Descaso na Farmácia de Alto Custo deixa pacientes sem medicamentos | Gazeta Digital

Terça, 19 de setembro de 2017, 11h00

Descaso na Farmácia de Alto Custo deixa pacientes sem medicamentos

Karine Miranda, repórter do GD


Divulgação/Internauta

Pacientes que precisam recorrer à Farmácia de Alto Custo estão em desespero pelo que classificam como "descaso" da unidade que deveria fornecer medicamentos controlados custeados pelo Estado, porém, não tem feito "sob inúmeras desculpas".

De acordo com um paciente que preferiu não se identificar para "evitar possíveis represálias", o problema ocorre desde o dia 1º de setembro, quando precisou renovar a receita médica para conseguir pegar o medicamento Bosentana, indicado para o tratamento da hipertensão arterial pulmonar.

Otmar de Oliveira

Pacientes não conseguem remédios da Farmácia de Alto Custo 

Usuário do medicamento há mais de 2 anos, obtido através da Farmácia de Alto Custo, o paciente precisa renovar a receita a cada 3 meses, a fim de manter regular o fornecimento do remédio. No entanto, não tem recebido o atendimento na unidade.

Ele conta que já ouviu inúmeras desculpas em uma tentativa de justificar a não prestação do serviço, especialmente do setor de Cadastro e Renovação.

“Estou indo lá desde o dia 1º e não consigo atendimento. Dizem que trocou o sistema, aí outra vez trocou funcionários e várias vezes lá está fechado. É difícil. Isso quando não passamos mais de 4 horas na fila, para nada”, denuncia em tom de desabafo.

Ainda segundo o paciente, por conta da falta de prestação adequada do serviço, a unidade vive lotada e os pacientes esperam por várias horas e, muitas vezes, sem lugar para se acomodarem.

“Como ninguém consegue atendimento, vem todo mundo todos os dias. Aí é essa lotação. Não tem nem lugar para os idosos se sentarem e as senhas distribuídas não começam do zero. Então, você não consegue acompanhar quantas pessoas foram atendidas. Isso quando você está lá e eles simplesmente chegam dizendo que acabou o atendimento”, afirmou.

O paciente lembrou ainda que sem a renovação da receita não é possível mais obter o medicamento que tem 60 comprimidos, porém só dura até esta semana. O remédio custa em torno de R$ 2 mil.

Otmar de Oliveira

Paciente reclamam de falta de atendimento

"Tomo 2 comprimidos por dia e me organizei justamente com quase um mês de antecedência e venho todos os dias para nada. Teve uma vez só que consegui pegar a senha, mas não fui atendida”, lembrou.

Outro paciente reclamou que esteve na farmácia nesta segunda-feira (18) e que a unidade estava lotada, pois, na última semana, ninguém conseguiu obter o medicamento sob a alegação dos funcionários de que os cabos dos computadores estavam queimados.

“Muitos idosos tiveram que voltar para casa sem o remédio por preguiça de fazerem o registro manual de entrega do medicamento. Há relatos de pacientes que ficaram sem tomar seu remédio no final de semana. O pior foi saber que tinha o remédio, mas acharam mais cômodo mandar todos voltarem hoje”, relatou.

Outro lado – A Secretaria Estadual de Saúde informou, via assessoria de imprensa, que o  novo sistema está em  funcionamento desde o dia 4 de setembro e que não houve nenhuma intercorrência durante esta mudança. Ainda segundo a assessoria, a Secretaria de Saúde assumiu o controle dos serviços após a saída da empresa terceirizada RV Ímola com a "cobertura" de todos os atendimentos.

Veja a nota

"Conforme apurado, o novo sistema está funcionando desde o dia 04/09, após 10 dias de intervalo no cadastro de novos pacientes, para a migração do mesmo, sem nenhuma intercorrência. E mesmo com a saída da RV Ímola, no outro dia o atendimento seguiu normalmente, pois a SAF cobriu os atendimentos".

Esta matéria foi produzida através de uma sugestão enviada pelo WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Quinta, 05 de janeiro de 2017

11:25 - Sem salários, terceirizados deixam serviço

Quinta, 19 de setembro de 2013

09:55 - Justiça determina regularização dos estoques da farmácia

Terça, 02 de julho de 2013

18:43 - Farmácia reabre as portas e passa por auditoria; SES não comenta sobre pagamentos

10:20 - SES diz que atendimento em Farmácia de Alto Custo deve ser retomado

00:00 - Farmácia fechada em Cuiabá

Segunda, 01 de julho de 2013

14:12 - Farmácia de Alto Custo está fechada por falta de repasses


// leia também

Quinta, 28 de dezembro de 2017

14:30 - Barbeiro solidário corta cabelo e faz barba de mendigo - Veja antes e depois

Domingo, 17 de dezembro de 2017

08:12 - Terreno baldio é ocupado por entulhos e preocupa moradores

Quinta, 14 de dezembro de 2017

07:10 - Idosa pede ajuda para construir casa que está desmoronando

Segunda, 11 de dezembro de 2017

15:10 - Morador anda de canoa na rua onde mora para denunciar alagamento

Quinta, 07 de dezembro de 2017

13:50 - Princípio de incêndio em escola expõe 260 alunos a risco

Segunda, 27 de novembro de 2017

12:30 - Faxineira foge com 2 filhos só com roupa do corpo, após agressão do marido

Quinta, 23 de novembro de 2017

08:50 - Idoso procura irmã e diz sentir 50 anos de saudade

Quarta, 22 de novembro de 2017

12:10 - Vigilantes da Arena Pantanal estão há 4 meses sem salário

Terça, 21 de novembro de 2017

08:25 - Morador reclama que rua dele virou 'lagoa de lama'

Sexta, 10 de novembro de 2017

10:02 - Moradores estão sem água há 30 dias no Ouro Branco


 ver todas as notícias
Cuiabá, Segunda, 22/01/2018
 

Facebook Instagram


Fogo Cruzado
titulo_jornal Segunda, 22/01/2018
B4d605b0d0dc7c24992b546d8bbdc897 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Algum novato, de fora da política, pode surpreender nas eleições para presidente da República?




Logo_classifacil









Loja Virtual