Não poupamos | Gazeta Digital

Terça, 20 de fevereiro de 2018, 00h00

Editorial

Não poupamos

Da Editoria


"Quem poupa tem", diz o dito popular. Se fosse levado a ferro e fogo, grande parte dos brasileiros não teria quase nada ou passaria por grandes dificuldades financeiras, o que não deixa de ser verdade, não apenas pela ausência de hábito de poupar, mas por inúmeras outras questões, como desemprego, salários baixos, custo de vida alto, baixo nível de escolaridade, falta de estímulo a um controle financeiro pessoal.

Levantamento feito pelo Indicador de Reserva Financeira do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), aponta que somente 21% dos brasileiros conseguiram guardar dinheiro em dezembro, mês que normalmente há um rendimento extra por conta do décimo terceiro salário.

Os dados revelam que somente dois em cada 10 consumidores brasileiros guardaram dinheiro em dezembro do ano passado, e 71% não conseguiram poupar nada.

Entre os brasileiros que não pouparam nenhum centavo, 40% justificaram o fato pela renda muito baixa, 17% por não terem nenhuma fonte de renda, ou seja, estão fora do mercado de trabalho, 16% por terem sido surpreendidos por algum imprevisto e 13% por não terem controle dos gastos e disciplina para guardar dinheiro.

Pouco mais da metade (51%) das pessoas ouvidas disseram que não têm hábito de poupar, nem têm reserva financeira. Além desses, 7% disseram que não poupam, mas já têm uma quantia reservada. O indicador ainda revela que metade dos brasileiros que dispõem de reserva financeira (49%) tiveram de sacar, em dezembro, parte dos recursos guardados, sendo que os principais motivos foram imprevistos (14%), alguma compra (13%) e pagamento de dívidas (11%).

É claro que o momento econômico, que limitou muito a renda das famílias por conta do alto índice de desemprego e da elevação do custo de vida, torna a poupança de recursos ainda mais difícil. Mas, nem tudo deve ser atribuído à crise, não se pode negar que a negligência com as próprias finanças é algo cultural entre os brasileiros.

No entanto, nem tudo está perdido. Os dados mostram que 34% dos entrevistados afirmaram ter o hábito de poupar. Destes, 12% estipulam o valor a ser poupado e 22% guardam o que sobra do orçamento.

O levantamento mostrou também que o principal objetivo de 37% dos brasileiros que poupam é reservar uma parte do salário para lidar com uma eventual doença ou outros problemas do dia a dia. O desejo de garantir um futuro melhor para a família é o motivo de 24%. Em seguida, vem a vontade de viajar (22%) e de fazer uma reserva para o caso de ficar desempregado (21%). Em média, o valor poupado em dezembro foi de R$ 571,91.

Com relação às formas de aplicação, os dados revelam um comportamento bastante conservador dos brasileiros, ou ainda um desconhecimento a respeito do mercado financeiro.

Entre os entrevistados que costumam economizar, 57% colocaram o dinheiro na poupança, aplicação com baixo rendimento e alta liquidez. Em seguida, vêm aqueles que costumam guardam o dinheiro em casa (27%) e os 17% que deixam na conta corrente. Outras opções mais rentáveis de investimentos, porém menos citadas pelos poupadores, são os fundos de investimento (9%), previdência privada (8%), Tesouro Direto (7%), certificados de depósito bancário CDBs (5%) e ações (5%).

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sábado, 23 de junho de 2018

00:00 - Creio em outubro

00:00 - Trapalhada bilionária

00:00 - Economia inclusiva

00:00 - Dois assuntos

00:00 - Fome e desperdício

Sexta, 22 de junho de 2018

00:00 - Desligue o piloto automático

00:00 - Envelhecimento, um grande desafio

00:00 - Temer está quebrando o Brasil

00:00 - Trajetória histórica dos Irantxe

00:00 - Dias de luta e dias de festa


 ver todas as notícias
Cuiabá, Sábado, 23/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 23/06/2018
00cd1afd8757c6b9bf1a877a182fcfcc anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

O que os eleitores vão depositar nas urnas em outubro?




Logo_classifacil









Loja Virtual