Tempo de oportunidade | Gazeta Digital

Quarta, 08 de novembro de 2017, 00h00

Tempo de oportunidade

Luiz Gonzaga Bertelli


Há momentos em que temos de optar por deixar algumas coisas de lado para nos dedicarmos a outras, a fim de colhermos os frutos futuramente. Bons exemplos são atletas que deixam de ir a festas, às vezes até de passar mais tempo com a pessoa amada para treinar para uma competição, ou aquele jovem que ambiciona passar em um vestibular difícil e abdica de momentos de lazer para estudar.

A proximidade das férias escolares traz essa questão para os estudantes. É um dos melhores períodos para conseguir uma vaga de estágio, visto que há um aumento de oportunidades provocado pela formatura de muitos alunos que não poderão mais estagiar (já que só pode ser realizado por quem está estudando), pelo vencimento de contratos que chegam ao período máximo de até dois anos e pela efetivação de muitos jovens. Tudo isso gera um acumulo de vagas, pois as companhias precisam repor esses estagiários.

Com a crise de mão de obra qualificada que assusta o empresariado, o estágio surge como uma eficaz ferramenta de capacitação de futuros talentos. É um momento em que as empresas estabelecem vínculos com o estudante, desenvolvendo habilidades necessárias a suas necessidades. Com isso, pode aumentar seu quadro de colaboradores para, quem sabe, até mesmo atender à expansão dos negócios.

A previsão do CIEE é que 112.529 sejam abertas até março do ano que vem. Isso leva à questão: curtir o período de recesso escolar ou se dedicar a encontrar a tão sonhada vaga? A resposta nos parece óbvia, quando levamos em consideração o alto índice de efetivação pós-estágio: 64,7%. Para concorrer às vagas desse período, os candidatos precisam se cadastrar gratuitamente no site do CIEE.

Para os estudantes, esse é o caminho mais rápido para a conquista de uma vaga no competitivo mundo do trabalho. Para as empresas, uma oportunidade singular de receber jovens talentos e lapidá-los conforme suas necessidades e cultura. Para o país, uma fonte inesgotável de cidadania. Afinal, é com os valores da bolsa-auxílio que muitos jovens ajudam no orçamento familiar, financiam seus estudos e asseguram uma carreira profissional para o futuro.

Luiz Gonzaga Bertelli é presidente do Conselho de Administração do CIEE, do Conselho Diretor do CIEE Nacional e da Academia Paulista de História (APH).

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Segunda, 23 de julho de 2018

00:00 - A dança das alianças

00:00 - Sombra, água fresca e empreendedorismo

00:00 - Reforma empresarial e lei trabalhista

00:00 - Maria, dentre tantas...

Domingo, 22 de julho de 2018

00:00 - Recuperação Judicial é oportunidade

00:00 - Moedas de troca

00:00 - É meu

00:00 - Onde estão as mulheres?

00:00 - Um fenômeno chamado Bitcoin

Sábado, 21 de julho de 2018

00:00 - =Culturalmente diferentes


 ver todas as notícias
Cuiabá, Segunda, 23/07/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 23/07/2018
02c761bab1797ded49fcaa578ee865af anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Brasileiro está entre os que mais tomam remédio por conta própria. Qual a causa?




Logo_classifacil









Loja Virtual