Chefes da Sejudh, Sesp e mais 2 ex-secretários são presos por grampos | Gazeta Digital

Quarta, 27 de setembro de 2017, 07h10

veja a lista

Chefes da Sejudh, Sesp e mais 2 ex-secretários são presos por grampos

Janaiara Soares, repórter do GD


A Gazeta

Rogers (segurança), Siqueira (Justiça), Taques (ex-Casa Civil) e Lesco (ex-Casa Militar)

Atualizada às 11h - A Polícia Civil deflagrou operação na manhã desta quarta-feira (27) para cumprir 8 mandados de prisões contra envolvidos no esquema de grampos em Mato Grosso. Entre os presos está o coronel Airton Benedito Siqueira Júnior, secretário de Justiça e Direitos Humanos. Também foram presos o ex-chefe da Casa Militar, Evandro Lesco e o ex-secretário chefe da Casa Civil, Paulo Taques.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso também decretou as prisões do secretário afastado de Estado de Segurança Pública (Sesp), Rogers Jarbas, que na semana passada já havia sido alvo de mandado judicial que o afastou do cargo e impôs o uso de tornozeleira eletrônica.

João Vieira

Viatura chegando ao Fórum de Cuiabá com 2 pessoas presas na operçaão

Outros presos são o sargento João Ricardo Soler, o major Michel Ferronato, ambos da Polícia Militar, e o empresário José Marilson da Silva, dono da Simples Ypê e a personal trainer, Helen Christy Carvalho Dias Lesco, esposa de Evandro Lesco.

Operação Esdras busca ainda cumprir também 1 ordem de condução coercitiva e 16 mandados de busca e apreensão. As prisões e buscas foram requeridas pela delegada da Polícia Civil, Ana Cristina Feldner, responsável pelo inquérito que investiga o esquema das escutas telefônicas clandestinas no âmbito da Polícia Civil. No Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ/MT), que autoriza as investigações e medidas judiciais, o responsável é o desembargador Orlando de Almeida Perri.

Contra os presos pesa a acusação de tentarem atrapalhar as investigações sobre o esquema de escutas telefônicas ilegais na modalidade "barriga de aluguel" que era operado por um núcleo a Polícia Militar tendo como vítima dos grampos políticos de oposição ao atual governo, empresários, servidores públicos, médicos, jornalistas e até um desembargador aposentado.

Os presos foram encaminhados para o Fórum de Cuiabá onde vão passar por audiência de custódia antes de serem encaminhados para unidades prisionais da Capital. 

Veja lista dos presos

 Airton Benedito Siqueira Junior - Secretário de Justiça e Diretos Humanos
Rogers Elizandro Jarbas – Secretário Segurança Pública (já estava afastado do cargo há 7 dias)
Evandro Alexandre Ferraz Lesco – coronel da PM e ex-secretário da Casa Militar (exonerado do cargo de secretário por causa do esquema dos grampos)
Paulo César Zammar Taques – Advogado, primo do governador Pedro Taques e ex-secretário da Casa Civil (deixou a Casa Civil em maio quando o esquema do grampos foi denunciado por Mauro Zaque, ex-secretário de Segurança e promotor de Justiça)
José Marilson da Silva - empresário
Helen Christy Carvalho Dias Lesco – Personal trainer e esposa do coronel Evandro Lesco
João Ricardo Soler – Sargento da Polícia Militar
Michel Ferronato - Major da Polícia Militar

Condução coercitiva 
Carlos Eduardo Pinheiro da Silva – coronel e corregedor da Polícia Militar

(Colaboração de Izabel Barrizon e Keka Werneck)

Mais informações em instantes

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 16 de agosto de 2018

10:00 - Cabo pede que governador e primo sejam ouvidos como testemunhas dos grampos

Quarta, 15 de agosto de 2018

07:38 - Oposição vai questionar na Justiça decreto de Taques para parcelamento

07:20 - Taques publica decreto para pagar dívidas em 11 vezes

Terça, 14 de agosto de 2018

08:13 - CPI dos grampos precisa de 16 assinaturas na Assembleia Legislativa

Segunda, 13 de agosto de 2018

14:54 - Réu em processo dos grampos, Jarbas é promovido de nível na PJC

Sexta, 10 de agosto de 2018

18:13 - Taques veta incentivos fiscais para cervejarias

17:25 - Governo tem 10 dias para apresentar cronograma de obras e evitar intervenção

Quinta, 09 de agosto de 2018

23:12 - MP pede intervenção federal em MT e Justiça tenta conciliar Poderes

Quinta, 02 de agosto de 2018

07:17 - CPI contra Pedro Taques deve ficar para depois das eleições

Quarta, 01 de agosto de 2018

17:22 - Assembleia fará maratona de sessões às terças-feiras


// leia também

Segunda, 20 de agosto de 2018

19:22 - Taques lembra que recuperou R$ 1 bilhão da corrupção na sua gestão

16:25 - MPE questiona 38 candidaturas; Ex-BBB e suplente de deputado são alvos

14:24 - Candidatura do deputado Max Russi é impugnada pelo Ministério Público

14:01 - Jayme doa R$ 500 mil para própria campanha e Caldas recebe R$ 13,5 mil

13:12 - Coligação de Taques tenta impedir Pivetta de ser vice de Mauro

12:35 - Veja como foi a entrevista de Mauro Mendes no Jornal do Meio Dia

10:10 - Mendes critica Fagundes por tentar 'abandonar' o Senado no meio do mandato

09:42 - Mauro Mauro Mendes espera contribuição dos Poderes

07:18 - Entrevistas com candidatos começam hoje no Grupo Gazeta

Domingo, 19 de agosto de 2018

11:08 - Mendes promete que vai pagar salários dos servidores públicos todo dia 30


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Segunda, 20/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 20/08/2018
96849b9a8773fb1eb28c450d5250fcb2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O VLT quase não aparece nos planos de governo dos candidatos




Logo_classifacil









Loja Virtual