Chefes da Sejudh, Sesp e mais 2 ex-secretários são presos por grampos | Gazeta Digital

Quarta, 27 de setembro de 2017, 07h10

veja a lista

Chefes da Sejudh, Sesp e mais 2 ex-secretários são presos por grampos

Janaiara Soares, repórter do GD


A Gazeta

Rogers (segurança), Siqueira (Justiça), Taques (ex-Casa Civil) e Lesco (ex-Casa Militar)

Atualizada às 11h - A Polícia Civil deflagrou operação na manhã desta quarta-feira (27) para cumprir 8 mandados de prisões contra envolvidos no esquema de grampos em Mato Grosso. Entre os presos está o coronel Airton Benedito Siqueira Júnior, secretário de Justiça e Direitos Humanos. Também foram presos o ex-chefe da Casa Militar, Evandro Lesco e o ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso também decretou as prisões do secretário afastado de Estado de Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas, que na semana passada já havia sido alvo de mandado judicial que o afastou do cargo e impôs o uso de tornozeleira eletrônica.

João Vieira

Viatura chegando ao Fórum de Cuiabá com 2 pessoas presas na operçaão

Outros presos são o sargento João Ricardo Soler, o major Michel Ferronato, ambos da Polícia Militar, e o empresário José Marilson da Silva, dono da Simples Ypê e a personal trainer, Helen Christy Carvalho Dias Lesco, esposa de Evandro Lesco.

Operação Esdras busca ainda cumprir também 1 ordem de condução coercitiva e 16 mandados de busca e apreensão. As prisões e buscas foram requeridas pela delegada da Polícia Civil, Ana Cristina Feldner, responsável pelo inquérito que investiga o esquema das escutas telefônicas clandestinas no âmbito da Polícia Civil. No Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT), que autoriza as investigações e medidas judiciais, o responsável é o desembargador Orlando de Almeida Perri.

Contra os presos pesa a acusação de tentarem atrapalhar as investigações sobre o esquema de escutas telefônicas ilegais na modalidade "barriga de aluguel" que era operado por um núcleo a Polícia Militar tendo como vítima dos grampos políticos de oposição ao atual governo, empresários, servidores públicos, médicos, jornalistas e até um desembargador aposentado.

Os presos foram encaminhados para o Fórum de Cuiabá onde vão passar por audiência de custódia antes de serem encaminhados para unidades prisionais da Capital. 

Veja lista dos presos

 Airton Benedito Siqueira Junior - Secretário de Justiça e Diretos Humanos
Rogers Elizandro Jarbas – Secretário Segurança Pública (já estava afastado do cargo há 7 dias)
Evandro Alexandre Ferraz Lesco – coronel da PM e ex-secretário da Casa Militar (exonerado do cargo de secretário por causa do esquema dos grampos)
Paulo César Zammar Taques – Advogado, primo do governador Pedro Taques e ex-secretário da Casa Civil (deixou a Casa Civil em maio quando o esquema do grampos foi denunciado por Mauro Zaque, ex-secretário de Segurança e promotor de Justiça)
José Marilson da Silva - empresário
Helen Christy Carvalho Dias Lesco – Personal trainer e esposa do coronel Evandro Lesco
João Ricardo Soler – Sargento da Polícia Militar
Michel Ferronato - Major da Polícia Militar

Condução coercitiva 
Carlos Eduardo Pinheiro da Silva – coronel e corregedor da Polícia Militar

(Colaboração de Izabel Barrizon e Keka Werneck)

Mais informações em instantes

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 12 de dezembro de 2017

09:44 - Ministro nega autorização para major viajar a Portugal

Segunda, 11 de dezembro de 2017

12:30 - STF deixa Siqueira 'ficar' com a esposa delegada

10:55 - Taques confirma pagamento de salários nesta segunda-feira

Quinta, 07 de dezembro de 2017

11:10 - LOA entra em pauta, mas votação é adiada por pedido de vista

Quarta, 06 de dezembro de 2017

12:41 - Relator da LOA aponta recurso irrisório para Defensoria e cobra mais investimento

11:47 - STJ deixa major ficar junto com a esposa servidora pública

Terça, 05 de dezembro de 2017

16:35 - Corregedoria do MP arquiva denúncia contra promotor Mauro Zaque

16:28 - Governo recebe dívida da Conab e efetua repasses de R$ 164,5 milhões

14:17 - STJ impede viagem de coronel e esposa ao Chile para passar férias

12:05 - Ministro autoriza Rogers a apresentar trabalho na Acadepol


// leia também

Quarta, 13 de dezembro de 2017

18:46 - Prefeito se reúne com ministro e quer liberação de R$ 132 milhões para Cuiabá

17:51 - Senado aprova FEX e MT deve receber R$ 496 milhões da União

15:04 - Após reclamação, prefeito apresenta substitutivo da LOA

14:33 - Naco investiga Mauro Savi por suposta corrupção no Detran

12:42 - Riva depõe após Eder afirmar que ele teve participação nas cartas de crédito

Terça, 12 de dezembro de 2017

19:32 - Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos

19:02 - Deputados aprovam orçamento de R$ 20,3 bilhões para o Estado

16:50 - TCE dá 15 dias para Emanuel explicar falta de pagamento à empresa

16:01 - Comissão no Senado aprova liberação de quase R$ 500 mi do FEX para MT

14:04 - Recriação da SEC 300 é aprovada na Câmara


 veja mais
Cuiabá, Quarta, 13/12/2017
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 13/12/2017
4d4ff3f31814f4dd069405738f837313 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Vereadores de Cuiabá criaram o 13º salário para si mesmos




Logo_classifacil









Loja Virtual