Leitão deixa base governista e pede renúncia de Temer | Gazeta Digital

Sexta, 19 de maio de 2017, 14h58

POLÍTICA DE MT

Leitão deixa base governista e pede renúncia de Temer

Celly Silva, repórter do GD


O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) emitiu nota pública, nesta quinta-feira (18), se posicionando diante da nova fase da operação Lava Jato, que afastou do Senado o correligionário dele, Aécio Neves, e indiciou o presidente da República Michel Temer (PMDB).

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Na nota, Leitão reconhece a crise que abateu seu partido e considerou uma “convulsão institucional” o que ocorreu após a delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos dos frigoríficos JBS, no início da semana.

Segundo o parlamentar, ele defendeu o afastamento de Aécio Neves, que foi filmado pedindo R$ 2 milhões para o empresário, da presidência do PSDB até que as denúncias contra ele sejam esclarecidas. Além disso, também defendeu a saída da legenda do governo Michel Temer, com a entrega dos cargos em ministérios.

Nilson Leitão também demonstrou ser favorável à renúncia de Temer em prol do restabelecimento do país e do estancamento da crise econômica. Além disso, ele quer que a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmem Lúcia assuma a presidência interina do país. Para isso, defendeu que os presidentes da Câmara e do Senado abram mão da linha sucessória. No entanto, ontem mesmo o presidente Michel Temer fez pronunciamento oficial dizendo que não vai renunciar ao cargo.

Ao final da nota, o parlamentar sustentou que um novo processo eleitoral seja conduzido pelo STF em, no máximo, 30 dias.

Confira a nota na íntegra:

Diante da crise partidária que se abateu sobre o meu partido, e da convulsão institucional que já assolava o país há tempos e se agravou nas últimas 24 horas, gostaria de deixar clara a posição que defenderei:

- Defendi o Afastamento do senador Aécio Neves da presidência do PSDB,até que sejam esclarecidas as denúncias que pesam sobre ele;

- Desembarque imediato do PSDB do Governo de Michel Temer, com a entrega dos cargos pelos ministros do partido;

- Renúncia do presidente Michel Temer, para permitir que a estabilidade seja reestabelecida nesse momento tão crítico do país; Mesmo entendendo a melhora da economia e do emprego, é necessário estancar a crise imediatamente;

- Disposição dos presidentes da Câmara e do Senado em abrirem mão da linha sucessória para a Presidência da República na vacância do cargo, permitindo que a presidente do STF assuma o cargo interinamente;

- Condução de novo processo eleitoral pela presidente do STF, Carmen Lúcia, em no máximo 30 dias, como determina a Constituição Federal.

Dep. Nilson Leitão (PSDB-MT)
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 23 de abril de 2018

08:51 - Autoridades cometerão crime se impedirem visita de comissão a Lula, diz Pimenta

Sábado, 21 de abril de 2018

14:30 - Prisão da Lava Jato espera por Zé Dirceu, dizem juristas

13:00 - Petistas cobram gastos de atos pró-Lula

08:40 - Ex-ministro diz ter sido pressionado por Aécio para nomear delegado da PF

Sexta, 20 de abril de 2018

18:00 - Lava Jato pede execução de confisco de apartamento de luxo de ex-diretor do DER

Quarta, 18 de abril de 2018

08:40 - Justiça analisa último recurso de Lula em segunda instância

Terça, 17 de abril de 2018

08:37 - Agências de publicidade fazem acordo de leniência com AGU

08:32 - Supremo decide hoje se aceita denúncia contra Aécio Neves

Segunda, 16 de abril de 2018

13:44 - STF decide se põe Aécio no banco dos réus por R$ 2 milhões de Joesley

Domingo, 15 de abril de 2018

18:30 - Há uma semana preso, Lula já sente isolamento político


// leia também

Segunda, 23 de abril de 2018

17:55 - Cidinho Santos quer substituir prisão preventiva por frequência escolar

17:24 - Taques diz que para decidir se vai se candidatar à reeleição 'só falta decisão'

16:22 - Partido Novo pretende lançar 16 candidatos a deputado federal e senador

14:49 - Emanuel anuncia ex-secretário de Silval na Procuradoria-Geral de Cuiabá

12:05 - Sachetti diz que trabalhará candidatura de oposição ao governo Taques

Domingo, 22 de abril de 2018

08:58 - 'Vamos votar para tirar políticos indesejáveis do Estado', propõe Zeca Viana

Sábado, 21 de abril de 2018

20:36 - Pivetta dispara contra Taques e o chama de 'vagabundo, mentiroso e mau caráter' - ouça

16:23 - Governo 'esquece' convênio e reabertura da Salgadeira é adiada outra vez

08:00 - Estado deve R$ 100 milhões à Assembleia de duodécimo atrasado

Sexta, 20 de abril de 2018

16:25 - Procuradoria emite 2 pareceres contraditórios sobre vereador presidir Intermat


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 23/04/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 23/04/2018
341f42bd8a1ff7d0703a6e07e44980a2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Brasil deveria fechar a fronteira com a Venezuela?




Logo_classifacil









Loja Virtual