Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos | Gazeta Digital

Terça, 12 de dezembro de 2017, 19h32

Política de MT

Vereadores de Cuiabá concedem 13º salário para si mesmos

Redação do GD


 A Câmara de Cuiabá aprovou, durante sessão nesta terça-feira (12), um projeto de lei que autoriza o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos salários dos vereadores e servidores da Casa, bem como cria o 13º salário para os parlamentares da Capital.

A RGA deverá ser paga de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), previsto para ser de 4%, com quitação no próximo ano, assim como o 13º salário. Atualmente, os 25 vereadores recebem salários de R$ 15 mil e uma verba indenizatória de R$ 9 mil.

João Vieira

Vereadores concedem 13º salário para si mesmos

O projeto de autoria da Mesa Diretora foi colocado em pauta em regime de urgência e rendeu discussão em plenário. Apenas os vereadores Marcelo Bussiki (PSB), Felipe Wellaton (PV), Elizeu Nascimento (PSDC), sargento Joelson (PSC), Toninho de Souza (PSD) e Mário Nadaf (PV) votaram contra o projeto.

Durante a discussão da matéria, os vereadores Marcelo Bussiki (PSB) e Felipe Wellaton (PV), ambos membros da Comissão de Orçamento, questionaram se o momento seria o ideal para fazer reajustes financeiros, uma vez que o país passa por uma crise. Inclusive, lembraram que a própria Câmara de Cuiabá teve de demitir 460 funcionários da Casa de Leis por falta de recursos.

Leia mais - Câmara oficializa exoneração de 460 servidores; veja nomes

"Mesmo que haja um parecer dando legalidade da procuradoria, optamos por seguir a linha da economicidade dos gastos públicos,  assim como eu e Bussiki votamos contra o desmembramento da secretaria de Comunicação e Governo e a Secretaria dos 300 anos”, destacou Wellaton.

Por outro lado,  os vereadores a favor do projeto justificaram a necessidade de aprovação da matéria sob o argumento de que os salários não são reajustados desde 2014 e que o 13º salário é pago aos deputados estaduais, o que não demonstra ilegalidade. Apesar da discussão, o projeto foi aprovado e deve ser aplicado já no próximo ano.

Consulta ao TCE - O presidente da Câmara de Cuiabá, Justino Malheiros (PV), já demonstrava interesse em criar o 13º salários para os vereadores.  Em agosto, ele realizou duas consultas públicas na Tribunal de Contas do Estado (TCE) a fim de obter um parecer técnico sobre a possibilidade do pagamento do 13º salários aos vereadores.

Leia mais -  Presidente da Câmara quer pagar 'grana extra' aos 25 vereadores

Na consulta pública, Justino questionou se o direito salário 13º salário é extensível aos vereadores e se não há nenhuma vedação contra tal pagamento. Além disso, indagou se o 13º salário é considerado remuneração para fins de observância dos limites com despesa de pessoal.

Na época, em resposta, o conselheiro substituto Luiz Carlos Pereira disse que o presidente Justino não apresentou, de forma precisa, a dúvida quanto à interpretação e aplicação de dispositivos legais e, por isso, a presente consulta "não foi reconhecida". Diante disso, determinou o arquivamento das consultas. (KM)
  

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 10 de agosto de 2018

16:55 - Após decisão do TJ, Diego se articula para disputar a presidência da Câmara

Sexta, 27 de julho de 2018

19:44 - Vereador Marcrean Santos acumula '3 bolas foras'

Segunda, 26 de fevereiro de 2018

18:12 - Emanuel sanciona aumento da verba indenizatória para chefes de gabinete

Quinta, 11 de janeiro de 2018

16:09 - Câmara nomeia servidores que não precisarão aparecer para trabalhar

Quarta, 27 de dezembro de 2017

06:00 - Câmara promete esforço hoje para votar LOA

Terça, 19 de dezembro de 2017

08:56 - Sem substitutivo da LOA, vereador quer recalcular orçamento de Cuiabá

08:12 - Projeto de lei prevê aumento dos salários de procuradores da Câmara

Segunda, 18 de dezembro de 2017

08:52 - Promotor vai analisar legalidade de projeto do 13º salário para vereadores

Sábado, 16 de dezembro de 2017

08:20 - PP decide se manter na base do prefeito Emanuel Pinheiro

08:14 - Resolução do TCE ameaça derrubar 13º de vereadores


// leia também

Quarta, 15 de agosto de 2018

19:00 - Taques só entende de grampos ilegais, reage advogado do senador Medeiros

15:34 - Arthur Nogueira registra candidatura ao governo de Mato Grosso pela Rede

14:27 - Advogado vê deficiência política e afirma que Arcanjo é mais forte que Taques

11:55 - Diego fala transparência e valorização de servidores se for presidente da Câmara

09:50 - Selma Arruda acredita em ação de hacker contra Pedro Taques

07:38 - Oposição vai questionar na Justiça decreto de Taques para parcelamento

07:20 - Taques publica decreto para pagar dívidas em 11 vezes

Terça, 14 de agosto de 2018

18:44 - Taques registra candidatura e diz não temer 'complô' de adversários

18:20 - Grupo Gazeta define entrevistas e 2 debates entre candidatos majoritários - confira datas

15:24 - Botelho devolve 2 pedidos de abertura de CPI e deputada promete ir à justiça


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quinta, 16/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 16/08/2018
7d0914d59343b99cfc78f130aba8eeb9 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre os debates com candidatos na TV e rádio?




Logo_classifacil









Loja Virtual