Rodrigo Maia garante que liberação do FEX será votada nesta quarta-feira | Gazeta Digital

Terça, 05 de dezembro de 2017, 17h25

Alívio para MT

Rodrigo Maia garante que liberação do FEX será votada nesta quarta-feira

Karine Miranda, repórter do GD


O presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), garantiu ao deputado federal Fábio Garcia (sem partido) colocar em votação nessa quarta-feira (06) o projeto que garante a liberação do Fundo de Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX).

Divulgação

Liberação do FEX será votada nessa quarta-feira, garante Rodrigo Maia

O FEX deveria ter sido votado na Câmara Federal na noite de quarta-feira (29), mas ficou para esta semana apesar de ser apresentado em regime de urgência. Com a aprovação, R$ 1,9 bilhão do FEX, referentes a 2017, serão liberados aos Estados.

Nos bastidores do Congresso, é aventado que a aprovação do FEX estaria sendo utilizada por Maia como uma forma de auxiliar o Governo Federal a conseguir aprovar a reforma da Previdência.

Uma vez aprovado, o projeto do FEX seguirá para a União, que ficará liberada para fazer o pagamento dos mais de R$ 1,9 bilhão previstos à compensação.

Mato Grosso tem direito a R$ 496 milhões, sendo R$ 372 milhões ao Estado e o restante dividido entre as prefeituras, de acordo com os percentuais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

O secretário de Estado de Fazenda, Gustavo de Oliveira, já anunciou que, sem o recurso, o Estado passará por sérias dificuldades com relação ao pagamento do salário dos servidores, que deveria ocorrer até o próximo dia 10.

Leia mais - Estado vai pagar salários até dia 20 de dezembro

A previsão é de que, sem o FEX, os salários sejam escalonados novamente até 20 de dezembro. “Se não sair FEX nesta semana e a receita se comportar como no mês passado, a tendência é de que seja muito parecido com o que aconteceu em novembro: paga-se uma parte e faz-se o escalonamento”, disse o secretário, na última segunda-feira (4).

 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 15 de maio de 2018

16:16 - Comissão do Congresso aprova aumento do FEX para Estados

Segunda, 12 de março de 2018

15:30 - Meirelles diz que governo vai analisar pagamento adiantado do FEX

Quarta, 27 de dezembro de 2017

00:05 - FEX na conta, governo inicia pagamentos

Quinta, 21 de dezembro de 2017

18:04 - Temer sanciona FEX e Estado vai receber quase R$ 500 milhões

Quarta, 20 de dezembro de 2017

15:20 - A luta acabou. Agora é a vez da matemática

12:27 - Temer sanciona pagamento do FEX nesta quinta-feira

Terça, 19 de dezembro de 2017

19:24 - Temer confirma sanção do FEX e garante pagamento de quase R$ 500 milhões a MT

Quarta, 13 de dezembro de 2017

17:51 - Senado aprova FEX e MT deve receber R$ 496 milhões da União

Quarta, 06 de dezembro de 2017

19:35 - Câmara aprova FEX e Mato Grosso receberá R$ 496 milhões

Terça, 05 de dezembro de 2017

15:57 - Deputado garante que FEX será votado nesta 4ª


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

15:46 - Prazo para convenções partidárias vai até 5 de agosto; confira o calendário

10:40 - Apoio do PP a Alckmin não deve interferir em Mato Grosso, garante Ezequiel Fonseca

08:06 - Composição entre MDB e DEM não agrada as bases

08:00 - Eu não faço isso, diz governador sobre negociação entre DEM e MDB

07:51 - PSL de Selma é liberado para coligar com PSDB de Taques

Quinta, 19 de julho de 2018

11:18 - OAB, Mendes, Fávaro e MDB negam negociação por indicação e falam em ilação

08:15 - Pedro Taques compara corrupção no governo Silval e na sua gestão

07:12 - Apoio do MDB a Mauro Mendes envolve TCE, TJ e secretarias

Quarta, 18 de julho de 2018

15:41 - PSL veta PSDB e mais 8 siglas dificultando candidaturas de Selma e Galli - veja documento

13:55 - Disputado por todos, Adilton Sachetti diz que anunciará aliança na 2ª


 veja mais
Cuiabá, Sexta, 20/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 20/07/2018
96031af100be886f438de72020f399a8 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Países onde mais mulheres estão no governo têm menos corrupção, diz estudo




Logo_classifacil









Loja Virtual