cedo, a atual presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, disse estar convencida de que o aumento do salário dos ministros não é o melhor para o país e que não desejaria estar ao lado dos vencedores na votação que aprovou o reajuste. Também votaram contra a proposta os ministros Edson Fachin, Rosa Weber e Celso de Mello.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 15 de agosto de 2018

10:51 - Supremo rejeita denúncia contra senador Ciro Nogueira na Lava Jato

Terça, 14 de agosto de 2018

09:16 - Rosa Weber toma posse na presidência do TSE

Sexta, 10 de agosto de 2018

19:00 - Alckmin diz que reajuste do Judiciário é inadequado no momento

17:30 - Fux envia à primeira instância de SP inquérito contra Kassab

12:37 - Aumento do Judiciário ainda tem que passar pelo Congresso, afirma Temer

08:22 - Reajuste do STF terá impacto anual de R$ 243 milhões no Executivo

Quarta, 08 de agosto de 2018

09:00 - Julgamento no STF ameaça retorno de dinheiro da Lava Jato

Terça, 07 de agosto de 2018

17:15 - STF tem dois votos para arquivar inquérito contra Aloysio Nunes

Segunda, 06 de agosto de 2018

10:59 - Em audiência sobre aborto, Rosa Weber pede tolerância entre presentes

Sexta, 03 de agosto de 2018

08:45 - Audiência pública no STF nesta sexta debate descriminalização do aborto


// leia também

Quarta, 15 de agosto de 2018

14:26 - Bolsonaro não acredita em elevada transferência de votos de Lula para Haddad

14:23 - Haddad rebate Rosa Weber e quer que TSE cumpra rito normal ao julgar Lula

13:30 - Temer exonera superintendente da Sudene

13:20 - Meirelles declara patrimônio de R$ 377 milhões ao TSE

13:00 - Bolsonaro defende superministério, sob alegação de que criação evitará conflitos

12:40 - Senado recorre contra aplicação de medida cautelar a parlamentares

10:29 - PT registra Lula, mas já planeja sua substituição nas eleições de 2018

08:57 - Termina hoje às 19h prazo para registro de candidaturas à Presidência

Terça, 14 de agosto de 2018

19:00 - Vamos isentar de IR quem ganha até cinco salários mínimos, diz Haddad

17:21 - Em programa de governo, Bolsonaro propõe ministério único na economia


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quarta, 15/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 15/08/2018
Dcb362fa6df370b7d120182d5bfb19db anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre os debates com candidatos na TV e rádio?




Logo_classifacil









Loja Virtual