Leitão deixa base governista e pede renúncia de Temer | Gazeta Digital

Sexta, 19 de maio de 2017, 14h58

POLÍTICA DE MT

Leitão deixa base governista e pede renúncia de Temer

Celly Silva, repórter do GD


O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) emitiu nota pública, nesta quinta-feira (18), se posicionando diante da nova fase da operação Lava Jato, que afastou do Senado o correligionário dele, Aécio Neves, e indiciou o presidente da República Michel Temer (PMDB).

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Na nota, Leitão reconhece a crise que abateu seu partido e considerou uma “convulsão institucional” o que ocorreu após a delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos dos frigoríficos JBS, no início da semana.

Segundo o parlamentar, ele defendeu o afastamento de Aécio Neves, que foi filmado pedindo R$ 2 milhões para o empresário, da presidência do PSDB até que as denúncias contra ele sejam esclarecidas. Além disso, também defendeu a saída da legenda do governo Michel Temer, com a entrega dos cargos em ministérios.

Nilson Leitão também demonstrou ser favorável à renúncia de Temer em prol do restabelecimento do país e do estancamento da crise econômica. Além disso, ele quer que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmem Lúcia assuma a presidência interina do país. Para isso, defendeu que os presidentes da Câmara e do Senado abram mão da linha sucessória. No entanto, ontem mesmo o presidente Michel Temer fez pronunciamento oficial dizendo que não vai renunciar ao cargo.

Ao final da nota, o parlamentar sustentou que um novo processo eleitoral seja conduzido pelo STF em, no máximo, 30 dias.

Confira a nota na íntegra:

Diante da crise partidária que se abateu sobre o meu partido, e da convulsão institucional que já assolava o país há tempos e se agravou nas últimas 24 horas, gostaria de deixar clara a posição que defenderei:

- Defendi o Afastamento do senador Aécio Neves da presidência do PSDB,até que sejam esclarecidas as denúncias que pesam sobre ele;

- Desembarque imediato do PSDB do Governo de Michel Temer, com a entrega dos cargos pelos ministros do partido;

- Renúncia do presidente Michel Temer, para permitir que a estabilidade seja reestabelecida nesse momento tão crítico do país; Mesmo entendendo a melhora da economia e do emprego, é necessário estancar a crise imediatamente;

- Disposição dos presidentes da Câmara e do Senado em abrirem mão da linha sucessória para a Presidência da República na vacância do cargo, permitindo que a presidente do STF assuma o cargo interinamente;

- Condução de novo processo eleitoral pela presidente do STF, Carmen Lúcia, em no máximo 30 dias, como determina a Constituição Federal.

Dep. Nilson Leitão (PSDB-MT)
 



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sábado, 27 de maio de 2017

16:31 - Defesa pede ao STF inquérito de Temer separado de Aécio e Loure

08:31 - Investigação vê elo entre JBS e Transpetro

Sexta, 26 de maio de 2017

17:16 - MPF vai recorrer da absolvição da esposa de Eduardo Cunha

16:40 - Janot pede autorização do STF para ouvir Temer, Aécio e Loures

14:48 - Para 75% dos brasileiros, irmãos Batista deveriam ser presos

14:36 - 2ª Turma do STF julgará 3 pedidos de extensão de habeas corpus concedido a Dirceu

11:25 - Procurador diz que é incompreensível redução de quadros da Lava Jato

11:08 - Janot volta a defender acordo com delatores da JBS

11:06 - Moro confisca R$ 640 mil de Cláudia Cruz

11:03 - Ex-gerente da Petrobras e ex-banqueiro são alvo de prisão na Poço Seco


// leia também

Sábado, 27 de maio de 2017

14:33 - Ato com máscaras em Copacabana pede fim da corrupção e reforma política

11:59 - Governo de MT pagou em 3 dias R$ 67 milhões para a saúde

11:00 - Poderes dão sinal positivo para uso do Fethab na saúde

10:30 - Governo retirou recurso de salários para quitar repasse da saúde

09:49 - Propina na Arena Pantanal denunciada por Eder é investigada

Sexta, 26 de maio de 2017

19:15 - Prefeitura de VG paga salários dos servidores no próximo dia 30

16:55 - Galli diz que não tinha conhecimento de doação da JBS

15:55 - Deputado acusa médico e diz que vai denunciar ao MP

14:11 - Governo propõe RGA em 3 vezes e sindicalistas cogitam greve

08:50 - Coronel Jorge Catarino é convocado para investigar PMs acusados de grampos ilegais


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 27/05/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
WhatsApp

Fogo Cruzado waze

titulo_jornal Sábado, 27/05/2017
A15215da12928356f3b205355fe27350 anteriores




Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que o poder público deve fazer para acabar com áreas conhecidas como cracolândias nas cidades?



Logo_classifacil









Loja Virtual