Bezerra diz que fará festa após Temer sancionar MP da Reforma Agrária | Gazeta Digital

Domingo, 16 de julho de 2017, 08h18

MEDIDA PROVISÓRIA 759

Bezerra diz que fará festa após Temer sancionar MP da Reforma Agrária

Flávia Borges, repórter do GD



Deputado federal Carlos Bezerra

O deputado federal Carlos Bezerra, presidente estadual do PMDB, afirmou que o presidente Michel Temer deve sancionar a Medida Provisória 759 que regulamenta a reforma agrária. "Estaremos em festa, pois o presidente da República vai sancionar a medida provisória que destrava a reforma no Brasil”, afirmou.

Segundo ele, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) não podia emitir títulos para os assentados, porque não havia um marco regulatório para isso. “A medida provisória trouxe isso. Além disso, ela permite que quem está assentado há dois anos, que comprou o lote, por algum outro motivo, que tenha perfil da reforma agrária pode ser titular. Funcionário público pode ser titular”, explicou o parlamentar.

A MP dá a possibilidade do Incra conceder o título de domínio das terras a todos os assentamentos que tenham ao menos 15 anos de implantação.
“Trata-se de uma série de medidas importantíssimas que estão fazendo com que a reforma agrária ande mais no Brasil. E que essas pessoas que estão há 20 ou 30 anos em um lugar recebam seu título”, diz Bezerra.

A medida foi apresentada pelo governo Michel Temer, em dezembro de 2016, como uma solução para o antigo problema da regularização fundiária e urbana no Brasil. A MP propõe ainda que todos esses títulos de posse ficariam “inegociáveis pelo prazo de dez anos, contado da data de sua expedição”.

Após esse período, independentemente do acesso às condições mínimas para produção de alimentos, esses títulos poderiam ser negociados com qualquer um. A medida subverta a lógica da “função social” da terra, previsto no programa da reforma agrária, já que essas propriedades rurais voltariam ao mercado comum.

Gazeta Digital também está no Facebook, Twitter, YouTube e Instagram    



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quinta, 20 de julho de 2017

18:49 - Governo do Estado elabora segunda versão de acordo do VLT

16:06 - Taques planeja 'esforço fiscal' para economizar R$ 5 bilhões até 2018

16:00 - Albergue para ex-moradores da Ilha da Banana é temporário, explica prefeito

14:00 - Secretária de Saúde aumenta prêmio para servidores e causa revolta

10:15 - Livre da cadeia, Marcel de Cursi segue afastado da Sefaz

Quarta, 19 de julho de 2017

17:50 - Movimentos sociais criticam recondução de Fábio e querem expulsão de deputado

14:59 - Deputados aprovam prorrogação da CPI que investiga cartas de crédito do MP

12:30 - Valtenir afirma que recondução de Fábio à presidência do PSB é 'equivocada'

11:43 - Emanuel propõe ir aos MPs com prefeita Lucimar para discutir VLT

11:29 - Parlamentares de MT que vão votar perdão de dívidas devem R$ 548 mil


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 20/07/2017
 

GD Empregos

WhatsApp Twuitter
GDEnem

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 20/07/2017
F2df1421796856449f592a0bc5906daa anteriores

WhatsApp




Indicadores Econômicos

Indicadores Agropecuário

Mais Lidas Enquete

Uso de tecnologias cada vez mais avançadas deve contribuir para aumento do desemprego na indústria do futuro.




waze

Logo_classifacil









Loja Virtual