Dinheiro novo na praça | Gazeta Digital

Quarta, 29 de novembro de 2017, 00h00

Editorial

Dinheiro novo na praça

Da Editoria


Depois dos R$ 728,222 milhões pagos aos trabalhadores mato-grossense referentes ao saldo das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), mais uma vez a economia estadual receberá um reforço na circulação monetária. O pagamento do 13º salário aos trabalhadores vai movimentar uma cifra 3 vezes maior no Estado, gerando ânimo ao setor comercial que registra um tímido incremento nas vendas em 2017, depois de sucessivas reduções no ano passado.

Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apontam que serão injetados R$ 2,914 bilhões na economia estadual com o pagamento do abono de fim de ano a 1,243 milhão de trabalhadores do mercado formal aposentados e pensionistas. O valor é 300% maior que o liberado pelo governo federal de março a julho deste ano com a liberação para saque dos recursos das contas inativas do Fundo de Garantia, que beneficiou 715 mil trabalhadores em todo o Estado.

No país, o pagamento do 13º salário em novembro e dezembro resultará na circulação de nada menos que R$ 200 bilhões, beneficiando 83,3 milhões de trabalhadores. O montante representa cerca de 3,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Esta época do ano é a mais esperada pelos empresários do varejo brasileiro que mal terminam um ano começam a planejar e a esperar o próximo fim de ano. Isso porque, o período compreendido entre a 2ª quinzena de novembro e o fim de dezembro é o de maior consumo no comércio, justamente por conta do pagamento do 13º salário e consequentemente das compras de fim de ano.

É quase unânime a resposta dos trabalhadores, quando questionados, da destinação do dinheiro extra. Quem não gosta de comprar sapatos, roupas, perfumes, brinquedos, um móvel ou um automóvel novo? A aplicação do dinheiro extra vai do poder aquisitivo e da capacidade financeira de cada um. Os sonhos a serem realizados são os mais variados e despertam a criatividade. O desafio é fazer o rendimento render tantos presentes e compromissos financeiros. Sim, porque também há uma centena de milhares de pessoas que estão com pendências junto ao comércio, com contas em atraso e que o pagamento desse salário extra vai contribuir para reduzir as dívidas.

Ainda segundo o Dieese, do valor injetado em Mato Grosso, a maior parte será por meio dos trabalhadores assalariados dos setores público e privado (com exceção do pessoal do regime próprio do Estado e Municípios). Esses representam 74,9% do total, o equivalente a R$ 2,183 bilhões. São cerca de 801,955 mil pessoas que receberão, em média R$ 2.722,62 cada um referente ao 13º salário. Os aposentados e pensionistas também engrossarão a lista dos pagamentos e movimentarão R$ 695,681 milhões (23,9%). Ao todo, eles representam 33% das pessoas que receberão 13º, chegando a 410,124 mil beneficiários do INSS, do regime próprio do Estado e dos Municípios, que receberão, em média, R$ 1.696,27.

E esses recursos criam expectativa no comércio varejista estadual que registra aumento de 4,2% nas vendas este ano no acumulado até setembro, conforme dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para tanto, os lojistas começam a preparar suas lojas, estoques, equipes e vitrines numa verdadeira corrida para as vendas. A concorrência é acirrada. Afinal, lojas mais atraentes e equipes melhor preparadas terão resultados mais positivos, com vendas que serão convertidas em comissões e consequentemente mais dinheiro extra em circulação. Um movimento que os empresários desejam que seja contínuo em 2018.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quinta, 21 de junho de 2018

00:00 - Geopolítica em evidência

00:00 - Analfabeto funcional

00:00 - Mudança urgente de gestão

00:00 - Não trabalhe mais

00:00 - Do inverno à primavera

Quarta, 20 de junho de 2018

19:12 - Mudar a gestão da Petrobras é uma necessidade urgente

00:00 - Condomínios e consórcios de produtores

00:00 - Casa de cupim

00:00 - Lei dos defensivos agrícolas

00:00 - O papel do administrador


 ver todas as notícias
Cuiabá, Quinta, 21/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quinta, 21/06/2018
993364e9a9f5ce444d02868cc0a18565 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Deputados que faltarem às sessões terão o salário cortado




Logo_classifacil









Loja Virtual