Mendes vai recorrer contra anulação de leilão de mineradora | Gazeta Digital

Quarta, 11 de julho de 2018, 14h25

extração de ouro

Mendes vai recorrer contra anulação de leilão de mineradora

Celly Silva, repórter do GD


Após tomar conhecimento da anulação do leilão em que adquiriu a empresa Minérios Salomão, o ex-prefeito de Cuiabá e pré-candidato ao governo do Estado, Mauro Mendes (DEM), anunciou que irá recorrer da sentença proferida pela juíza Eleonora Alves Lacerda, da 5ª Vara do Trabalho de Cuiabá, junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT 23). Informa que, se preciso, irá até o Tribunal Superior do Trabalho (TST) contra a decisão, divulgada nesta quarta-feira (11) pelo Gazeta Digital. A defesa de Mendes já impetrou embargos de declaração para que a magistrada reveja sua posição.

João Vieira

Mauro Mendes

De acordo com nota emitida pelo advogado do político, Leonardo da Silva Cruz, a decisão da Justiça trabalhista em nada prejudica Mauro Mendes e seus sócios na Mineração Casa de Pedra Ltda, que funciona na região do Coxipó do Ouro, na extração de ouro. Conforme a defesa, a sentença apenas anulou o leilão e manteve a mineradora com a empresa Minérios Salomão, impedindo nova adjudicação.

Leia também - Justiça anula leilão de mineradora adquirida por Mauro Mendes

O advogado explica que o sócio de Mendes, Valdiney Souza comprou 75% da Minérios Salomão, em 2011. Em setembro de 2012, ambos compraram a empresa integralmente. Por conta disso, o efeito prático da anulação do leilão é o retorno da mineradora à posse da Minérios Salomão e, consequentemente, o bem continua sendo de propriedade da empresa de Mauro Mendes e Valdiney Souza.

Apesar disso, o recurso será impetrado porque Mauro Mendes entende que a decisão da juíza trabalhista não analisou corretamente as nulidades processuais cometidas pela autora da ação, a IDEPP Desenvolvimento de Projetos Ltda, uma das participantes do leilão do Minérios Salomão, que segundo a defesa do político, é uma empresa inexistente, já que não possui sede física no endereço informado.

Leia também - Juiz interroga Mauro Mendes sobre fraude em licitação de mineradora

A defesa reforçou ainda que não houve qualquer ilegalidade no processo e que os fatos não possuem qualquer relação com o exercício de Mauro Mendes como prefeito de Cuiabá.

Confira a nota na íntegra:

NOTA À IMPRENSA

Em relação à sentença proferida pela juíza Eleonora Alves Lacerda, da Justiça do Trabalho, a defesa de Mauro Mendes esclarece que:

1) A decisão não gera nenhum prejuízo a Mauro Mendes e aos atuais sócios da Mineração Casa de Pedra Ltda, uma vez que a sentença apenas anulou o leilão e manteve a mineradora com a empresa Minérios Salomão, impedindo nova adjudicação.

2) A empresa Minérios Salomão foi parcialmente adquirida por Valdiney Souza em 2011 (75%) e comprada em definitivo pelos dois em 09/2012. Logo, o efeito prático da anulação do leilão é o retorno da mineradora à posse da Minérios Salomão e, consequentemente, o bem continua sendo de propriedade da empresa de Mauro Mendes e Valdiney Souza.

3) Mesmo assim, por considerar que a decisão não enfrentou corretamente as graves nulidades processuais cometidas pela autora IDEPP, que sequer possui sede física no endereço informado (empresa inexistente), a defesa noticia que já opôs recurso de Embargos de Declaração, irá recorrer da sentença ao Tribunal Regional do Trabalho e, se necessário, recorrerá também ao Tribunal Superior do Trabalho.

4) A defesa reitera que não houve a ocorrência de qualquer ato ilegal ou imoral no decorrer do processo e que os fatos não possuem qualquer relação com o exercício de Mauro Mendes como prefeito de Cuiabá, que sequer foi parte do processo.

Cuiabá, 11 de julho de 2018

Leonardo da Silva Cruz
Advogado 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 11 de julho de 2018

16:05 - Mendes nega fraude em leilão e diz que processos não atrapalham campanha - veja vídeos

13:00 - Juiz interroga Mauro Mendes sobre fraude em leilão de mineradora

10:43 - Justiça anula leilão de mineradora adquirida por Mauro Mendes

Quinta, 05 de julho de 2018

19:42 - Mauro Mendes decide marcar território

Quarta, 27 de junho de 2018

17:00 - Juiz penhora bens de Mauro Mendes por dívida com posto de combustível

Segunda, 04 de junho de 2018

09:52 - Juiz nega sindicância para apurar vazamentos em processo contra Mauro Mendes

Segunda, 30 de abril de 2018

09:24 - Juíza processada em ação com Mendes garante bloqueio de R$ 300 mil

Sexta, 20 de abril de 2018

08:31 - Mauro Mendes sofre bloqueio de R$ 300 mil em ação por fraude em leilão

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

10:00 - Mendes diz que 'sumiu' para cuidar da empresa em recuperação e da família

Quinta, 08 de fevereiro de 2018

12:16 - Ex-prefeito Mauro Mendes detona gestão de Pedro Taques


// leia também

Terça, 17 de julho de 2018

15:57 - Com dívidas de R$ 48 milhões, Grupo Engeglobal entra em recuperação

13:37 - Policial que matou adolescente por engano é liberado da prisão

09:42 - Desembargador arquiva queixa-crime de Wellington Fagundes contra Wilson Santos

Segunda, 16 de julho de 2018

19:26 - Juiz manda Taques retirar publicidade em seu Instagram em 3 dias

16:01 - Ministra nega HC a ex-servidor da Seduc acusado de ameaçar Permínio

15:10 - Juiz manda Estado garantir incentivo fiscal concedido à cervejaria

15:08 - Juiz confirma recebimento de denúncia contra ex-presidente do MT Saúde

14:13 - João Emanuel e filho de desembargador são condenados por desvios na Câmara

12:06 - Juiz condena ex-servidores da Sefaz por fraudes de R$ 2,1 milhões

Sábado, 14 de julho de 2018

08:30 - Juiz Jorge Tadeu remarca audiências contra réus por fraude de R$ 7 milhões


 veja mais
Cuiabá, Terça, 17/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Terça, 17/07/2018
B3fcf61667c84b61119bf5837cdaaf38 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

A apreensão de material do jogo do bicho e a liberdade de Arcanjo têm alguma ligação?




Logo_classifacil









Loja Virtual