Desembargador determina transferências de Lesco, Rogers e Soler | Gazeta Digital

Quarta, 11 de outubro de 2017, 17h20

grampos ilegais

Desembargador determina transferências de Lesco, Rogers e Soler

Celly Silva, repórter do GD


O desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), Orlando de Almeida Perri, determinou a transferência de 3 dos 8 presos por envolvimento no esquema de interceptações telefônicas ilegais, conhecidos como “grampolândia pantaneira”, atendendo a pedido da delegada Ana Cristina Feldner, que conduz as investigações no âmbito da Polícia Civil.

João Vieira

Evandro Lesco

O coronel da Polícia Militar e ex-secretário da Casa Militar Evandro Lesco, que estava no 3º Batalhão da PM, deve ir para o batalhão da Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam). Na decisão, Perri ressaltou que ele deve ficar em recolhido em alojamento com grade fechada e sair apenas nos horários das refeições, banho de sol e visitas. A determinação ocorre após a denúncia de que Evandro Lesco saiu do presídio em um Corolla e acompanhado de 2 policiais para ir a uma farmácia comprar produtos de higiene pessoal.

No caso do ex-secretário de Estado de Segurança Pública, Rogers Jarbas, Orlando Perri determinou expedição de ofício para o secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Fausto Freitas, para que providencie a imediata transferência do Centro de Custódia da Capital (CCC) para a sede da Polinter, uma vez que o magistrado já se informou com o delegado-chefe daquela unidade que lá existem dependências capazes de receber o custodiado.

Conforme a decisão, a medida se faz necessária para separar Rogers Jarbas de outros presos do caso, como o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que também está preso no CCC. “A medida se patenteia indispensável para evitar que sejam mantidos juntos 2 investigados detidos na mesma operação policial, facilitando, com isso, o contato entre eles, e, de consequência, a probabilidade de ajustarem suas versões ou de criarem álibis no intuito de prejudicar as investigações policiais”, disse Perri.

Por fim, o segundo sargento PM João Ricardo Soler, acusado de instalar uma microcâmera espiã na farda do tenente-coronel José Henrique Costa Soares, escrivão do inquérito policial militar (IPM) sobre os grampos ilegais, para gravar Orlando Perri a mando da organização criminosa, será transferido do batalhão da Rotam para o 4º Batalhão da PM, em Várzea Grande. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

08:53 - Desembargador mantém prisão do cabo Gerson para proteger testemunhas

Terça, 20 de fevereiro de 2018

11:05 - Estado quer trocar dívida de banco americano com Banco Mundial

08:44 - Sargento chora e defende o cabo Gerson; 'Era um bom profissional' - fotos e vídeo

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

09:21 - Preso por grampos, cabo Gerson pede liberdade e aponta falta de isonomia

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

16:30 - Ministro do STJ permite que casal Lesco volte a manter contato

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

10:19 - Juiz interroga mais testemunhas contra militares envolvidos com grampos

Segunda, 12 de fevereiro de 2018

17:27 - Justiça pede intervenção federal em MT; PGE diz que pagou dívida e pedido é incabível

Sexta, 09 de fevereiro de 2018

20:03 - MP quer manutenção de prisões de militares envolvidos na grampolândia

19:29 - Defesa contesta liberdade do coronel Zaqueu por 'ter mais crimes'

13:49 - Juízes mantém cabo Gerson preso; coronel Zaqueu ganha domiciliar


// leia também

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

18:52 - Eder rebate acusação de fraude na venda de terreno de sua casa

18:04 - Empresa em que Botelho foi sócio servia apenas para receber propina, diz MPE

16:55 - Juiz afasta presidente da Câmara de Colniza que tentou cassar prefeito

15:39 - Dóia diz que recebeu ameaça ao tentar reduzir lucro da FDL

11:14 - Polícia Federal não devolve notebooks a empresa de Maggi

10:43 - Juiz pede escolta para Arcanjo deixar a cadeia

09:51 - Ex-secretário reafirma delação e consegue se livrar de tornozeleira

07:40 - Senador tem 5 dias para montar defesa em ação por desvio de renda pública

07:30 - PGR é contra pedido do Executivo para suspender devassa em R$ 170 bilhões exportados

07:20 - Empresário réu na Ararath alega insanidade mental e tem processo suspenso


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 21/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 21/02/2018
8f70e213f4be8d228fc2aa2916150244 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Preço da gasolina em MT custa o triplo do preço da refinaria




Logo_classifacil









Loja Virtual