Vereador quer cancelar interrogatório de prefeito na CPI do Paletó | Gazeta Digital

Terça, 12 de dezembro de 2017, 10h49

Investigação na CÂMARA

Vereador quer cancelar interrogatório de prefeito na CPI do Paletó

Janaiara Soares, repórter do GD


O vereador Adevair Cabral (PSDB) apresentou em plenário um pedido de cancelamento das convocações feitas na última reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó. Entre os convites que o parlamentar quer anular, está o do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), que é investigado pelos vereadores por suposta quebra de decoro ao ser gravado recebendo dinheiro de um suposto mensalinho na gestão Silval Barbosa.

Otmar Oliveira

Vereador Adeviar Cabral

"O presidente da CPI, resolveu monocraticamente, deliberar acerca do deferimento ou não das oitivas solicitadas. O ato é contra o regime interno porque a decisão tem que ser colegiada. O senhor não pode decidir e resolver o que vai ser feito dentro da CPI", disse o tucano.

Além de Pinheiro, também foram convocados o empresário Marco Polo Pinheiro que é irmão do prefeito, o ex-governador Silval Barbosa e seu ex-assessor Sílvio Correa, Valdecir Cardoso de Almeida, o delegado que comandou a ação da Operação Malebolge Wilson Rodrigues e os agentes da Polícia Federal Marcelo Pimenta e Ada de Oliveira, que fizeram busca e apreensão na casa de Emanuel, também serão ouvidos.

O ex-secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), Alan Zanatta, também foi convocado para prestar depoimento sobre as denúncias de que Pinheiro tentou obstruir a justiça, após Zanatta ter gravado um áudio com o ex-chefe de gabinete Sílvio Corrêa, no qual ele fez declarações sobre o pagamento de mensalinho. O perito judicial Alexandre Pérez que fez a análise do áudio também foi convocado.

Convocações de Adevair - A reclamação do parlamentar se dá porque o presidente da CPI, Marcelo Bussiki (PSB) negou o requerimento do parlamentar convocando membros da administração do prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) para saber se o gestor tem condições de continuar no cargo.

Foram convocados o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), Jaime Metello, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do município; José Roberto Stopa, secretário de Serviços Urbanos da Prefeitura de Cuiabá; Marcelo de Oliveira, o “Marcelo Padeiro”, ex-adjunto de infraestrutura da Secopa e atualmente diretor da Águas Cuiabá; e João Custódio, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT). 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 05 de junho de 2018

15:46 - Vereadores cobram definição sobre CPI e comparam Justino a 'curiango'

Terça, 15 de maio de 2018

12:57 - Justino quer mais prazo para decidir se muda CPI

Quinta, 03 de maio de 2018

15:52 - Relator da CPI contra Emanuel defende permanência de prefeito no cargo

Segunda, 16 de abril de 2018

16:44 - Vereadores querem nomeação de novos membros na CPI do Paletó

Quinta, 12 de abril de 2018

11:35 - Justiça mantém a suspensão de Adevair Cabral e Mário Nadaf na CPI

Quarta, 21 de março de 2018

17:24 - Denúncia contra presidente de CPI é desespero

12:18 - ONG Moral nega ter feito denúncia a prefeito e registra BO

Terça, 20 de março de 2018

07:30 - Bussiki quer nova composição para fortalecer CPI e investigar prefeito

Segunda, 19 de março de 2018

09:58 - Com CPI suspensa, vereador diz a prefeito que ninguém está acima da lei

Domingo, 18 de março de 2018

20:52 - Juiz suspende trabalhos da CPI do Paletó por 'manobra' na composição


// leia também

Quarta, 15 de agosto de 2018

07:20 - Taques publica decreto para pagar dividas em 11 vezes

Terça, 14 de agosto de 2018

18:44 - Taques registra candidatura e diz não temer 'complô' de adversários

18:20 - Grupo Gazeta define entrevistas e 2 debates entre candidatos majoritários - confira datas

15:24 - Botelho devolve 2 pedidos de abertura de CPI e deputada promete ir à justiça

15:18 - Mauro alega que Taques não fala por sua coligação e descarta o 'já ganhou'

15:10 - Câmara aprova lei que proíbe funerárias de cobrarem estacionamento

10:00 - Com R$ 35 milhões, Jayme tem o maior patrimônio na disputa ao Senado - lista

08:32 - Mendes declara patrimônio de R$ 113 milhões e Taques diz ter R$ 361 mil

08:13 - CPI dos grampos precisa de 16 assinaturas na Assembleia Legislativa

07:50 - Cidinho Santos será coordenador-geral da campanha de Mendes


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quarta, 15/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 15/08/2018
Dcb362fa6df370b7d120182d5bfb19db anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual a sua postura nestes tempos de seca?




Logo_classifacil









Loja Virtual