Após delação, família Silval vende bens para cumprir acordo com MPF | Gazeta Digital

Sexta, 25 de agosto de 2017, 17h15

delação dos barbosa

Após delação, família Silval vende bens para cumprir acordo com MPF

Celly Silva, repórter do GD


Após praticamente todos os membros terem firmado acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal, a família Barbosa “está se movimentando” para conseguir recursos suficientes para saldar a devolução de valores ao erário que ficou pactuado com o MPF e também para reforçar a própria segurança.

Chico Ferreira/Jana Pessôa/Arthur Passos

Silval, esposa, filho e irmão viraram delatores

Em um ofício endereçado ao assessor criminal da Procuradoria Geral da República (PGR), procurador Danilo Dias, o advogado Délio Lins e Silva Júnior comunicou a venda de três bens da família do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), o que segundo ele, foi acordado com a procuradora da República em Mato Grosso, Vanessa Zago.

“(...) a família está se movimentando para conseguir recursos com o fim de saldar o restante devido no acordo pactuado com esse Ministério Público Federal”, diz o advogado no documento.

Os bens vendidos foram um veículo Range Rover Evoque Prestigie 5D 2014/2014, um apartamento de alto padrão e a outorga de uma rádio FM.

Consta no documento que a mesma medida será adotada em relação a outros bens pertencentes ao patrimônio da família Barbosa. O ofício foi assinado no dia 8 de junho deste ano. 

Reprodução

Apartamento no edifício Via Ipiranga foi vendido

O apartamento no edifício Via Ipiranga, localizado na Rua Coronel Barros, esquina com a Avenida Ipiranga, no bairro Goiabeiras, em Cuiabá, foi vendido por Rodrigo Barbosa pelo preço de R$ 308 mil, com entrada de R$ 135 mil na forma de um veículo Toyota Corolla ano 2017. O residual de R$ 173 mil ficou acordado com o comprador em 10 parcelas de R$ 17,3 mil cada, a serem pagas entre julho de 2017 a abril de 2018.

Em relação à venda da outorga da rádio FM Guarantã do Norte, concessão em nome da Rádio Difusora colíder Ltda., o documento informa que estava em fase de transferência para a empresa Rádio Educadora Nova Geração Ltda.

Carro blindado

No caso específico da Range Rover, o advogado Délio Lins informou que o carro de luxo foi vendido com o objetivo de providenciar outro veículo blindado “por óbvias questões de segurança”.

Reprodução

O automóvel, que pertencia à empresa Tupi Comunicações Ltda., foi vendido para o Auto Posto Matupá Ltda ME pelo valor de R$ 145 mil, mediante entrada de R$ 94,5 mil e mais cinco parcelas de R$ 10,1 mil.

A Tupi Comunicações está registrada em nome da filha de Silval, Carla da Cunha Barbosa, e é administrada por Rodrigo da Cunha Barbosa, filho mais velho do ex-governador. A empresa está localizada no edifício Paiaguás, na Avenida Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), em Cuiabá. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

07:29 - Ministro manda PF periciar documentos apreendidos na empreiteira da família Avalone

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

17:04 - Raquel Dodge pede a junção das delações de Silval e familiares

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

16:05 - Ministro volta negar pedido de Emanuel Pinheiro para invalidar delação de Silval

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

19:20 - Ministro quer compartilhar provas contra conselheiros

Sábado, 10 de fevereiro de 2018

09:00 - Após acusação de propina, conselheiro afastado quer ser investigado pelo STJ

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

16:45 - Desmentido por aliado de Silval, Emanuel nega envolvimento 'com mar de lama'

10:20 - Aliado de Silval contesta defesa de prefeito sobre maços de dinheiro

Quinta, 08 de fevereiro de 2018

17:20 - Juíza cobra de Silval vários documentos de fazenda

Quinta, 01 de fevereiro de 2018

17:09 - Ministra do STF nega HC e mantém Antônio Joaquim longe do TCE

Segunda, 29 de janeiro de 2018

15:08 - PF apreende coleção milionária de Gilmar Fabris


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

15:20 - TJ autoriza entrada de crianças e adolescentes com jogadores no Fla-Flu

13:48 - TAM é condenada a indenizar funcionário obrigado a transportar valores sem segurança

13:41 - TRT anula multa aplicada a empresa que não preenchia cota de deficientes

09:45 - Governo de MT paga dívida e STF descarta intervenção no Estado

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

13:32 - Assembleia que afastou presidente da Fecomércio é anulada pela Justiça

10:30 - Gaeco e Defaz começam interrogar 240 testemunhas sobre desvios no Detran

07:59 - João Emanuel vai ao Supremo para afastar juíza Selma

07:35 - STF autoriza investigação contra Bezerra por suspeita de fraude em licitação

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

10:40 - Juiz sai de processo contra delator que não devolveu R$ 17 milhões

09:03 - Eder apela contra condenação a 10 anos e 8 meses de prisão


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 24/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/02/2018
116961967de356eee6ddd02c7d0c8fb3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual