Disfunções sexuais atingem mais da metade das mulheres com endometriose | Gazeta Digital

Quinta, 05 de outubro de 2017, 16h37

Vida a dois

Disfunções sexuais atingem mais da metade das mulheres com endometriose

Danielle Menezes, da Agência Health


Uma vida sexual ativa e satisfatória é um importante aspecto da qualidade de vida. Porém, algumas patologias e condições de saúde afetam de forma considerável a função sexual, especialmente as doenças ginecológicas, como a endometriose.

Divulgação

Mulheres descobrem a doença e temem futuro do casamento e vida sexual

Um recente estudo multicêntrico conduzido pela Áustria e Alemanha, avaliou a função sexual de mulheres com endometriose usando dois questionários validados: o Índice de Função Sexual Feminina (FSFI) e a Escala de Distúrbio Sexual Feminino revisados (FSDS). A prevalência de disfunção sexual medida por essas ferramentas foi de 32% (FSFI) e de 78% (FSDS). A pesquisa mostrou ainda que quando a disfunção foi diagnosticada, a frequência sexual diminuiu e o medo do divórcio aumentou.

Dispareunia é o principal problema
Segundo Edvaldo Cavalcante, cirurgião ginecológico e especialista em endometriose, a dor durante o ato sexual, chamada de dispareunia, é um dos principais fatores que prejudicam a vida sexual de mulheres com endometriose e está presente em mais da metade dos casos. “A dispareunia é um sintoma particularmente preocupante, porque normalmente ocorre em todas as relações sexuais. Outro ponto é que a endometriose é um fator de risco para desenvolver essa condição”.

Um estudo publicado no Human Reproduction mostrou que a dispareunia foi reportada por 56% das mulheres; a dor pélvica crônica por 60% e a dismenorreia (cólica menstrual intensa) por 59%. O mesmo estudo demonstrou redução da qualidade de vida, assim como efeitos negativos na saúde física e mental do grupo estudado.

“A endometriose é uma doença crônica, ou seja, ela não tem cura e requer tratamento para o resto da vida. Outro ponto é que atinge mulheres jovens, com vida sexual ativa e é muito importante que os especialistas olhem também para a sexualidade das pacientes no manejo da doença”, diz Dr. Edvaldo.

Preocupação com Fertilidade
Mas, não é só a dispareunia que leva a problemas sexuais. Como a doença ocorre durante o ciclo fértil, a preocupação com a fertilidade também é um fator que pode ter impactos negativos na conjugalidade. “A impossibilidade de engravidar diminui a autoestima e dá uma sensação de falha como mulher. Além disso, muitas vezes há pressões externas para conceber, que podem vir do parceiro ou da família. Isso reduz a satisfação com a vida sexual, gera problemas no relacionamento afetivo e aumenta o risco de desenvolver depressão e ansiedade, por exemplo”, comenta o médico.

O efeito da endometriose no parceiro
E não são só as mulheres que sofrem com os efeitos negativos da endometriose. Um estudo recente, publicado no Human Reproduction, confirmou que a endometriose afeta também o parceiro. Os resultados mostraram que mais da metade dos homens cujas parceiras têm endometriose relatam que o sexo é raro ou não existe. A pesquisa mostrou ainda que a endometriose atinge a vida sexual, a intimidade, o planejamento familiar, a vida profissional de ambos e a renda familiar. O estudo revelou também que homens cujas parceiras têm endometriose se sentem impotentes para ajudá-las, frustrados, preocupados e zangados.

“Não há dúvidas que é preciso olhar com mais atenção a sexualidade das mulheres com endometriose. A dispareunia associada à doença pode gerar medo, insegurança, evitação e problemas nos relacionamentos afetivos, levando a outras disfunções sexuais. O diagnóstico e o tratamento são essenciais para controlar a dor, o que pode contribuir em vários aspectos, incluindo o aumento da satisfação com a vida conjugal”, conclui o médico.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 19 de dezembro de 2017

16:19 - MT é o estado que funcionários deram mais 'amassos' em confraternizações

Quinta, 07 de dezembro de 2017

11:58 - Estudo da USP aponta que depressão e estresse são ladrões da libido feminina

Quarta, 20 de setembro de 2017

15:01 - Pesquisa indica 5 reações mais comuns de homens quando rejeitados na cama

Sexta, 15 de setembro de 2017

16:19 - Veja 'Top 10' dos pedidos feitos pelas mulheres no quarto, antes da transa

Quarta, 23 de agosto de 2017

16:30 - Psicólogas dão 9 dicas para que você turbine sua 'Inteligência Sexual'


// leia também

Terça, 16 de janeiro de 2018

11:37 - Me Chame Pelo Seu Nome é um filme sedutor sobre a sedução

Sábado, 13 de janeiro de 2018

15:19 - Projeto Zouk na Praça abre temporada 2018 para os amantes da dança de salão

11:20 - Gary Oldman dá vida ao exuberante Churchill

08:00 - Blocos de rua de Cuiabá lançam carnaval 2018 neste sábado

Quinta, 11 de janeiro de 2018

17:42 - Caminhão tomba e espalha cerveja no rio

10:40 - Festa dos 300 anos da comunidade prossegue com reza e levantamento do mastro

10:30 - O Touro Ferdinando

Terça, 09 de janeiro de 2018

16:26 - Motociclista tenta salvar moto em enxurrada

09:59 - Alguém teve a excelente ideia de colocar gatos em capas de discos famosos

Segunda, 08 de janeiro de 2018

16:50 - Ouvinte da Cultura FM viverá lua-de-mel a bordo do cruzeiro Soberano


 ver todas as notícias
Cuiabá, Sábado, 20/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 20/01/2018
8606faf6320fa3698f4313217276d306 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

A Prefeitura de Cuiabá voltará a aplicar multas por videomonitoramento. Qual é a sua opinião sobre isso?




Logo_classifacil









Loja Virtual