EIG demite 120 funcionários do Detran após governo atrasar salários | Gazeta Digital

Quinta, 14 de junho de 2018, 06h30

contrato suspenso

EIG demite 120 funcionários do Detran após governo atrasar salários

Pablo Rodrigo, repórter de A Gazeta


Otmar de Oliveira/reprodução

A EIG Mercados Ltda, empresa processada na ação penal oriunda da operação Bereré, e que se encontra com contrato suspenso junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), decidiu demitir 120 funcionários que atuam na autarquia. A decisão tem por base o não pagamento de salários do mês de maio dos servidores que realizam os serviços prestados pela EIG.

Desde que foi decretada a intervenção, pagamentos passaram a ser responsabilidade do Governo, mas não foram efetuados. Conforme A Gazeta apurou, a empresa decidiu quitar o salário de maio para não aumentar a dívida, mesmo após a decisão do Poder Executivo em suspender o contrato. A empresa chegou a comunicar o interventor nomeado pelo Estado, Augusto Sérgio de Sousa Cordeiro, por ofícios para saber dos atrasos dos salários desses servidores. Porém, não recebeu resposta.

Procurada pela reportagem, a EIG confirmou que estaria providenciando as demissões. Ainda alega que, com a suspensão, o órgão deixará de arrecadar algo em torno de R$ 1,5 milhão por mês.

A suspensão foi decretada pelo governo, sob o argumento de que a EIG Mercados “vem adotando postura temerária, que concorre para o risco iminente de paralisação da eficiente prestação do serviço público”.

Também foi destacado que a presença da empresa pode impedir a “boa fluência” da administração do interventor e, ainda, que o saldo encontrado na conta corrente da concessionária do serviço de gravame demonstra a “suposta falta de condição econômica” em manter a adequada prestação do serviço.

Além disso, a suspensão também segue o que determina a lei estadual nº 7.692/2002, que regula o processo administrativo no âmbito da Administração pública estadual. No artigo 61, a lei afirma que pode haver instrução de processo em caso de risco iminente, deixando o Estado apto a “adotar providências acauteladoras sem a prévia manifestação do interessado”.

Em relação a suspensão, a EIG Mercados diz que a decisão foi unilateral e sem defesa prévia. "A EIG tomará as medidas judiciais cabíveis, para apresentar as provas e restabelecer a execução do contrato.”

O Detran está sob intervenção desde o dia 3 de abril, quando o governador Pedro Taques (PSDB) assinou o decreto estipulando o prazo de 180 dias para a medida, que é decorrente da operação Bereré, deflagrada no dia 19 de fevereiro pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) e pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco).

Atualmente os donos da EIG, os empresários José Henrique Gonçalves e José Ferreira Gonçalves Neto, firmaram acordo de delação premiada junto ao Ministério Público Estadual (MPE). Mesmo assim os dois foram denunciados pelo MP por suposta participação no esquema. Ao todo foram desviados mais de R$ 30 milhões dos cofres do Detran.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 17 de agosto de 2018

18:57 - Raquel Dodge dá parecer contrário à soltura de irmãos Taques e Savi

Quarta, 15 de agosto de 2018

09:05 - STF espera por parecer para decidir sobre liberdade de Paulo Taques e Savi

Segunda, 13 de agosto de 2018

14:41 - TJ marca sessão para julgar Savi e Paulo Taques na Bereré

Sexta, 10 de agosto de 2018

11:31 - Juiz mantém intervenção em contrato da EIG Mercados com Detran

10:10 - Raquel Dodge pede que ministro mande Kobori de volta para a cadeia

07:10 - Pré-candidatura de Savi não foi suficiente para tirá-lo da prisão

Terça, 07 de agosto de 2018

18:15 - Ministra do STJ nega novo pedido e mantém prisão de Savi

Sexta, 03 de agosto de 2018

18:03 - DEM rejeita registro de candidatura de Mauro Savi preso há 3 meses

Quarta, 01 de agosto de 2018

09:50 - Ministro nega liberdade a Mauro Savi, que pede reconsideração

Terça, 31 de julho de 2018

15:58 - Dodge corrige parecer, isenta 3 deputados e defende prisão de Savi


// leia também

Sexta, 17 de agosto de 2018

16:21 - TRE nega pedido de Mendes para exonerar 20 assessores do governo

15:02 - Processo de deputado por agressão a jornalista será julgado na 1ª instância

13:26 - Justiça torna réu coronel que pressionava policiais a fazer sexo com ele

11:53 - TJ condena militar por estupro de vulnerável, roubo, sequestro e cárcere privado

11:46 - Selma Arruda consegue autorização judicial para acessar dados de pesquisa

09:54 - Justiça condena Juca do Guaraná a retirar gabinete itinerante de circulação

Quinta, 16 de agosto de 2018

19:50 - Justiça concede prisão domiciliar a empresário acusado sonegar ICMS

18:38 - Conenge Construção entra em recuperação judicial com dívida de R$ 11 mi

16:34 - Juíza manda Taques retirar vídeo considerado como propaganda ilegal

16:22 - TJ abre concurso para juiz com salário de R$ 23 mil e 9 vagas


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Sexta, 17/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 17/08/2018
3530ffce5712a5fc35d6534a46b49165 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Conhecer o patrimônio financeiro dos candidatos é importante?




Logo_classifacil









Loja Virtual