Ministro do STJ mantém coronel Zaqueu preso | Gazeta Digital

Segunda, 04 de dezembro de 2017, 10h00

Grampolândia pantaneira

Ministro do STJ mantém coronel Zaqueu preso

Celly Silva, repórter do GD


O ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) não conheceu o habeas corpus impetrado pela defesa do ex-comandante da Polícia Militar, coronel Zaqueu Barbosa, mantendo, desta forma, a prisão preventiva que já dura quase 7 meses.

Chico Ferreira

Zaqueu Barbosa

A decisão foi proferida na última sexta-feira (1º), mas o inteiro teor ainda não foi publicado. O HC aguardava análise desde o final de outubro, conforme busca processual no site do STJ.

Conforme o Gazeta Digital vem noticiando, o coronel Zaqueu já teve diversos pedidos de liberdade negados tanto na Justiça estadual, quando no STJ e no supremo Tribunal Federal (STF), sendo, juntamente com o cabo PM Gerson Luiz Ferreira Corrêa Júnior, o investigado no caso das interceptações telefônicas ilegais que mais tempo passou na cadeia.

Leia também - Coronel Zaqueu Barbosa é esquecido na prisão

Desembargador nega soltura ao coronel Zaqueu Barbosa

STJ nega liberdade ao coronel Zaqueu, ex-comandante da PM

STF mantém prisão de ex-comandante da PM por causa de grampos

Após a primeira fase das apurações, houve a queda de secretários de Estado e membros do alto escalão da Polícia Militar, que foram presos e exonerados de seus cargos. Dentre esses alvos estão os coronéis Evandro Ferraz Lesco (Casa Militar), Airton Siqueira (Justiça e Direitos Humanos), o delegado Rogers Jarbas (Segurança Pública), o advogado Paulo Taques (Casa Civil), entre outros, acusados ou de participar diretamente da chamada “grampolândia pantaneira” ou de atuar em um esquema para obstruir a justiça. Nos casos de Paulo Taques e Evandro Lesco, por exemplo, ambos chegaram a ser presos duas vezes.

Grampos ilegais – Conforme denunciado pelo promotor de Justiça Mauro Zaque, o esquema de interceptações clandestinas na modalidade "barriga de aluguel" foi denunciado em 2015 por ele e pelo seu então adjunto na Secretaria de Estado de Segurança Pública Fábio Galindo ao governador Pedro Taques (PSDB). No entanto, nada teria sido feito por parte do gestor. Em maio deste ano, o caso foi à tona por meio de uma reportagem exibida no programa Fantástico.

Alan Cosme/Hipernotícias

Cabo Gerson Ferreira

O coronel Zaqueu é apontado como o responsável pelas escutas, que teriam iniciado em 2014, ano eleitoral. Ele teria assinado os pedidos de interceptações que foram autorizadas pelo Juízo da Comarca de Cáceres, para investigar uma quadrilha de tráfico de drogas, mas que também grampeou pessoas que nada tinham a ver com o crime, como médicos, políticos, jornalista, entre outros adversários políticos da atual gestão.

Leia também - Investigados por grampos temem delação do coronel Zaqueu

O cabo Gerson Ferreira teria sido o operador das escutas, usando seu conhecimento adquirido junto ao Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), onde atuou no setor de inteligência.

Conforme os autos, o esquema de grampos clandestinos, feito por alguns policiais militares, tinha "a finalidade de espionagem política, escuta de advogados no exercício de sua função, jornalistas – cujo sigilo da fonte é constitucional, desembargadores, deputados – com foro de prerrogativa, médicos – cuja relação com o paciente também é sigilosa, inclusive de 'amantes' de poderosos”. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 17 de janeiro de 2018

17:26 - Governador Taques busca liberação de R$ 100 milhões para a saúde

Terça, 16 de janeiro de 2018

16:44 - Silval detona Taques e diz que fechou gestão com pagamentos em dia

Sábado, 13 de janeiro de 2018

09:15 - Novo sistema de transporte intermunicipal deverá incrementar turismo

Sexta, 12 de janeiro de 2018

13:20 - Taques rebate sindicalistas e afirma que honrou com reajuste dos servidores

07:30 - Taques veta projeto que obrigava prestação de contas sobre renúncias fiscais

Quinta, 11 de janeiro de 2018

11:01 - Estado publica edital de concessão de 533 km e terá leilão na bolsa

10:46 - Governo de MT quita salários de todos os servidores nesta quinta-feira

08:30 - Fávaro veta projeto que altera regras fundiárias

Quarta, 10 de janeiro de 2018

18:36 - Sintep não faz acordo com Taques por atraso salarial

17:45 - Servidores de 37 órgãos e secretarias recebem nesta quarta-feira - veja lista


// leia também

Terça, 16 de janeiro de 2018

10:32 - Justiça anula primeira matrícula de imóvel em ação bilionária em Sorriso

Segunda, 15 de janeiro de 2018

14:30 - Silval Barbosa diz que se arrepende e está se retratando

12:43 - Falta de CNH não presume culpa de condutor em acidente, decide TJ

12:30 - Presidentes do TRF4 e do STF discutem ameaças a desembargadores

12:00 - MPE investiga incentivos fiscais concedidos ao resort de Blairo no Manso

09:47 - Pronto-Socorro de Várzea Grande tem 60 dias para realizar adequações

Domingo, 14 de janeiro de 2018

08:15 - Saiba quem tem prioridade de tramitação processual

Sexta, 12 de janeiro de 2018

14:55 - MPE abre inquérito para investigar obras de reforma da Praça Ipiranga

11:42 - MPE apura esquema entre Silval Barbosa e a Petrobras

07:50 - MP quer obrigar Seduc a contratar auxiliares para alunos especiais


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os juízes brasileiros estão abusando das ordens de prisões preventivas?




Logo_classifacil









Loja Virtual