Desembargadores trocam ofensas durante julgamento de PAD contra juiz - veja vídeo | Gazeta Digital

Sexta, 10 de agosto de 2018, 13h40

aposentadoria compulsória

Desembargadores trocam ofensas durante julgamento de PAD contra juiz - veja vídeo

Arthur Santos da Silva, repórter do GD


Discussão entre os desembargadores Orlando de Almeida Perri e Maria Helena Póvoas marcou a sessão do Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) que retomou o julgamento do processo disciplinar contra o juiz Flávio Miraglia Fernandes, nesta quinta-feira (9). Ofensas foram proferidas de ambos os lados.

Chico Ferreira

Perri leu durante mais de 6 horas voto que inocenta o magistrado. Maria Helena defende a condenação e aposentadoria compulsória.

Leia também - TJ adia novamente julgamento contra o juiz Flávio Miraglia

Durante voto de Perri, a desembargadora questionou o recebimento de R$ 300 mil por parte de advogados que atuavam no processo relatado por Miráglia.

O desembargador respondeu com rigidez. “Eu estou analisando item por item da portaria. Vossa excelência está falando de irregularidades que não constam nestes autos”.

Perri complementou com palavras agressivas. “Vossa excelência está julgando pelo ladrar dos cães das ruas que habitam os becos e os esgotos. Eu não julgo pelo disse e me disse. Tem que ter provas.

Maria Helena rebateu com um pouco mais de sutileza, tentando reestabelecer a calma na sessão. Ela afirmou ainda que todos os fatos do processo “são nebulosos”.

Divulgação/TRE

Perri retrucou que a dúvida sempre é favorável ao réu e questionou se o julgamento estava ocorrendo na Venezuela.

Confira o vídeo ao final da matéria.

Votação

O julgamento que pode resultar na aposentadoria compulsória de Miraglia já conta com 13 votos nesse sentido. São 7 votos pela absolvição.

O caso

Processo Administrativo Disciplinar contra Miraglia foi instaurado com a finalidade de apurar indícios de desvio de conduta funcional do magistrado. Há nos autos dois grupos de irregularidades. “Faltas e irregularidades no âmbito administrativo da Primeira Vara Cível da Comarca, uma vez que o Magistrado era o gestor da unidade judiciária” e “falhas e irregularidades ocorridas no âmbito judicial”.

No 1º grupo de irregularidades está o suposto acúmulo de mais de 10 mil cartas precatórias com atraso no seu devido cumprimento; falta de controle dos mandados distribuídos; não lançamento das decisões judiciais no sistema Apolo; discrepância entre os processos físicos e virtuais; existência de cartas precatórias outrora já cumpridas, mas pendentes de devolução; existência de inúmeras outras falhas, falta descontrole de prazos, processos movimentados de forma incorreta, demonstrando falta de gestão adequada.

Quanto ao segundo grupo, estão irregularidades na condução da ação de falência da empresa Cotton King, do ramo têxtil.

                Assista ao vídeo:

               

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 09 de agosto de 2018

16:59 - TJ adia novamente julgamento contra o juiz Flávio Miraglia

Quinta, 14 de junho de 2018

16:03 - TJ volta adiar julgamento contra o juiz Flávio Miraglia

Quarta, 07 de março de 2018

09:05 - Tribunal julga sindicância contra Selma e juiz acusado de fraudar processo

Quinta, 14 de dezembro de 2017

17:35 - Oito desembargadores votam pela aposentadoria compulsória de juiz

Sexta, 27 de outubro de 2017

11:11 - Cinco desembargadores votam para condenar juiz, mas julgamento é adiado

Quinta, 13 de julho de 2017

14:48 - Juiz suspeito de vender sentenças é intimado a se defender em PAD

Segunda, 12 de setembro de 2016

16:06 - Presidente do TJ instaura PAD contra juiz Flávio Miraglia

Quinta, 12 de maio de 2016

15:37 - TJ instaura PAD, mas não afasta juiz Flávio Miraglia

Quinta, 28 de abril de 2016

14:38 - 16 magistrados votam para afastar juiz Flávio Miraglia


// leia também

Quarta, 15 de agosto de 2018

15:55 - MPF instaura inquérito para apurar atraso de repasse da saúde na gestão Taques

15:24 - Juiz impede Taques de fazer propaganda do 'Pró-família' durante campanha

13:36 - STF mantém apreensão para recuperar mensagens em celular de Maggi

13:06 - PF repassa 9 depoimentos em investigação contra Ezequiel Fonseca

10:48 - MP denuncia Dr. Bumbum e mais 3 por homicídio após morte de bancária

10:10 - José Medeiros consegue liminar no TSE e continua senador

09:05 - STF espera por parecer para decidir sobre liberdade de Paulo Taques e Savi

Terça, 14 de agosto de 2018

19:47 - MP denuncia tenente-coronel acusado de pressionar PMs a fazer sexo com ele

09:39 - Juiz mantém publicação de pesquisa favorável a Wilson Santos

Segunda, 13 de agosto de 2018

18:13 - Ex-vereador é condenado por tentar comprar sentença a favor de traficantes


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quarta, 15/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 15/08/2018
Dcb362fa6df370b7d120182d5bfb19db anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre os debates com candidatos na TV e rádio?




Logo_classifacil









Loja Virtual