Desmentido por aliado de Silval, Emanuel nega envolvimento 'com mar de lama' | Gazeta Digital

Sexta, 09 de fevereiro de 2018, 16h45

POLÍTICA DE MT

Desmentido por aliado de Silval, Emanuel nega envolvimento 'com mar de lama'

Karine Miranda, repórter do GD


O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), voltou a reafirmar sua "inocência" em relação às acusações de que teria recebido propina do ex-governador Silval Barbosa, para apoiar os projetos do Executivo na época em que era deputado estadual. Segundo o prefeito, ele não tem nenhuma relação com "o mar de lama" denunciado pelo ex-governador.

Marcus Vaillant

Emanuel diz que não tem nada a ver com 'mar de lama' da corrupção

Emanuel foi flagrado em um vídeo recebendo maços de dinheiro e os colocando no paletó. O dinheiro seria referente a um suposto "mensalinho" pago por Silval; o vídeo faz parte da delação premiada do ex-governador, já homologada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux.

O assunto voltou à tona após o chefe de gabinete do ex-governador, Sílvio Cezar Correa Araújo, reafirmar à Polícia Federal que o dinheiro entregue por ele ao prefeito não era destinado ao pagamento de uma dívida contraída junto à empresa do irmão do político, como alega o emedebista.
 

Leia mais - Aliado de Silval contesta defesa de prefeito sobre maços de dinheiro

Sílvio afirmou que as dívidas foram pagas com cinco cheques, cada um de R$ 40 mil, apenas em meados de novembro de 2014. Tal afirmação contraria a informação prestada pelo prefeito para justificar o recebimento do dinheiro.

Ao ser questionado sobre as informações prestadas por Silvio, Emanuel disse que a verdade “está aparecendo” e que não tem relação com as denúncias feitas na delação premiada. Além de Emanuel, vários outros políticos foram gravados recebendo a suposta propina.

“Hoje ele reconheceu que tem uma dívida com meu irmão. Uma dívida de pesquisa com meu irmão que está executando ele. Então, a verdade está aparecendo. É só o que eu vou falar. Não falarei mais uma palavra sobre isso. (...) Eu não tenho nada a ver com todo esse mar de lama que foi denunciado”, afirmou.

Ainda segundo Emanuel, a sua postura em não comentar sobre o caso trata-se de uma orientação jurídica e, por isso, ele irá se explicar apenas no processo. “A verdade vai aparecer e está aparecendo, já demonstrando aí. Não quero falar sobre isso até porque eu já disse que é uma ação jurídica, orientado pelos meus advogados. É um assunto sério. E como sempre tenho dito: a verdade vai aparecer e está aparecendo”.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 31 de julho de 2018

15:32 - Ex-deputado Alexandre César tem bens bloqueados

Quinta, 26 de julho de 2018

09:13 - Ex-deputado Dr. Azambuja vira réu e sofre bloqueio

Quinta, 19 de julho de 2018

13:46 - Juiz bloqueia R$ 1,2 milhão de deputado, mas nega afastamento

13:02 - Justiça não acha dinheiro na conta de deputado

Quarta, 04 de julho de 2018

13:55 - Silval está prestes a ser formar em Teologia

13:20 - Silval lembra que Pedro Taques herdou sua base de apoio na Assembleia - veja vídeos

07:55 - Silval lembra primos presos e diz que governo Taques está 'totalmente enlameado'

Terça, 03 de julho de 2018

16:30 - Silval cobra hombridade e diz que conselheiros deveriam delatar - veja vídeo

13:10 - Antonio Joaquim desafia PF a mostrar provas contra ele e chama Silval de 'bandido'

11:45 - Silval depõe na Controladoria sobre fraudes em contratos de R$ 42 milhões


// leia também

Terça, 14 de agosto de 2018

18:44 - Taques registra candidatura e diz não temer 'complô' de adversários

18:20 - Grupo Gazeta define entrevistas e 2 debates entre candidatos majoritários - confira datas

15:24 - Botelho devolve 2 pedidos de abertura de CPI e deputada promete ir à justiça

15:18 - Mauro alega que Taques não fala por sua coligação e descarta o 'já ganhou'

15:10 - Câmara aprova lei que proíbe funerárias de cobrarem estacionamento

10:00 - Com R$ 35 milhões, Jayme tem o maior patrimônio na disputa ao Senado - lista

08:32 - Mendes declara patrimônio de R$ 113 milhões e Taques diz ter R$ 361 mil

08:13 - CPI dos grampos precisa de 16 assinaturas na Assembleia Legislativa

07:50 - Cidinho Santos será coordenador-geral da campanha de Mendes

07:35 - Confira candidatos mais ricos e mais pobres que já registraram nomes


 veja mais
GDEnem

Cuiabá, Quarta, 15/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 15/08/2018
Dcb362fa6df370b7d120182d5bfb19db anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual a sua postura nestes tempos de seca?




Logo_classifacil









Loja Virtual