Paulo Prado diz que não volta para presidência do MP | Gazeta Digital

Segunda, 24 de julho de 2017, 10h21

INDIGNADO E 'INJUSTIÇADO'

Paulo Prado diz que não volta para presidência do MP

Celly Silva, repórter do GD


O procurador de Justiça Paulo Prado, que exerceu a presidência do Ministério Público Estadual durante 8 anos, disse, em tom de indignação, que nunca mais vai voltar ao cargo.

Otmar de Oliveira

Procurador Paulo Prado

A declaração foi feita durante uma sessão do Colégio de Procuradores ocorrida no início do mês, quando foi julgado um procedimento em que o analista de sistemas Douglas Renato Ferreira Graciani pedia investigação contra Prado, acusando-o de ter concedido licença-prêmio irregularmente a um servidor.

O processo acabou sendo arquivado, mas, Paulo Prado aproveitou o momento para desabafar a respeito do caso. “Esse senhor que saiu aqui, eu convidei para ser gerente, para trabalhar comigo. Ele foi exonerado da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Eu entendi que o desempenho dele era tão bom aqui, que nós homologamos o estágio probatório.
Então por essas e outras que eu não quero nunca mais sentar nessa cadeira doutor Mauro. É por essas e outras que eu vou deixar aqui público. Os senhores nunca mais me verão sentados nessa cadeira”, disse.

Ouça o áudio:

O ex-presidente do Ministério Público Estadual ainda lamentou o fato de ter perdido 12 anos de convivência com a família para se dedicar ao trabalho e, em troca, receber acusações. “Você dá 12 anos da sua vida, você deixa de almoçar 12 anos com seus filhos e com sua esposa. Eu fui acusado até de almoçar aqui embaixo e estar usando recurso de servidor que é amigo de todo mundo aqui para me alimentar”.

Apesar de apontar os maus momentos que viveu como presidente do MPE, Prado desejou que o atual representante do órgão, Mauro Curvo, tenha outra sorte e se colocou à disposição para ajudar. “Eu rogo a Deus que o senhor tenha bons anos aí nessa cadeira. E pode contar sempre comigo, porque eu sei o que significa ser ordenador de despesas”, disse a Curvo.

Esta não é a 1ª vez que o servidor Douglas Ferreira faz representações contra o ex-chefe do MP. Ele já havia protocolado a mesma denúncia no Tribunal de Justiça, mas o caso foi arquivado pelo desembargador Rui Ramos.

Tratava-se de da concessão de licença-prêmio relativo ao período em que um servidor trabalhava no extinto Banco do Estado de Mato Grosso (Bemat). No entanto, a Justiça entendeu que, por conta da controvérsia que existia em volta do assunto, não houve má-fé por parte do procurador.

Leia também - TJ mantém arquivamento de investigação contra Paulo Prado

Após o conflito na Justiça, Douglas passou a ser processado por calúnia. Antes disso, no ano passado, ele também foi depoente na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Ministério Público, apontando vários indícios de irregularidades na gestão de pessoas, ou seja, na concessão de benefícios a promotores, procuradores e servidores.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 05 de junho de 2018

10:05 - Apae terá que prestar conta de doações em site institucional

Sexta, 16 de março de 2018

12:52 - Discussão no MPE tem até ordem para ficar quieto

Quarta, 07 de março de 2018

18:00 - Comissão aprova relatório de MP de fundos exclusivos por 13 votos a zero

Terça, 23 de janeiro de 2018

17:45 - Depois de 9 anos, MP tenta derrubar lei em VG

Quinta, 07 de dezembro de 2017

10:03 - MPE ingressa com ação requerendo interdição de motel localizado no CPA 2

Segunda, 04 de dezembro de 2017

15:10 - MPE e Siemens buscam acordo de R$ 1 bilhão

Quinta, 30 de novembro de 2017

17:20 - Imagens mostram uso de armas de choque contra detentos em presídios goianos

Domingo, 08 de outubro de 2017

10:15 - MP vai analisar improbidade

Terça, 13 de junho de 2017

10:30 - MPE pede demolição imediata de estrutura da antiga lanchonete Portão do Inferno

09:56 - MPE aciona atual e ex-prefeitos por descumprimento de decisão judicial


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

13:30 - Selma Arruda ganha escolta de empresa de segurança privada

07:22 - Leitão corre atrás de assinaturas para diminuir deputados e senadores

07:15 - Emanuel quer base unida para eleição da Mesa Diretora na Câmara

Domingo, 17 de junho de 2018

08:58 - Pré-candidata Margareth Buzetti não se apega a cargo e quer destravar economia - vídeo

Sábado, 16 de junho de 2018

15:15 - Gustavo de Oliveira descumpre estatuto da FIEMT e pode sofrer impugnação

11:17 - Ex-reitora da UFMT admite dificuldade na disputa ao Senado

10:51 - Vereador propõe que cargo de chefia só pode ser exercido por servidor efetivo

08:00 - Emanuel avalia que pré-candidatura de Mauro Mendes não muda cenário

Sexta, 15 de junho de 2018

14:36 - Apenas duas empresas se interessam por licitação de R$ 11 bilhões

13:14 - Governo destinará 20% do Fundo da Saúde aos hospitais filantrópicos


 veja mais
Cuiabá, Segunda, 18/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 18/06/2018
4e47432e5d7c10f8cc440c97a233c10f anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Reino Unido firma pacto com empresas para reduzir uso de plástico e poluição




Logo_classifacil









Loja Virtual