Água limpa para todos | Gazeta Digital

Sábado, 03 de março de 2018, 00h00

Editorial

Água limpa para todos

Da Editoria


Água limpa não é um privilégio, é um direito humano básico. Porém, mais de meio bilhão de pessoas ainda vivem sem acesso à água potável.

Segundo relatório da organização internacional WaterAid, lançado em março de 2017, 663 milhões de pessoas ainda estão sem água limpa para beber, sendo que a grande maioria (522 milhões) vive em áreas rurais.

Como sempre, esse é um problema que afeta principalmente os países mais pobres, ou seja, as populações mais vulneráveis, mas está presente também em algumas grandes economias do mundo.

Entre os países mais afetados pela falta de água potável estão os africanos Angola, República Democrática do Congo e Guiné Equatorial. Em cada um deles, mais de dois terços dos habitantes em zonas rurais estão desprovidos de água limpa.

Entre as nações com economias em crescimento acelerado, a Índia, também registra um alto número de pessoas sem acesso à água limpa. Segundo o relatório, 63,4 milhões de indianos em áreas rurais estão desprovidos de água potável, o maior número de pessoas registrado num único país.

Na China, outra economia poderosa e com uma população de cerca de 1,4 bilhão de pessoas, 43,7 milhões dos habitantes vivem sem água limpa em áreas rurais.

As Nações Unidas estimam que, em 2025, 1,8 bilhão de pessoas estejam vivendo em regiões com grave escassez de água. E o estudo da WaterAid prevê que mais de 40% da população global provavelmente terá problemas com abastecimento de água potável até 2050.

O relatório da WaterAid destaca também o fato de que as mudanças climáticas, acompanhadas de fenômenos climáticos extremos, como ciclones, inundações e secas prolongadas, cada vez mais frequentes e drásticos, provavelmente aumentarão os problemas de água.

Além disso, doenças como cólera, conjuntivite granulomatosa, malária e dengue devem se tornar mais comuns. E a desnutrição deve aumentar, uma vez que as comunidades agrícolas enfrentam problemas para cultivar alimentos e criar animais em meio a altas temperaturas.

Em um quadro tão desfavorável em várias partes do mundo, o acesso à água potável poderá ser inserido no rol de direitos e garantias fundamentais da Constituição Federal brasileira.

A conquista será possível se a proposta de emenda à Constituição (PEC 4/2018), do senador Jorge Viana (PT-AC), presidente da Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC), for aprovada.

Isso porque mesmo sendo um elemento indispensável à garantia do direito à vida, o acesso à água potável não é ainda reconhecido intrinsecamente como um direito fundamental. Ao contrário, a água é considerada, muitas vezes, apenas como recurso e como bem econômico, o que exclui parcelas vulneráveis da sociedade da possibilidade de ter acesso ao precioso líquido em quantidade e qualidade que permitam uma vida digna.

O tema estará em pauta no 8º Fórum Mundial da Água, que acontece em Brasília de 18 a 23 de março, cujo tema é exatamente o compartilhamento da água. Vale lembrar ainda que 22 de março é Dia Mundial da Água, uma data importante e motivadora para que esse tema inerente à sobrevivência seja discutido e tratado com a relevância que merece e exige.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

19:12 - Mudar a gestão da Petrobras é uma necessidade urgente

00:00 - Condomínios e consórcios de produtores

00:00 - Casa de cupim

00:00 - Lei dos defensivos agrícolas

00:00 - O papel do administrador

00:00 - Paliativos na economia

Terça, 19 de junho de 2018

17:30 - Imposto sobre a morte?

17:17 - Árbitro de vídeo

00:00 - Ecologia do medo e da culpa

00:00 - Retrovisor e luz de ré


 ver todas as notícias
Cuiabá, Quarta, 20/06/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Quarta, 20/06/2018
845f3eba647f5498546cb197c3e58484 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual o futuro de Neymar nessa Copa do Mundo?




Logo_classifacil









Loja Virtual