Nova reunião da CPI do Paletó decidirá se sessões serão abertas | Gazeta Digital

Terça, 05 de dezembro de 2017, 10h41

Após repercussão negativa

Nova reunião da CPI do Paletó decidirá se sessões serão abertas

Janaiara Soares, repórter do GD


Rodinei Crescêncio

Emanuel será investigado após acusação de Silval de recebimento de mensalinho

Após a repercussão negativa de que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó trabalharia secretamente, responsáveis pela investigação do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, devem se reunir nesta quarta-feira (6) para definir sobre a abertura das sessões.

O vereador de Cuiabá, Adevair Cabral (PSDB), que fez a sugestão de sessões reservadas, afirmou voltar atrás para que as oitivas sejam franqueadas ao público e à imprensa.

Otmar Oliveira

Adevair já admite que sessões podem ser abertas

"A comissão reuniu os três membros e decidiu que as oitivas seriam reservadas. Vamos ter outra reunião administrativa e podemos colocar aberta a todos. A gente queria preservar as pessoas que vão fazer os depoimentos. Mas já que querem que seja aberto, então pode ser, se isso for definido então que seja assim", disse o parlamentar.

Na primeira reunião dos membros na última semana, também ficou definido que as sessões administrativas ocorrerão todas às quartas-feiras, sendo restritas aos membros da CPI para definição de estratégias e deliberações de pautas.

As reuniões ordinárias, que seriam abertas com presença de vereadores e público em geral, ficaram marcadas para às sextas-feiras. Porém, as oitivas ocorreriam somente para vereadores e servidores que estarão trabalhando. Além disso, ficou vedada a gravação de vídeo nas sessões.

"Eu me posicionei que fossem as oitivas fossem abertas. Na primeira reunião foram feitas as sugestões e amanhã vamos deliberar se serão abertas ou fechadas. Mas vamos definir que tudo será aberto e caso algum dos membros queira que alguma oitiva seja fechada, terá que solicitar por requerimento com as justificativas", disse o presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki (PSB).

Ednei Rosa/Câmara de Cuiabá

Bussiki esclarece que existe a possibilidade de algum depoimento ser fechado

O grupo de 9 vereadores, que assinaram previamente o pedido de investigação, ainda avalia se entra na Justiça para conseguir mudar a composição da CPI, que tem como relator e membro, dois parlamentares da base do prefeito: Adevair Cabral (PSDB) e Mário Nadaf (PV).

A investigação foi proposta por Marcelo Bussiki (PSB) e visa investigar a conduta do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), filmado na época em que era deputado estadual recebendo maços de dinheiro e guardando no paletó.

O ex-governador Silval Barbosa afirmou em delação premiada que o dinheiro era propina paga por ele em troca de apoio político na Assembleia Legislativa. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 27 de março de 2018

15:27 - A coisa vai feder, avisa Toninho a Justino Malheiros

Segunda, 12 de março de 2018

19:03 - Esposa de Mário Nadaf tem cargo comissionado

Sábado, 10 de março de 2018

19:20 - Juiz nega liminar a Bussiki e mantém fim das oitivas na CPI do Paletó

Sexta, 09 de março de 2018

10:29 - Prefeito 'foge' de CPI e não explica dinheiro no paletó; aliados rejeitam novas oitivas

Quarta, 07 de março de 2018

18:46 - Presidente da Câmara quer encerrar a CPI do Paletó

17:39 - Homem da câmera escondida tem amnésia seletiva

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

18:56 - Silval entrega recebedores de mensalinho; ouça áudio

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

20:32 - Silval vai à Câmara para detonar Emanuel Pinheiro

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

19:12 - Dilemário quer acareação entre Silvio e Alan Zanatta na CPI do Paletó

Terça, 20 de fevereiro de 2018

19:00 - CPI interroga ex-secretário que gravou delator


// leia também

Sábado, 23 de junho de 2018

08:30 - Emanuel sanciona lei que o autoriza fazer empréstimo de R$ 51 milhões

08:15 - Ninguém quer ver bate boca de lavadeira, diz Jayme Campos

08:00 - Taques vê complô entre Mendes e Fagundes e não aceitará ser 'esculhambado'

Sexta, 22 de junho de 2018

13:15 - PSB quer eleger 2 deputados e busca aliança com grupo de Pedro Taques

10:15 - Guerra de CPIs na Câmara pode atingir a campanha de Mauro Mendes

07:25 - Pedro Taques se prepara para receber verba do PSDB e iniciar campanha

Quinta, 21 de junho de 2018

17:09 - Por falta de documento, vereador devolve LDO à prefeitura de Cuiabá

16:20 - Câmara cria 2ª CPI para investigar 'caixa preta' dos hospitais filantrópicos

15:23 - Vereador de Cuiabá cria CPI para investigar obras 'fantasmas' de escolas

15:10 - Governo não desistirá de licitação de R$ 202 milhões para construir pontes


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 24/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 24/06/2018
264aa11e3277d28a72d32c9ea77980c2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre o comportamento dos brasileiros fora do Brasil?




Logo_classifacil









Loja Virtual