Nova reunião da CPI do Paletó decidirá se sessões serão abertas | Gazeta Digital

Terça, 05 de dezembro de 2017, 10h41

Após repercussão negativa

Nova reunião da CPI do Paletó decidirá se sessões serão abertas

Janaiara Soares, repórter do GD


Rodinei Crescêncio

Emanuel será investigado após acusação de Silval de recebimento de mensalinho

Após a repercussão negativa de que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó trabalharia secretamente, responsáveis pela investigação do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, devem se reunir nesta quarta-feira (6) para definir sobre a abertura das sessões.

O vereador de Cuiabá, Adevair Cabral (PSDB), que fez a sugestão de sessões reservadas, afirmou voltar atrás para que as oitivas sejam franqueadas ao público e à imprensa.

Otmar Oliveira

Adevair já admite que sessões podem ser abertas

"A comissão reuniu os três membros e decidiu que as oitivas seriam reservadas. Vamos ter outra reunião administrativa e podemos colocar aberta a todos. A gente queria preservar as pessoas que vão fazer os depoimentos. Mas já que querem que seja aberto, então pode ser, se isso for definido então que seja assim", disse o parlamentar.

Na primeira reunião dos membros na última semana, também ficou definido que as sessões administrativas ocorrerão todas às quartas-feiras, sendo restritas aos membros da CPI para definição de estratégias e deliberações de pautas.

As reuniões ordinárias, que seriam abertas com presença de vereadores e público em geral, ficaram marcadas para às sextas-feiras. Porém, as oitivas ocorreriam somente para vereadores e servidores que estarão trabalhando. Além disso, ficou vedada a gravação de vídeo nas sessões.

"Eu me posicionei que fossem as oitivas fossem abertas. Na primeira reunião foram feitas as sugestões e amanhã vamos deliberar se serão abertas ou fechadas. Mas vamos definir que tudo será aberto e caso algum dos membros queira que alguma oitiva seja fechada, terá que solicitar por requerimento com as justificativas", disse o presidente da CPI, vereador Marcelo Bussiki (PSB).

Ednei Rosa/Câmara de Cuiabá

Bussiki esclarece que existe a possibilidade de algum depoimento ser fechado

O grupo de 9 vereadores, que assinaram previamente o pedido de investigação, ainda avalia se entra na Justiça para conseguir mudar a composição da CPI, que tem como relator e membro, dois parlamentares da base do prefeito: Adevair Cabral (PSDB) e Mário Nadaf (PV).

A investigação foi proposta por Marcelo Bussiki (PSB) e visa investigar a conduta do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), filmado na época em que era deputado estadual recebendo maços de dinheiro e guardando no paletó.

O ex-governador Silval Barbosa afirmou em delação premiada que o dinheiro era propina paga por ele em troca de apoio político na Assembleia Legislativa. 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Segunda, 11 de dezembro de 2017

18:30 - Ex-prefeito ainda espera por explicação de Emanuel Pinheiro

Quarta, 06 de dezembro de 2017

12:18 - CPI convoca prefeito Emanuel e mais 9 para depor

Terça, 05 de dezembro de 2017

12:01 - CPI convoca gestores e ex-prefeito para saber se Emanuel 'administra bem'

Quinta, 30 de novembro de 2017

08:38 - Câmara avalia se população terá acesso às reuniões da CPI do Paletó

Segunda, 27 de novembro de 2017

11:44 - CPI do Paletó ainda não mostrou a que veio

Quarta, 22 de novembro de 2017

16:55 - CPI do Paletó não dará em nada e vereadores passarão vergonha, diz Renivaldo

Terça, 21 de novembro de 2017

18:04 - Membros da CPI do Paletó se reúnem para definir agenda de trabalho

Quinta, 16 de novembro de 2017

10:13 - Aliado de prefeito, Adevair Cabral será relator da CPI do Paletó

Terça, 14 de novembro de 2017

16:04 - Oposição ameaça ir à Justiça para decidir membros da CPI do Paletó

10:24 - Câmara de Cuiabá escolhe membros da CPI do Paletó em 48h


// leia também

Quinta, 18 de janeiro de 2018

12:04 - TRE prorroga revisão do eleitorado para 30 de março em Cuiabá, VG e Sinop

11:29 - Aliança não é eterna, diz Garcia sobre Taques

11:09 - Pedro Taques diz estar tranquilo sobre CPI dos Fundos para investigar governo

11:00 - Governador empossa novos titulares da Secretaria de Fazenda e PGE

07:30 - Silval Barbosa afirma não sentir culpa pelo atraso do VLT

Quarta, 17 de janeiro de 2018

19:30 - Pedro Taques avisa que Estado não vai liberar recursos para Carnaval

17:26 - Governador Taques busca liberação de R$ 100 milhões para a saúde

15:30 - Depoimentos de Silval à CGE respingam em 106 empresas e vários servidores

13:28 - Em jantar com presidentes do TJ e AL, Taques promete R$ 40 milhões

10:28 - Escolha de membros da CPI que investigará Taques fica para depois


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os juízes brasileiros estão abusando das ordens de prisões preventivas?




Logo_classifacil









Loja Virtual