O espaço feminino | Gazeta Digital

Sexta, 02 de março de 2018, 00h00

Editorial

O espaço feminino

Da Editoria


Em ano de eleições, o mês de março, quando se comemora o Dia Internacional da Mulher, a temática do "empoderamento" feminino costuma ter um viés a mais na pauta já predeterminada dessa discussão: o da representação delas no cenário político. É a época em que surgem os números que apontam que mais de 51% dos eleitores brasileiros são mulheres, que só 10% das vagas no Congresso Nacional são ocupadas por elas e ainda que o Brasil ocupa a 115ª posição do ranking mundial (numa pesquisa com 138 países) de presença feminina no parlamento.

Os dados oscilam, mas quase todos os anos de eleição estão praticamente no mesmo patamar. As campanhas e ações para tentar alterar essa realidade também são quase sempre as mesmas. O principal debate, em geral, circula sobre a cota para candidaturas femininas, num eterno debate se a medida é ou não eficaz e se seria ou não justa. Paralelo a isso, os partidos continuam investindo pouco nas candidatas mulheres, quando não as transformam em "candidatas laranjas", registradas somente para garantir o cumprimento da cota.

No ano passado, só na Câmara de Cuiabá, o juiz eleitoral Gonçalo Antunes de Barros Neto cassou o mandato de quatro vereadores sob a acusação de fraudes na composição das chapas. Os processos, que ainda estão em andamento, em fase de recurso por parte dos condenados, foram embasados, justamente, em depoimentos de mulheres que acreditaram na promessa de que teriam espaço e estrutura para fazer suas campanhas e alegam terem sido enganadas.

Mas e as eleitoras? Elas procuram ter representação feminina na política quando vão às urnas? Assim como o caminho para o combate à corrupção passa pela forma como o eleitor escolhe seus candidatos, analisando o passado de cada um deles, estudando suas propostas, uma maior presença das mulheres nos parlamentos e palácios do Executivo também depende da atuação de quem as elege. É preciso que as mulheres queiram ser representadas por mulheres e votem nelas.

Eleições atrás, uma candidata que acabou não se elegendo a um cargo no Executivo disse acreditar que o motivo da quantidade quase insignificante de mulheres na política, em comparação à quantidade de eleitoras, se dava porque a rotina delas é muito mais atarefada que a dos homens e, por isso, elas não costumam ter tempo de pensar sequer em quem eleger, que dirá em se candidatar.

O argumento fez mais sentido quando completado com a seguinte observação: são as mulheres que estão nas portas das escolas cobrando soluções quando há greves ou falta de estrutura para seus filhos; também são elas que reclamam das filas nos postos de saúde e da ausência de medicamentos para os pais ou sogros idosos; e mais, são elas que boicotam (ainda que sem uma organização formal) o mercado que aumenta os preços que coloca em risco o orçamento familiar.

A conclusão da candidata foi de que as mulheres já atuam na política e, exatamente por isso, não têm tempo de se tornarem políticas. Elas próprias se representam e não só a elas próprias, mas a todos que dependem delas para sobreviver. Significa que não precisamos de mulheres ocupando mais espaço na política? Absolutamente. Afinal, se sem serem detentoras de grandes cargos elas já conseguem tanto, imagine como poderia ser o país se elas estivessem do outro lado da ponta dessas reclamações...

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Domingo, 24 de junho de 2018

00:00 - A estratégia

00:00 - Um olhar para Chapada

00:00 - A metafísica resolve

00:00 - Saia das dívidas e seja feliz

00:00 - A OMS segue tendências

Sábado, 23 de junho de 2018

00:00 - Creio em outubro

00:00 - Trapalhada bilionária

00:00 - Economia inclusiva

00:00 - Dois assuntos

00:00 - Fome e desperdício


 ver todas as notícias
Cuiabá, Domingo, 24/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 24/06/2018
264aa11e3277d28a72d32c9ea77980c2 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre o comportamento dos brasileiros fora do Brasil?




Logo_classifacil









Loja Virtual