Câmara aprova FEX e Mato Grosso receberá R$ 496 milhões | Gazeta Digital

Quarta, 06 de dezembro de 2017, 19h35

RECURSOS PARA MT

Câmara aprova FEX e Mato Grosso receberá R$ 496 milhões

Karine Miranda, repórter do GD


A Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (6), o projeto de lei que garante a liberação do Fundo de Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) para os Estados. Agora, o texto segue para votação no Senado e, caso aprovado, seguirá para a União.

Assim que sancionado pelo presidente Michel Temer (PMDB), a União ficará liberada para fazer o pagamento dos mais de R$ 1,9 bilhão previstos à compensação. Mato Grosso tem direito a R$ 496 milhões, sendo R$ 372 milhões ao Estado e o restante dividido entre as prefeituras, de acordo com os percentuais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

Câmara aprova FEX e Mato Grosso vai receber R$ 496 milhões

A votação do FEX foi articulada pelo deputado federal Fabio Garcia (sem partido), que já havia requerido a inclusão de pauta na noite de quarta-feira (29), mas ficou para esta semana apesar de ser apresentado em regime de urgência.

Após todas as articulações, Garcia comemorou a aprovação do projeto. “Acabamos de aprovar o FEX. Espero que a bancada federal com esse trabalho e essa cobrança de correr atrás dessa aprovação, tenha contribuído para que o Estado possa pagar seus compromissos, em especial os servidores públicos do Estado”, disse.

O Executivo já havia anunciado que o recurso do FEX seria destinado para quitar a folha de pagamento do salário dos servidores, que deve ocorrer até o próximo dia 10. Além disso, o recurso também vai contribuir para quitar algumas dívidas do setor de saúde, que tem sofrido com a crise no caixa.  Os recursos são tão necessários ao Estado que Taques chegou a ir em Brasília mais de uma vez para cobrar a liberação do FEX.

No Senado, o acordo é de que o projeto seja colocado para votação em regime de urgência. Inclusive, o  presidente Michel Temer  já sinalizou que pagará o auxílio assim que o Senado aprovar a matéria.

FEX – O FEX é um auxílio é uma compensação paga pelo Governo Federal aos Estados em função da Lei Kandir. Essa lei isenta de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) os produtos primários e semielaborados vendidos para o exterior, o que inclui as commodities agropecuárias, que são o forte da produção mato-grossense.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quarta, 27 de dezembro de 2017

00:05 - FEX na conta, governo inicia pagamentos

Quinta, 21 de dezembro de 2017

18:04 - Temer sanciona FEX e Estado vai receber quase R$ 500 milhões

Quarta, 20 de dezembro de 2017

15:20 - A luta acabou. Agora é a vez da matemática

12:27 - Temer sanciona pagamento do FEX nesta quinta-feira

Terça, 19 de dezembro de 2017

19:24 - Temer confirma sanção do FEX e garante pagamento de quase R$ 500 milhões a MT

Quarta, 13 de dezembro de 2017

17:51 - Senado aprova FEX e MT deve receber R$ 496 milhões da União

Terça, 05 de dezembro de 2017

17:25 - Rodrigo Maia garante que liberação do FEX será votada nesta quarta-feira

15:57 - Deputado garante que FEX será votado nesta 4ª

Terça, 28 de novembro de 2017

10:42 - Repasse do FEX é aguardado com ansiedade

Segunda, 27 de novembro de 2017

08:53 - Liberação do FEX deve ser votada esta terça-feira no Câmara Federal


// leia também

Quinta, 18 de janeiro de 2018

12:04 - TRE prorroga revisão do eleitorado para 30 de março em Cuiabá, VG e Sinop

11:29 - Aliança não é eterna, diz Garcia sobre Taques

11:09 - Pedro Taques diz estar tranquilo sobre CPI dos Fundos para investigar governo

11:00 - Governador empossa novos titulares da Secretaria de Fazenda e PGE

07:30 - Silval Barbosa afirma não sentir culpa pelo atraso do VLT

Quarta, 17 de janeiro de 2018

19:30 - Pedro Taques avisa que Estado não vai liberar recursos para Carnaval

17:26 - Governador Taques busca liberação de R$ 100 milhões para a saúde

15:30 - Depoimentos de Silval à CGE respingam em 106 empresas e vários servidores

13:28 - Em jantar com presidentes do TJ e AL, Taques promete R$ 40 milhões

10:28 - Escolha de membros da CPI que investigará Taques fica para depois


 veja mais
Cuiabá, Quinta, 18/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 18/01/2018
9ee939b5a8a4bad7141e63886c5d344b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Os juízes brasileiros estão abusando das ordens de prisões preventivas?




Logo_classifacil









Loja Virtual