MP vai analisar improbidade | Gazeta Digital

Domingo, 08 de outubro de 2017, 10h15

grampolândia pantaneira

MP vai analisar improbidade

Gláucio Nogueira, repórter de A Gazeta


O promotor de Justiça Roberto Turim vai solicitar uma cópia do inquérito policial instaurado por conta da Operação Esdras, que apura uma suposta obstrução à Justiça no caso das interceptações telefônicas clandestinas. Responsável por conduzir uma investigação na esfera cível, o pedido dele é para analisar a eventual ocorrência de improbidade administrativa e dano ao erário na chamada “grampolândia pantaneira”. Segundo Turim, o material pode aumentar o acervo probatório e trazer novos nomes que ainda não estão sob investigação.

De acordo com o promotor, o inquérito civil foi instaurado por ele após a conclusão do Inquérito Policial Militar (IPM), que resultou no oferecimento de denúncia, por parte do Ministério Público Estadual (MP), contra 5 militares pelos crimes de Ação Militar Ilícita, Falsificação de Documento, Falsidade Ideológica e Prevaricação, todos previstos na Legislação Militar.

“Recebi a cópia deste IPM, analisei, e entendi que há fundamentos para a apuração porque a prática da interceptação e do uso da estrutura da PM configura crime, mas também configura improbidade no sentido da quebra dos princípios da legalidade, moralidade e impessoalidade. Configura até mesmo dano ao erário por usar a estrutura pública para finalidade espúria e privada”, explicou.

Depois de instaurada a investigação, Turim havia notificado os militares a apresentarem informações acerca dos fatos a eles imputados. O prazo que os militares têm para apresentar defesa é de 10 dias, mas pode ser prorrogado. No entanto, com os novos fatos elencados na Operação Esdras, além de manter a tramitação regular da apuração o promotor pretende solicitar uma cópia da investigação, conduzida pela Polícia Civil, para ser juntado ao inquérito civil. “Eu recebi o inquérito antes da Operação Esdras que trouxeram novos fatos. Vou requisitar isso e avaliar o conjunto. Pode ser que tenham pessoas que não tinham sido citadas no inquérito e agora vão ser citadas, por exemplo. Vamos fazer isso quando esta apuração acabar, para aumentar o acervo probatório. Enquanto isso, o inquérito civil seguirá tramitando normalmente”.

Na esfera criminal, foram denunciados pelo procurador-geral de Justiça, Mauro Curvo, 3 coronéis, um tenente-coronel e um cabo da PM. São eles, respectivamente, Zaqueu Barbosa, Evandro Lesco, Ronelson Barros, Januário Batista e Gerson Corrêa Júnior. A denúncia refere-se apenas aos crimes previstos na legislação militar, uma vez que os demais delitos supostamente praticados são alvo de outras investigações. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 05 de junho de 2018

10:05 - Apae terá que prestar conta de doações em site institucional

Sexta, 16 de março de 2018

12:52 - Discussão no MPE tem até ordem para ficar quieto

Quarta, 07 de março de 2018

18:00 - Comissão aprova relatório de MP de fundos exclusivos por 13 votos a zero

Terça, 23 de janeiro de 2018

17:45 - Depois de 9 anos, MP tenta derrubar lei em VG

Quinta, 07 de dezembro de 2017

10:03 - MPE ingressa com ação requerendo interdição de motel localizado no CPA 2

Segunda, 04 de dezembro de 2017

15:10 - MPE e Siemens buscam acordo de R$ 1 bilhão

Quinta, 30 de novembro de 2017

17:20 - Imagens mostram uso de armas de choque contra detentos em presídios goianos

Segunda, 24 de julho de 2017

10:21 - Paulo Prado diz que não volta para presidência do MP

Terça, 13 de junho de 2017

10:30 - MPE pede demolição imediata de estrutura da antiga lanchonete Portão do Inferno

09:56 - MPE aciona atual e ex-prefeitos por descumprimento de decisão judicial


// leia também

Domingo, 17 de junho de 2018

08:58 - Pré-candidata Margareth Buzetti não se apega a cargo e quer destravar economia - vídeo

Sábado, 16 de junho de 2018

15:15 - Gustavo de Oliveira descumpre estatuto da FIEMT e pode sofrer impugnação

11:17 - Ex-reitora da UFMT admite dificuldade na disputa ao Senado

10:51 - Vereador propõe que cargo de chefia só pode ser exercido por servidor efetivo

08:00 - Emanuel avalia que pré-candidatura de Mauro Mendes não muda cenário

Sexta, 15 de junho de 2018

14:36 - Apenas duas empresas se interessam por licitação de R$ 11 bilhões

13:14 - Governo destinará 20% do Fundo da Saúde aos hospitais filantrópicos

12:26 - Ciro Rodolpho deixa Controladoria e assume a Casa Civil

11:29 - Prefeitura tem aval do Estado para alugar equipamentos hospitalares

Quinta, 14 de junho de 2018

16:10 - Vereador consegue 9 votos e cria CPI para investigar 'desmandos' na Saúde


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 17/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 17/06/2018
06e60112abf039588e79d3613d6ca555 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Canarinho Pistola, mascote da seleção brasileira, foi vetado dos jogos da Copa




Logo_classifacil









Loja Virtual