Responsabilidade e otimismo | Gazeta Digital

Sexta, 23 de fevereiro de 2018, 00h00

Editorial

Responsabilidade e otimismo

Da Editoria


Quando a maioria dos eleitores de Cuiabá e Várzea Grande se atentaram para a proximidade do fim do prazo para o cadastramento biométrico e os postos de atendimento da Justiça Eleitoral se viram, do dia para a noite, abarrotados de gente, o comentário de um leitor em uma notícia num site da Capital resumiu (talvez) o sentimento da maioria das pessoas em relação à classe política. Sobre a reportagem que tratava de mais uma denúncia contra um representante eleito pelo povo, o leitor escreveu: "é para isso que enfrentamos horas de fila na biometria?".

As filas para o cadastro das impressões digitais e fotografias no título de eleitor praticamente acabaram com a iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de, diante da demanda crescente, propor parcerias com diversos órgãos públicos para a abertura de novos postos de atendimento. Já as notícias do mundo político, ao que se percebe, continuam trazendo mais dissabores aos mato-grossenses do que alegrias.

Se, por um lado, as deflagrações de operações de combate a esquemas de corrupção revelam que, cada dia mais, essas práticas estão na mira das autoridades e esses grupos vêm sendo desmantelados, assim como as primeiras sentenças aos acusados de participação vêm sendo proferidas; de outro, também saturam a população com notícias sobre o mau uso do dinheiro público e passam a impressão de que o ditado que diz que "político é tudo igual" é verdadeiro.

Mas tempos sombrios precisam de otimismo e ações positivas para serem superados. Sob essa ótica, o questionamento do leitor pode apontar para outro rumo para nossa classe política. Não, não é para isso que enfrentamos horas de fila para exercer o direito de votar. É para, justamente, mudar essa situação que precisamos separar um tempinho de um único dia da semana para fazer o cadastro biométrico.

Esse é o primeiro passo. O restante do caminho a ser percorrido tem início em breve, quando as, por enquanto, pré-candidaturas aos cargos que estarão disponíveis nas eleições de outubro se consolidarem. Começa, então, o trabalho de pesquisa que todo cidadão deveria fazer. Conhecer o passado e as propostas dos candidatos é o básico antes de entrar na cabine da urna eletrônica. De nada adianta reclamar das notícias sobre corrupção, se, quando se tinha oportunidade, não se fez o que era necessário para evitar que os corruptos conquistassem o poder que têm.

Não é preciso buscar muito para encontrar discursos de que a política precisa se renovar. Desde os próprios líderes de partidos até o cidadão mais "comum", esse é um dos primeiros jargões usados quando o assunto é esse. Mas o que estamos, de fato, fazendo para que essa renovação aconteça? Os "novos" estão se candidatando? Os eleitores estão votando neles? É preciso que todos assumam sua parcela de responsabilidade. Cada um de nós tem o poder de fazer a situação mudar para melhor.

E eleger bons candidatos é só o início. Depois da apuração dos votos e das solenidades de posse, começa outra jornada de trabalho para nós, eleitores, que é acompanhar o que está sendo feito com nosso dinheiro. A legislação já mudou para melhor nesse sentido. Hoje é muito mais fácil ter acesso a dados de como os recursos públicos estão sendo empregados. Basta participar, cobrar, exigir o que é direito nosso. Tudo com responsabilidade e otimismo.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Domingo, 17 de junho de 2018

00:00 - Olhar tacanho

00:00 - Carne bovina, um rio de água?

00:00 - Conduções coercitivas

00:00 - O status é inimigo do bem-viver

00:00 - Violência cibernética e real

Sábado, 16 de junho de 2018

00:00 - O vazio de outubro

00:00 - Federalismo traído

00:00 - Saiba se comunicar

00:00 - Uns torcem, outros faturam

00:00 - Um ato de amor


 ver todas as notícias
Cuiabá, Domingo, 17/06/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 17/06/2018
06e60112abf039588e79d3613d6ca555 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Canarinho Pistola, mascote da seleção brasileira, foi vetado dos jogos da Copa




Logo_classifacil









Loja Virtual