Especialista ensina o que é verdade e o que é mentira sobre esta dieta | Gazeta Digital

Sexta, 10 de novembro de 2017, 14h21

Alimentação Cetogênica

Especialista ensina o que é verdade e o que é mentira sobre esta dieta

Thaise Xavier, redação Sigma Six


Transformada em assunto do momento, a “dieta Cetogênica” ganha cada vez mais adeptos. Segundo Rodrigo Polesso, que é Especialista em Nutrição Otimizada para Saúde e Bem-Estar pela Universidade Estadual de San Diego, Califórnia, trata-se de uma forma de se alimentar repleta de benefícios e vantagens.

Divulgação

No entanto, ele alerta para que seja abandonado o conceito de “dieta temporária”. “Muitas pessoas pensam em passar alguns dias ou semanas com uma alimentação específica, e depois ‘voltar ao normal’, mas o ideal é utilizar o conceito de alimentação e estilo de vida”, explica.

Mesmo assim, a chamada dieta Cetogênica é cercada de mitos e informações confusas. Por isso, Polesso lista 3 mitos e 3 verdades sobre o estilo de vida – e explica por que é possível emagrecer com base nessa alimentação.

Mito 1: Dieta Cetogênica exige consumo zero de carboidrato
Segundo o especialista, a ideia do consumo de carboidratos no nível zero é praticamente impossível. "Seguir uma dieta Cetogênica significa reduzir bastante o índice de carboidratos, mas as verduras e legumes terão alguma quantidade deles”, explica. Caso o modelo de alimentação seja seguido à risca, serão consumidos cerca de 20 gramas de carboidratos por dia. “Isso já vai ser o suficiente para que o corpo entre em estado de cetose”. Ele explica que o que chamamos de cetose é o momento em que o corpo começa a consumir os ácidos graxos, ou seja, a gordura do corpo como fonte de energia, devido à ausência de carboidratos.

Mito 2: Basta comer apenas proteínas
Na verdade, segundo Polesso, as pessoas não devem ter um consumo exagerado de proteínas. O excesso de proteína pode ser convertido em glicose pelo corpo”, explica. Apesar de exigir uma presença grande de carnes, ovos, peixes, laticínios integrais e frutos do mar, a dieta Cetogênica também conta com a presença de alimentos como legumes de baixo índice glicêmico, folhas, nozes e castanhas, manteiga, gorduras de boa qualidade (como óleo de coco e azeite de oliva), frutas de baixo índice glicêmico em moderação (como mirtilos, amora e morango), e bebidas como café e chá. “O que aumenta bastante é o consumo de gorduras saudáveis de origem animais e vegetal, um macro nutriente que, ao contrário das crenças de tanta gente, não engorda”, completa.

Mito 3: É uma dieta complexa de seguir
O especialista destaca que, na verdade, não há complexidades para seguir este tipo de alimentação. “De forma geral, basta restringir o consumo de carboidratos, alimentos industrializados e refinados, e consumir alimentos verdadeiros”, explica. Polesso também destaca que, mesmo assim, é importante ter o aval de um profissional. “Acredito que toda pessoa, antes de fazer grandes mudanças alimentares, deva consultar um profissional de sua confiança”.

Ainda assim, o especialista alerta que existe uma desvantagem importante que torna a dieta Cetogênica mais desafiadora: as substâncias comestíveis que encontramos no supermercado. “É desafiador ficar imune a tudo isso e limitar a alimentação, mas com esforço é possível, e depois de um tempo você sente o quanto faz mal consumir produtos industrializados”.

Verdade 1: Qualquer um pode fazer
Não há qualquer tipo de restrição quanto à dieta Cetogênica. “As pessoas que mais se beneficiariam deste estilo alimentar são aquelas que visam perda acelerada de peso, diabéticos e pessoas que sofrem de problemas relacionados a síndrome metabólica”, resume Polesso, destacando sempre a importância do acompanhamento médico, especialmente no caso dessas doenças.

Verdade 2: É preciso esperar o corpo “se acostumar”
É importante levar em consideração que o corpo precisa de um período de adaptação quando mudanças bruscas são feitas na dieta. “Muita gente que muda a dieta de repente precisa saber que nas duas semanas seguintes o corpo pode sofrer alguns efeitos depois de tantos anos acostumado a consumir tanto açúcar”, explica. Polesso compara a situação com a abstinência que fumantes sentem quando param de fumar, por exemplo, que exige um tempo para que o corpo comece a se sentir melhor. “Se você não se sentir com energia e disposição no começo, saiba que em breve seu corpo vai se acostumar e se sentir melhor”, completa.

Verdade 3: Não existe risco de ter cetoacidose
Polesso conta que o excesso de corpos cetônicos é eliminado na urina, ao contrário do que muitos pregam, e o excesso que causaria a chamada cetoacidose não é causado pela alimentação. “Alguns desses corpos cetônicos que não foram utilizados são liberados na urina”, completa, reforçando que não é preciso ter medo da produção destes elementos. “O conceito da dieta Cetogênica é antigo e comprovado pela ciência”. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 14 de outubro de 2017

09:33 - 'Quentinhas' saudáveis surgem como opção segura, nutritiva e econômica

Quinta, 05 de outubro de 2017

10:13 - Um 'cardápio' de atrações para todos os gostos

Quinta, 28 de setembro de 2017

15:36 - Livro reúne 85 receitas doces, das mais simples às mais complexas

Quinta, 21 de setembro de 2017

10:19 - Grandes sucessos se instalam em um só ponto

Quinta, 14 de setembro de 2017

10:05 - Confira 7 pratos para montar um cardápio da semana bem saudável

Quinta, 07 de setembro de 2017

10:06 - Um só endereço, várias opções gastronômicas

Quinta, 31 de agosto de 2017

10:05 - Kenshi e Japidinho, cozinha oriental em Cuiabá

Quinta, 24 de agosto de 2017

10:05 - Gostosuras que refrescam e ainda alimentam

Quinta, 17 de agosto de 2017

10:05 - Hamburguerias ganham em sabor e imaginação

Quinta, 10 de agosto de 2017

10:05 - Delícias de dar água na boca e encher os olhos


// leia também

Quinta, 03 de agosto de 2017

10:05 - Um pouco da 'terrinha' em forma de bacalhau

Quinta, 27 de julho de 2017

10:03 - Sinal verde quando o prato traz a melhor carne

Quinta, 20 de julho de 2017

10:00 - Aos devotos de pizza, 'buon appetito' em Cuiabá

Quinta, 13 de julho de 2017

11:33 - Comida de buteco em 4 temperos na noite cuiabana

Terça, 13 de junho de 2017

10:00 - Viva a cozinha de São Benedito

Sexta, 09 de junho de 2017

11:05 - Tempo frio abre temporada de caldos; veja sugestão de receita usando feijão

Sábado, 27 de maio de 2017

08:14 - 4 comidinhas para receber seus amigos no inverno

Domingo, 14 de maio de 2017

07:30 - Confira sugestões para um almoço especial para as mães

Domingo, 23 de abril de 2017

06:34 - Milho pode ser consumido de diversas maneiras; veja sugestões de receitas

Terça, 18 de abril de 2017

07:10 - Instituições e restaurantes marcam presença na FIT Pantanal em Cuiabá


 ver todas as notícias
Cuiabá, Segunda, 20/11/2017
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 20/11/2017
C4f32a23995d24db0f5269f57ef9b491 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que você vai fazer com o 13º salário?




Logo_classifacil









Loja Virtual