3 passos para evitar fraudes | Gazeta Digital

Sexta, 12 de janeiro de 2018, 00h00

3 passos para evitar fraudes

Renan Vazquez


Todos os dias companhias ao redor do mundo perdem dinheiro por conta de ações de má-fé. Dados da Association of Certified Fraud Examiners (ACFE) estimam que as empresas devem perder em média 5% da sua receita com as fraudes. E quanto maior a empresa, maior a dificuldade de controle.

Não é a toa que segundo estimativas do Gatner o investimento global em Segurança da Informação até o fim deste ano será de 84,4 bilhões de dólares, o que representa um aumento de 7% em comparação com 2016. Para 2018, a previsão é um investimento de 93 bilhões de dólares, um aumento de 12% com relação a este ano. Ou seja, os números mostram que os empresários estão cientes das perdas causadas por incidentes em segurança e dispostos a investir em ações preventivas.

As fraudes podem ser de origem externa, que é a violação por parte dos criminosos; ou interna, quando há inocência ou até mesmo mau caráter por parte dos funcionários - que podem atuar nos mais diferentes níveis. Nos contact centers, por exemplo, existem casos de atendentes que se uniram a instaladores para receber por serviços não realizados. O fato é que muitas vezes o golpe vem de pessoas consideradas de confiança. E além da perda de dinheiro, que pode ameaçar a estabilidade financeira de uma companhia, também podem resultar em crises de imagem, credibilidade e reputação - basta observar o que aconteceu com as empresas mencionadas da Lava Jato.

A questão é: como prever ou detectar uma fraude com agilidade?

Ambientes vulneráveis, com processos mal estruturados ou até mesmo ausentes e onde não existem auditorias, estão mais suscetíveis a desvios. Pensando nisso, compartilho três dicas para evitar (ou pelo menos minimizar) a possibilidade de fraudes em companhias de qualquer porte ou segmento de atuação:

Conheça os pontos frágeis

Antecipe-se aos riscos. Todo mundo tem fraquezas e com as empresas não é diferente. Ao reconhecer quais são as áreas mais sensíveis, é possível redobrar a atenção e criar ações contra possíveis golpes.

Tenha processos bem estruturados

Sem metodologias bem definidas cada funcionário atua de uma maneira diferente e a empresa perde o controle, ficando mais suscetível às fraudes e muitas vezes só percebendo que algo está errado quando o prejuízo é evidente. Crie processos e faça análises para que haja garantia de que são seguros.

Automatize atividades

Existem funções dentro de uma empresa que podem ser realizadas com mais eficiência e segurança se forem automatizadas. Além de aumentar a produtividade e, por consequência, os lucros da companhia. Deixe as ações repetitivas para as máquinas e conte com as habilidades humanas para ações estratégicas.

Infelizmente, não há como se prevenir da ação de indivíduos desonestos - assim como também não dá para desconfiar de tudo e de todos o tempo todo. Pessoas mal intencionadas existem em todos os lugares e em todas as funções. O importante é se precaver, tendo uma empresa organizada e controlando o máximo de atividades possível. Desta forma, torna-se mais fácil perceber quando algo está errado e é possível agir com rapidez para solucionar a questão antes que os negócios sejam prejudicados.

Certamente, cada empresa tem suas peculiaridades, por isso, também vale avaliar se não existe a necessidade de contar com o apoio de uma consultoria externa para analisar as operações e sugerir melhorias. Cuide da segurança das informações da sua empresa com a mesma atenção que dá para a segurança patrimonial.

Renan Vazquez é arquiteto de Sistemas da Indigosoft - startup que oferece soluções de automação digital

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

11:02 - Sobre a intervenção no Rio e as amizades

10:30 - Os perfis para as urnas

00:00 - Inovar atrapalha a mente

00:00 - Consciência cidadã

00:00 - Marketing e comercial

00:00 - Artimanhas

00:00 - Baixa escolaridade

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

00:00 - Segurança, a bala de prata de Temer

00:00 - Intervenção federal, o último capítulo

00:00 - Ritual do corte de cabelo


 ver todas as notícias
Cuiabá, Sábado, 24/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 24/02/2018
116961967de356eee6ddd02c7d0c8fb3 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Lei municipal permite que ruas sem saída em Cuiabá sejam fechadas por moradores




Logo_classifacil









Loja Virtual