Juiz condena ex-servidora envolvida na máfia do fisco a 5 anos de prisão | Gazeta Digital

Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 16h25

POLÍTICA DE MT

Juiz condena ex-servidora envolvida na máfia do fisco a 5 anos de prisão

Celly Silva, repórter do GD


O juiz Marcos Faleiros da Silva, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, condenou a ex-servidora da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), Leda Regina de Moraes Rodrigues, a 5 anos, 5 meses e 10 dias de prisão e 90 dias-multa no valor de um salário mínimo cada. A pena será cumprida em regime semiaberto, mas ela poderá aguardar o trânsito em julgado da sentença em liberdade.

Na decisão, que foi publicada nesta segunda-feira (5), o magistrado também decretou a perda da função pública de Leda, que foi condenada pela prática de crimes contra a ordem tributária, ao fraudar a fiscalização tributária do Estado, reduzindo os valores de impostos que deveriam ser recolhidos.

Tony Ribeiro/F5

Juiz Marcos Faleiros

Por conta do mesmo esquema, também foi condenado o técnico em Contabilidade Jaime Osvair Coati a 3 anos e 6 meses de prisão e 90 dias-multa no valor de um salário mínimo cada. A pena será cumprida em regime semiaberto, ou seja, em liberdade condicionada até o trânsito em julgado.

Leia também - Ex-servidores da Sefaz são condenados a 6 anos de prisão

Leda Regina e Jaime Coati ainda foram condenados ao pagamento das custas e despesas processuais de forma retroativa.

Na mesma sentença, o juiz Marcos Faleiros ainda absolveu os ex-servidores da Sefaz Eliete Dias Maria Ferreira Modesto, Carlos Marino Soares e Luiz Claro de Melo, extinguindo a punibilidade pela acusação de deixar de recolher tributos.

O caso - A ação penal foi movida em 2006, pelo Ministério Público Estadual (MPE), que denunciou um esquema formado por servidores da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), gerando danos ao erário. A ação criminosa consistia em burlar a fiscalização tributária concedendo benefícios fiscais irregulares a empresas.

A fraude dessa concessão estava no fato dos beneficiados não preencherem os requisitos legais, estabelecendo um esquema que possibilitou, aos empresários, a prática das mais variadas fraudes, suprimindo ou reduzindo os valores de ICMS devidos, sem que sofressem sanções por parte dos servidores fazendários.  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 28 de novembro de 2017

15:37 - Ex-servidores da Sefaz são condenados a 6 anos de prisão

Sexta, 17 de novembro de 2017

14:33 - Justiça condena 4 ex-servidores da Sefaz envolvidos na 'máfia do fisco'

Terça, 29 de novembro de 2016

10:51 - Justiça suspende ação de R$ 13,740 milhões

Terça, 08 de março de 2016

13:20 - Juíza condena 3 por fraude no ICMS a favor de empresa

Quinta, 11 de julho de 2013

07:45 - Justiça condena 2 por esquema da 'Máfia do Fisco'

Sábado, 29 de abril de 2006

03:00 - Leda Regina foi exonerada mas tenta a reintegração


// leia também

Sexta, 25 de maio de 2018

18:12 - Desembargador nega liberdade a Paulo Taques e irmão presos por corrupção

11:12 - Juiz suspende por 90 dias 'expulsão' de sindicato instalado em terreno público

10:45 - Escola de Samba Mangueira e produtora terão que devolver R$ 509 mil para Cuiabá

09:54 - MPE obtém liminar que proíbe o bloqueio de estradas em Diamantino

07:57 - Weber dá 10 dias para PGR rever situação de Fagundes como réu por corrupção e lavagem

Quinta, 24 de maio de 2018

20:11 - Ministra nega HC a Mauro Savi e mantém inquérito sobre propina no Detran

17:49 - Pedido de vista adia julgamento que tenta reverter cassação de Lucimar Campos

16:12 - 'Rei do Algodão' consegue suspender leilão de fazenda de R$ 349 milhões

15:58 - Maioria vota por manter prisão de Savi, mas julgamento é adiado

15:40 - Começam as audiências em ação contra 13 réus por rombo R$ 7 milhões


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 26/05/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 26/05/2018
Ea13e1b35911b70cafc047d78e906f1b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Projeto de Lei reconhece o funk como manifestação cultural popular




Logo_classifacil









Loja Virtual