Quinta, 04 de agosto de 2016, 00h00

Claudinet Coltri Júnior

A farsa da Era do Conhecimento

Claudinet Coltri Júnior


Em nossa sociedade moderna, algumas ideias são jogadas ao vento (em livros, artigos científicos, teorias das mais variadas) e acabamos incorporando (como ideia) em nosso dia a dia. O problema é que, muitas delas, muitas vezes, são mera ilusão. A Era do Conhecimento, como nos é vendida, é uma delas.
Aprendemos nos bancos das escolas (e eu mesmo já ensinei isso) que quem detém a vantagem competitiva é quem tem conhecimento. Hoje tenho clareza que isso, ainda, é uma meia verdade, principalmente quando o detentor do conhecimento é o funcionário. Dentro dessa lógica, somos instigados para aprender cada vez mais, mas muitos de nossos gestores e empresários, não importando o tamanho da organização, são despreparados para ocuparem a posição em que estão. Nesse contexto, o conhecimento, em contraponto com a ignorância, é vencido pela segunda, porque incorporamos que a obediência é fator de juízo aos funcionários.
Em uma das empresas de treinamento que trabalhei como parceiro, identificamos que, todas as vezes que promovíamos cursos de atendimento, só as/os atendentes iam fazer. Depois, nada daquele conhecimento sobre boas práticas que socializávamos, era implantado. Veja que atroz: a empresa passava por problema de atendimento; pagava para o pessoal de atendimento se qualificar; o chefe não ia; o funcionário levava as novas práticas; o chefe, pela ideia de vir ‘de baixo‘ achava besteira implantar. Como efeito colateral tínhamos o aumento da insatisfação do funcionário em relação ao trabalho, porque é desestimulante saber o que tem que ser feito e não poder fazê-lo por ignorância do seu superior (que é quem manda). E pior: quando contrapõe, é cobrado por não ter juízo! É essa a nossa Era do Conhecimento!
É óbvio que há pessoas e organizações mundo afora que levam o conhecimento a sério. O que digo é que a prática ainda está longe para chamarmos de Era. Enquanto vivermos no ‘manda quem pode, obedece quem tem juízo‘, teremos clareza que o conhecimento não vence, porque, em caso da insistência em se fazer o que é certo, ele será demitido pela ignorância. Assim, não é hora de pararmos de aprender, mas, sim, de quem manda descer de seus pedestais e ir à campo para ver que a realidade, hoje, é outra. É hora de acabarmos com a farsa e adentrarmos, de vez, na Era do Conhecimento, de fato.Pense nisso, se quiser, é claro!




Claudinet Coltri Junior é palestrante, consultor organizacional e educacional, professor e diretor da Nova Hévila Treinamentos. Website: www.coltri.com.br - E-mail: coltri@coltri.com.br - facebook.com/coltrijunior.
 



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quinta, 09 de fevereiro de 2017

00:00 - Educação, Truco e Dourada

Quinta, 02 de fevereiro de 2017

00:00 - O erro da enganação como marketing

Quinta, 22 de dezembro de 2016

00:00 - É só o amor

Quinta, 15 de dezembro de 2016

00:00 - Para que serve a Lei de Responsabilidade Fiscal?

Quinta, 08 de dezembro de 2016

00:00 - República Federativa da Lamia

Quinta, 01 de dezembro de 2016

00:00 - Enquanto isso, nas salas de justiça

Quinta, 24 de novembro de 2016

00:00 - O nosso Vale dos Leprosos

Quinta, 17 de novembro de 2016

00:00 - Lumiar

Quinta, 10 de novembro de 2016

00:00 - O conhecimento faliu

Quinta, 27 de outubro de 2016

00:00 - Triste eleição


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 24/03/2017
 

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sexta, 24/03/2017
3e85fdbc1772965594f7a14556e7af46 anteriores




Rádios ao vivo
  • cbn
  • cbn
Indicadores Financeiros
Dólar Comercial 3,1383 -0,04%
Ouro - BM&F (à vista) 122,60 +1,60
+ veja mais
Mercado Agropecuário
Boi Gordo @ 126,00
Soja - saca 60 kg 54,54
+ veja mais
Mais Lidas Enquete

Câmara Federal aprovou o projeto que autoriza terceirização de 'atividades-fim’. O que você acha?



Logo_classifacil