O alfabeto de Deus | Gazeta Digital

Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 00h00

O alfabeto de Deus

Daniel Almeida de Macedo


Na semana que passou a União Matemática Internacional (IMU) aprovou a entrada do Brasil no seleto grupo de nações mais desenvolvidas em pesquisas matemáticas. Esse novo status do Brasil foi conquistado em função dos programas de pós-graduação, das publicações científicas e das pesquisas no campo da matemática que hoje o país desenvolve. Desde o início da década de setenta o Brasil tem realizado uma incrível trajetória ascendente no campo da pesquisa matemática, e ano após ano melhora sua posição entre as nações que exploram os confins dessa incrível ciência.

Não há dúvida que no centro desse processo está o prestigiado Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), localizado no Rio de Janeiro. O Impa é uma ilha de excelência em ensino e pesquisa no Brasil e é considerado nesse segmento acadêmico a organização de maior prestígio na América Latina. Essa pérola do ensino superior brasileiro proporciona treinamento e capacitação de alto nível para professores de ensino médio além de formar, em média, 14 doutores e 20 mestres por ano. Supervisionada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, o Impa conta com dezenas de pesquisadores, muito estrangeiros, e ganhou inúmeros prêmios de âmbito nacional e internacional ao longo dos anos. No Congresso Internacional de Matemáticos em 2014, o brasileiro Artur Ávila, vinculado ao Impa, recebeu a Medalha Fields, considerada o Nobel da matemática. Foi o Impa que criou em 2005, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) e atualmente coordena a Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). Em se tratando de ensino de matemática, é muito importante que se desperte no jovem o interesse pelo tema, e essas competições de aritmética, geometria e álgebra estão conseguindo despertar em milhões de jovens o entusiasmo pela matéria.

Para o Brasil acompanhar o crescimento econômico e tecnológico é necessário seguir investindo e melhorando o ensino básico das escolas, a fim de estimular e aperfeiçoar o aprendizado de áreas vitais que necessitam de raciocínio lógico, como as ciências exatas. Nesse momento histórico em que novas profissões estão surgindo, é necessário o incentivo intelectual em matemática, que é a base de sustentação teórica para as ciências da computação, por exemplo. A Finlândia, um país líder no ranking de educação, já adota estratégias bem-sucedidas de ensino que se baseiam na integração das crianças desde cedo à tecnologia e ao raciocínio lógico. Os Finlandeses acreditam que é necessário ensinar codificação e programação desde a mais tenra idade, e definiu que essas matérias fazem parte do currículo educacional do país. O aprendizado é feito de forma lúcida e dinâmica, proporcionando ao aluno satisfação em estudar e praticar cálculos matemáticos.

Há um longo caminho a ser percorrido para melhorar a educação no Brasil, especialmente a didática das ciências exatas no ensino básico, mas existe bons exemplos que devem ser preservados e potencializados. O Instituto de Matemática Pura e Aplicada representa um modelo eloquente de como é possível alcançar níveis de excelência no ensino e aperfeiçoamento dessa importante disciplina. A matemática está presente em todos os setores da vida e em diversas tarefas do cotidiano, certamente é um conhecimento essencial para a sociedade. Nas palavras de Galileu Galilei, astrônomo italiano do século XI, "a matemática é o alfabeto com qual Deus escreveu o universo".

Daniel Almeida de Macedo é doutor em História Social pela USP e escreve neste espaço às segundas-feiras

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sábado, 26 de maio de 2018

00:00 - Palhaçada

00:00 - Factfulness

00:00 - Expoente da imprensa livre

00:00 - Caro (Michel Elias Temer) Lulia

00:00 - Tão rica e tão frágil

Sexta, 25 de maio de 2018

00:00 - Acessibilidade no atendimento

00:00 - Brasil prestes a explodir

00:00 - Contribuição sindical pós-reforma

00:00 - Educação e pertencimento social

00:00 - Dessa vez, é pelos R$ 12,5 bilhões


 ver todas as notícias
Cuiabá, Sábado, 26/05/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 26/05/2018
Ea13e1b35911b70cafc047d78e906f1b anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Projeto de Lei reconhece o funk como manifestação cultural popular




Logo_classifacil









Loja Virtual