Ministro desmembra processo e militares serão investigados em Cuiabá | Gazeta Digital

Terça, 05 de dezembro de 2017, 10h16

Grampolândia pantaneira

Ministro desmembra processo e militares serão investigados em Cuiabá

Celly Silva, repórter do GD


O ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), desmembrou a petição que investiga o escândalo das interceptações telefônicas ilegais ocorridas no alto escalão do governo e da Polícia Militar de Mato Grosso. Dessa forma, somente o governador Pedro Taques (PSDB), que foi quem pediu a avocação das apurações pelo STJ, deve continuar sendo investigado em Brasília. Antes da remessa, o caso tramitava no Tribunal de Justiça, sob relatoria do desembargador Orlando Perri.

Leia também - STJ autoriza inquérito para investigar governador Pedro Taques 

Sérgio Amaral/STJ

Ministro Mauro Campbell

A decisão, proferida no dia 29 de novembro, foi publicada nesta terça-feira (5) e atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF) anexado ao habeas corpus do coronel Zaqueu Barbosa, que está preso desde o dia 23 de maio por envolvimento nos grampos clandestinos.

Ao mesmo tempo, o ministro também determinou a imediata devolução dos autos da ação penal nº 87031/2017 ao Juízo da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, que trata de crimes militares, bem como de todos os incidentes a ela vinculados que foram listados pelo vice-procurador-geral da República Luciano Mariz Maia.

Tal lista ainda não foi obtida pelo Gazeta Digital, no entanto, por se tratar de Justiça Criminal, devem ser investigados na primeira instância, além de Zaqueu Barbosa, os coronéis Evandro Lesco (ex-secretário da Casa Militar), Airton Siqueira (ex-secretário de Justiça e Direitos Humanos), Carlos Eduardo Pinheiro da Silva (ex-corregedor da PM), Ronelson Jorge de Barros (ex-secretário-adjunto da Casa Militar), Januário Antônio Edwiges Batista (ex-comandante do 4º BPM), o cabo Gerson Luiz Ferreira Corrêa Júnior, os sargentos João Ricardo Soler e Euclides Luiz Torezan, o major Michel Ferronato.

Leia também - Desembargador manda prender 6 militare; 2 são secretários

Chefes da Sejudh, Sesp e mais 2 ex-secretários são presos por grampos

Conforme o Gazeta Digital divulgou na segunda-feira (4), Mauro Campbell não concedeu um habeas corpus impetrado por Zaqueu Barbosa, mantendo sua prisão. Na ocasião, a íntegra da decisão não havia sido disponibilizada. Com a publicação nesta terça-feira (5), o ministro explica que o não conhecimento se deu por conta do desmembramento.

“Assim, este Relator não detém mais competência para apreciar pedidos referentes ao procedimento que agora tramita na Justiça Militar da 1ª instância em Mato Grosso. Ante tudo quanto exposto, NÃO CONHEÇO do writ ora analisado”, diz trecho da decisão.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 17 de janeiro de 2018

17:26 - Governador Taques busca liberação de R$ 100 milhões para a saúde

Terça, 16 de janeiro de 2018

16:44 - Silval detona Taques e diz que fechou gestão com pagamentos em dia

Sábado, 13 de janeiro de 2018

09:15 - Novo sistema de transporte intermunicipal deverá incrementar turismo

Sexta, 12 de janeiro de 2018

13:20 - Taques rebate sindicalistas e afirma que honrou com reajuste dos servidores

07:30 - Taques veta projeto que obrigava prestação de contas sobre renúncias fiscais

Quinta, 11 de janeiro de 2018

11:01 - Estado publica edital de concessão de 533 km e terá leilão na bolsa

10:46 - Governo de MT quita salários de todos os servidores nesta quinta-feira

08:30 - Fávaro veta projeto que altera regras fundiárias

Quarta, 10 de janeiro de 2018

18:36 - Sintep não faz acordo com Taques por atraso salarial

17:45 - Servidores de 37 órgãos e secretarias recebem nesta quarta-feira - veja lista


// leia também

Quinta, 18 de janeiro de 2018

09:24 - Desembargador derruba todas as prisões de Arcanjo

Terça, 16 de janeiro de 2018

10:32 - Justiça anula primeira matrícula de imóvel em ação bilionária em Sorriso

Segunda, 15 de janeiro de 2018

14:30 - Silval Barbosa diz que se arrepende e está se retratando

12:43 - Falta de CNH não presume culpa de condutor em acidente, decide TJ

12:30 - Presidentes do TRF4 e do STF discutem ameaças a desembargadores

12:00 - MPE investiga incentivos fiscais concedidos ao resort de Blairo no Manso

09:47 - Pronto-Socorro de Várzea Grande tem 60 dias para realizar adequações

Domingo, 14 de janeiro de 2018

08:15 - Saiba quem tem prioridade de tramitação processual

Sexta, 12 de janeiro de 2018

14:55 - MPE abre inquérito para investigar obras de reforma da Praça Ipiranga

11:42 - MPE apura esquema entre Silval Barbosa e a Petrobras


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os juízes brasileiros estão abusando das ordens de prisões preventivas?




Logo_classifacil









Loja Virtual