Como gerenciar equipe de sucesso | Gazeta Digital

Quarta, 24 de janeiro de 2018, 00h00

Como gerenciar equipe de sucesso

Daniel Tertuliano


Mudanças ocorrem a todo momento, se formos comparar - por exemplo - a época atual com a de 50 anos atrás, encontraremos um abismo de diferenças. Ainda mais se falando de "trabalho em equipe", que era quase que inexistente em meio à Era Industrial, na qual os funcionários estavam lá para receber a ordem e obedecer. Observo que, atualmente, em algumas empresas, esse comportamento ainda é comum, pois contam com chefes autoritários e indisponíveis, que adotam esse sistema anacrônico de dizer o que fazer e de cobrar seus subordinados.

Para terem uma ideia, eu tive essa terrível experiência na época que trabalhei em uma multinacional. Um gerente que não sabia o meu nome e não se importou em perguntar, me chamou de "cidadão" e delegou a tarefa de forma desumana. Essa situação me entristeceu, desanimou e automaticamente - por mais que eu não quisesse - fez com que o meu rendimento caísse. Mas também tirei de lição, para repensar a minha vida e meus objetivos. Hoje, na posição de líder, busco sempre incentivar os que estão ao meu lado, prefiro me ver como uma pessoa que guia e leva para frente os colaboradores.

Gerenciar uma equipe não é a tarefa mais fácil do mundo, mas com determinação, conseguimos sim motivar qualquer ser humano. O primeiro passo, que gosto de citar, é o "conhecer as pessoas". Nas empresas, os líderes precisam conhecer bem os seus funcionários, pois precisam saber qual a melhor forma de motivar cada membro da equipe e até aonde pode exigir de cada pessoa. Entenda que cada ser humano tem limitações diferentes e que precisam ser bem trabalhadas, assim como as qualidades.

A perseverança é outro ponto importante para alcançar os melhores resultados, pois as pessoas são muito variáveis e não respondem de maneira igual aos desafios. Além disso, se o líder se deixar derrotar por essas dificuldades, fatalmente abandonará a missão. Um exemplo que a maioria conhece e gosto muito de usar como exemplo é a de Jesus Cristo. Alguém já disse que do grupo inicial de seguidores de Jesus, provavelmente a única pessoa que um recrutador escolheria seria Judas Iscariotes, por ter um perfil empreendedor, mas foi justo quem o traiu. Jesus lutou durante três anos com um bando de prováveis "fracassados" e transformou-os em homens que "viraram o mundo de cabeça para baixo". Isto é perseverança, uma qualidade que todo líder precisa ter. Não desanime, selecione pessoas comprometidas, elas não precisam saber tudo, mas que se esforcem e vistam a camisa da sua empresa.

Uma outra característica que podemos relacionar a um líder é o senso de justiça. Ou seja, devemos tratar as pessoas como gostaríamos de ser tratados. Em se falando do mundo corporativo, o líder deve liderar como gostaria de ser liderado. Trate os seus colaboradores de forma igual, sem distinguir raça, cor, poder econômico, etc., com o mesmo respeito, direitos e sem deixar que questões pessoais interfiram.

O último e não menos importante é o empreendedor saber "não dar o peixe, mas ensinar a pescar". O líder não precisa ser bonzinho o tempo todo e muito menos dar as coisas de "mão beijada", mas se esforçando para que seus funcionários consigam exercer as funções de maneira segura e tranquila. Eles precisam confiar no empreendedor, recebendo boas condições de trabalho e tendo com quem contar nas horas difíceis para que atinjam seus objetivos com êxito. Aqui na Camisetas em 12 horas, por exemplo, nos deparamos com problemas diários, muito estresse, mas hoje posso contar com a equipe toda para tomadas de decisão.

Depois de 15 anos tentando das mais diversas maneiras e quase desistindo, após criar pré-conceitos sobre gestão de equipe, há exatamente um ano resolvi renovar a minha equipe, mantendo apenas quem tinha comprometimento. Segui exatamente os passos que citei acima. Claro que não foi fácil, mas dia após dia fui seguindo, trabalhando, liderando, até que consegui deixar os meus colaboradores prontos. E, de fato, a minha estratégia deu certo, foi uma grande conquista, que me trouxe um resultado excelente, pois dobramos o faturamento em 2017. Por isso, gosto sempre de dizer que "quanto maior a luta, maior é a vitória".

Daniel Tertuliano, CEO da Camisetas em 12 horas

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sexta, 17 de agosto de 2018

00:00 - Resíduos sólidos em suspensão

00:00 - Desafios do envelhecimento

00:00 - O conceito de bem-estar

00:00 - Educação e livre iniciativa

00:00 - Melhores cidades para se viver

Quinta, 16 de agosto de 2018

11:31 - A eficiência do mercado político no Brasil

11:27 - Napoleão e os contribuintes

00:30 - Governança familiar nos negócios

00:30 - Realidade das contas públicas

00:30 - A revolução do agro brasileiro


 ver todas as notícias
GDEnem

Cuiabá, Sexta, 17/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sexta, 17/08/2018
3530ffce5712a5fc35d6534a46b49165 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Cuiabá é uma cidade acolhedora para ciclistas?




Logo_classifacil









Loja Virtual