MPE pede e Justiça decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito | Gazeta Digital

Quinta, 12 de outubro de 2017, 11h30

improbidade

MPE pede e Justiça decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito

Cristina Gomes, repórter MP/MT


Divulgação

Ex-prefeito Adalberto Navair Diamante

A Justiça acatou pedido liminar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e decretou a indisponibilidade de bens do ex-prefeito do município de Marcelândia, Adalberto Navair Diamante, até o montante de R$ 326,476 mil. Ele é acusado de improbidade administrativa por ter retido no fim de sua gestão valores de empréstimos consignados dos servidores públicos municipais e não ter repassado o dinheiro às instituições bancárias credoras.

De acordo com o promotor de Justiça Matheus Pavão de Oliveira, o ex-prefeito foi intimado a prestar informações sobre o paradeiro do recurso, porém, não comprovou ter dado destinação lícita e tampouco ter devolvido aos cofres públicos os valores retidos não repassados, deixando nítido a relação entre a conduta fraudulenta e o prejuízo causado ao município.

Consta na ação, que como o desvio do dinheiro ocorreu no fim do mandado de Adalberto Navair, coube a administração seguinte arcar com o prejuízo ocasionado, indenizando as instituições financeiras credoras, fato que causou mais uma vez dano ao erário.

“É notório que tais comportamentos de administradores públicos abalam a imagem e a credibilidade do ente municipal e de toda a sociedade, incutindo a falsa ideia de que tudo é possível com o dinheiro e bens públicos, pouco importando a Lei ou a moral, disseminando um sentimento de dilapidação do patrimônio e de estímulo a falcatruas, ilegalidades, irregularidades e imoralidades”, assegurou o promotor de Justiça.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 17 de outubro de 2017

18:17 - Prefeito de Tangará da Serra é alvo de bloqueio de R$ 1 milhão em bens

Segunda, 16 de outubro de 2017

14:42 - Justiça bloqueia R$ 180 mil em bens da prefeita Luciane Bezerra

09:05 - MPE processa ex-prefeito de VG por contrato de R$ 292 mil

Terça, 10 de outubro de 2017

16:39 - TJ mantém condenação de ex-secretário por asfalto de má qualidade

13:14 - MP requer penhora de R$ 3 milhões de Jayme e Murilo Domingos

Terça, 03 de outubro de 2017

11:50 - Ralf Leite é condenado por trabalhar no mesmo gabinete que o pai na ALMT

Segunda, 02 de outubro de 2017

15:02 - MPE quer bloquear bens de ex-prefeito por não pagar conta de energia

Segunda, 25 de setembro de 2017

08:53 - TJ manda bloquear R$ 341 mil de ex-prefeito de Rondonópolis e mais 4

Quarta, 28 de junho de 2017

13:09 - Riva e Sérgio Ricardo são condenados por empregarem filha de magistrado


// leia também

Sexta, 20 de outubro de 2017

17:55 - Desembargador diz que caso de Fabris não se compara ao de Aécio

15:56 - Juíza nega prazo e diz que defesas tentam atrasar sentença

12:25 - Luiz Soares denuncia juiz que o prendeu ao CNJ e Corregedoria do TJ

Quinta, 19 de outubro de 2017

10:45 - Juiz nega extinguir processo contra ex-servidor da AL falecido

09:31 - AMM aciona Secretaria de Fazenda para garantir o repasse de ICMS

09:06 - Ministro do STF não barra senadores de MT em votação pró-Aécio

08:31 - TRF nega pedido da Assembleia para livrar deputado Fabris da cadeia

Quarta, 18 de outubro de 2017

19:14 - Controladoria Geral apura indícios de corrupção de empresas ligadas ao VLT

19:05 - STF não aprecia habeas corpus e Paulo Taques permanece preso

17:03 - Após confissão, delegados querem revogar prisão do cabo Gerson


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 21/10/2017
 
Facebook Instagram
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 21/10/2017
9616e9d5b8ccf638398140a716456075 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Procuradoria Fiscal de Cuiabá vai cobrar devedores de tributos por meio do WhatsApp




Logo_classifacil









Loja Virtual