CGE diz que contrato da 'Bereré' pode ser rescindido neste mês | Gazeta Digital

Sexta, 02 de março de 2018, 15h14

OPERAÇÃO BERERÉ

CGE diz que contrato da 'Bereré' pode ser rescindido neste mês

Karine Miranda, repórter do GD


O controlador-geral do Estado, Ciro Rodolpho Gonçalves, afirmou que o contrato firmado entre a empresa EIG Mercados e o Governo do Estado pode ser rescindido ainda neste mês. A empresa está envolvida em um esquema de pagamento de propina e lavagem de dinheiro operado no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

Chico Ferreira

O controlador-geral do Estado Ciro Rodolpho 

O esquema teria desviado aproximadamente R$ 27,7 milhões dos cofres públicos, segundo o Ministério Público. O caso veio à tona durante a Operação Bereré, executada pelo Grupo de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Delegacia Fazendária (Defaz), em 19 de fevereiro.

Leia mais - Gaeco deflagra operação contra fraudes no Detran; deputados são alvos - fotos e vídeo

Conforme Ciro Rodolpho, o contrato já vinha sendo objeto de análise desde 2011. Na época, a Controladoria Geral do Estado encontrou indícios de que havia problemas e ilegalidades desde a licitação. Contudo, em virtude de o contrato se referir a uma "concessão pública", existia uma cláusula de indenização na eventualidade de rescisão, por parte do Governo.

Leia mais - CGE já apontava fraudes no Detran desde 2011

“A vacina mais eficaz era pela rescisão, mas nós tínhamos que ter sempre responsabilidade do risco de uma multa de R$ 96 milhões até R$ 100 milhões. (...) Esse fator que tornava a dificuldade de rescindir esse contrato. (...) Hoje nós temos a digital de um crime que vinha acontecendo desde a contratação”, disse em entrevista à Rádio Capital FM nesta sexta-feira (2).

Segundo o controlador, a digital “surgiu” após a delação de três pessoas: o ex-presidente da autarquia, Teodoro Moreira Lopes, conhecido como Doia, o ex-governador Silval Barbosa e o irmão dele, Antônio Barbosa. As delações contribuíram para desbaratar todo o esquema.

Divulgação

Detran deverá assumir serviço prestado por empresa

“Os três confessam agora e trazem à flor da água que havia um crime. Essa revelação é que traz segurança jurídica para o Estado tomar a decisão no sentido da rescisão do contrato. (...) Afirmo isso com bastante garantia: ainda em março o Detran terá condição de rescindir esse contrato”, acrescentou o controlador.

O controlador destacou ainda que o Estado tem trabalhado com o entendimento que as delações são fundamentais para garantir a segurança jurídica de não haverá pagamento de multas indenizatórias caso haja a rescisão do contrato e a empresa requeira na Justiça o recebimento de ações indenizatórias.

“Em que pese tratar de indícios, são indícios fortes e convergentes de três delatores que trazem a mesma versão sobre o mesmo fato. Isso pra gente é muito consistente. Acreditamos que o Judiciário venha compreender que estamos diante de situações fortes e robustos indícios de que tenha havido crimes durante a licitação deste contrato”, disse.

Em caso de rescisão de contrato, o próprio Detran é quem deve executar os serviços prestados pela empresa, que é o registro de contratos de financiamentos de veículos. “O corpo de servidores e o aparato tecnológico que hoje o Detran possui (...), esse aparato técnico tem capacidade, sim, de absorver esse serviço”, encerrou.
 

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Sexta, 15 de junho de 2018

16:03 - Ministra do STJ nega mais um pedido de liberdade ao deputado Mauro Savi

10:38 - Ministra do STJ mantém prisão do ex-secretário Paulo Taques

08:05 - Assembleia suprime instância para tentar soltar deputado Mauro Savi

07:41 - Irmãos Taques pedem que ministra reavalie necessidade de prisões

Quinta, 14 de junho de 2018

17:29 - Tribunal de Justiça nega recurso e mantém prisão de Mauro Savi

13:55 - TJ retoma julgamento sobre prisão do deputado Mauro Savi - acompanhe

08:09 - Deputado Mauro Savi cita colega Gilmar Fabris para sair da cadeia

06:30 - EIG demite 120 funcionários do Detran após governo atrasar salários

Quarta, 13 de junho de 2018

09:23 - Desembargadores retomam julgamento que tenta 'sustar' prisão de Savi

Terça, 12 de junho de 2018

11:00 - Nome de Mauro Savi nem é citado em reunião do DEM


// leia também

Domingo, 17 de junho de 2018

08:58 - Pré-candidata Margareth Buzetti não se apega a cargo e quer destravar economia - vídeo

Sábado, 16 de junho de 2018

15:15 - Gustavo de Oliveira descumpre estatuto da FIEMT e pode sofrer impugnação

11:17 - Ex-reitora da UFMT admite dificuldade na disputa ao Senado

10:51 - Vereador propõe que cargo de chefia só pode ser exercido por servidor efetivo

08:00 - Emanuel avalia que pré-candidatura de Mauro Mendes não muda cenário

Sexta, 15 de junho de 2018

14:36 - Apenas duas empresas se interessam por licitação de R$ 11 bilhões

13:14 - Governo destinará 20% do Fundo da Saúde aos hospitais filantrópicos

12:26 - Ciro Rodolpho deixa Controladoria e assume a Casa Civil

11:29 - Prefeitura tem aval do Estado para alugar equipamentos hospitalares

Quinta, 14 de junho de 2018

16:10 - Vereador consegue 9 votos e cria CPI para investigar 'desmandos' na Saúde


 veja mais
Cuiabá, Domingo, 17/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 17/06/2018
06e60112abf039588e79d3613d6ca555 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Canarinho Pistola, mascote da seleção brasileira, foi vetado dos jogos da Copa




Logo_classifacil









Loja Virtual