Oposição ameaça ir à Justiça para decidir membros da CPI do Paletó | Gazeta Digital

Terça, 14 de novembro de 2017, 16h04

Oposição ameaça ir à Justiça para decidir membros da CPI do Paletó

Janaiara Soares, repórter do GD


João Vieira

CPI do Paletó já causa discórdia entre vereadores opositores e governistas

Os vereadores da oposição na Câmara Municipal de Cuiabá ameaçam entrar na Justiça caso a Mesa Diretora coloque os parlamentares da base do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) como membros na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó instaurada para investigar o gestor flagrado em vídeo recebendo maços de dinheiro e guardando no paletó na época em que exercia mandato como deputado estadual.

"Todos os vereadores tiveram mais de 60 dias para assinar a CPI. Quando a oposição conseguiu as 9 assinaturas necessárias os outros vereadores vieram assinar também. Protocolamos um documento ao presidente da Câmara, solicitando que ele observe o protocolo original da CPI que tem apenas 9 assinaturas", disse o vereador Dilemário Alencar (Pros).

Durante sessão desta terça-feira (14) a Mesa Diretora leu um parecer da Procuradoria-Geral da Casa, na qual explica que após ser lido em plenário o requerimento pode receber novas assinaturas para que a investigação não seja conduzida apenas por quem tem interesse no processo.

Os 9 parlamentares que protocolaram o pedido questionam o parecer. O motivo da discórdia se deve ao fato de que após o grupo de oposição ter conseguido a quantidade de assinaturas para criar a CPI, outros 11 vereadores governistas decidiram também assinar o documento e agora querem disputar a relatoria da investigação.

"Se for diferente, poderemos judicializar esse caso. Porque assinaram só depois? Não quero fazer juízo de valor, mas é muito estranho e não queremos que se torne uma CPI chapa branca", ressaltou Alencar. O presidente da Casa, vereador Justino Malheiros (PV) afirmou que vai responder a consulta feita pelos vereadores da oposição.

A investigação que foi proposta pelo vereador Marcelo Bussiki (PSB) precisava de 9 assinaturas para ser instaurada na Casa de Leis. Depois de 2 meses após sua propositura, o vereador Toninho de Souza (PSD) deixou a base do prefeito e juntou ao grupo favorável à CPI. Durante a semana outros 11 vereadores que fazem parte do grupo de aliança ao prefeito também assinaram o pedido.

A iniciativa para a criação de uma CPI ocorreu após um vídeo do prefeito ter sido divulgado em rede nacional. Nas imagens o peemedebista aparece recebendo maços de dinheiro do ex-chefe de gabinete Silvio Correia. Os recursos seriam de um possível mensalinho que era pago aos deputados estaduais na gestão Silval Barbosa (PMDB).

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 11 de dezembro de 2017

18:30 - Ex-prefeito ainda espera por explicação de Emanuel Pinheiro

Quarta, 06 de dezembro de 2017

12:18 - CPI convoca prefeito Emanuel e mais 9 para depor

Terça, 05 de dezembro de 2017

12:01 - CPI convoca gestores e ex-prefeito para saber se Emanuel 'administra bem'

10:41 - Nova reunião da CPI do Paletó decidirá se sessões serão abertas

Quinta, 30 de novembro de 2017

08:38 - Câmara avalia se população terá acesso às reuniões da CPI do Paletó

Segunda, 27 de novembro de 2017

11:44 - CPI do Paletó ainda não mostrou a que veio

Quarta, 22 de novembro de 2017

16:55 - CPI do Paletó não dará em nada e vereadores passarão vergonha, diz Renivaldo

Terça, 21 de novembro de 2017

18:04 - Membros da CPI do Paletó se reúnem para definir agenda de trabalho

Quinta, 16 de novembro de 2017

10:13 - Aliado de prefeito, Adevair Cabral será relator da CPI do Paletó

Terça, 14 de novembro de 2017

10:24 - Câmara de Cuiabá escolhe membros da CPI do Paletó em 48h


// leia também

Quarta, 17 de janeiro de 2018

19:30 - Pedro Taques avisa que Estado não vai liberar recursos para Carnaval

17:26 - Governador Taques busca liberação de R$ 100 milhões para a saúde

15:30 - Depoimentos de Silval à CGE respingam em 106 empresas e vários servidores

13:28 - Em jantar com presidentes do TJ e AL, Taques promete R$ 40 milhões

10:28 - Escolha de membros da CPI que investigará Taques fica para depois

07:45 - Silval Barbosa aconselha novo governador a não cometer crimes

07:00 - Assembleia Legislativa será posto de cadastramento biométrico até maio

Terça, 16 de janeiro de 2018

16:44 - Silval detona Taques e diz que fechou gestão com pagamentos em dia

14:45 - Silval confirma ida à CPI que investiga Emanuel Pinheiro

13:25 - Votação das contas de Taques fica para fevereiro e Viana cogita relatório paralelo


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os juízes brasileiros estão abusando das ordens de prisões preventivas?




Logo_classifacil









Loja Virtual