Vigilantes da Arena Pantanal estão há 4 meses sem salário | Gazeta Digital

Quarta, 22 de novembro de 2017, 12h10

AMEAÇA DE GREVE

Vigilantes da Arena Pantanal estão há 4 meses sem salário

Keka Werneck, repórter do GD


Chico Ferreira

sss

Atualizada às 15h47 - Com atraso salarial de 4 meses, 21 vigilantes que trabalham na Arena Pantanal, em Cuiabá, denunciam a situação e ameaçam fazer greve.

Um deles, um homem de 24 anos, casado, pai de um filho de 2 anos e 4 meses, explica que a classe recebeu pela última vez mês passado porém salário referente a julho.

Os 21 vigilantes se dividem em grupos de 5 e, desarmados, fazem a vigilância da Arena. "A gente fica em dupla nas 2 guaritas e 1 fica rodando ao redor da Arena", explica.

Os plantões são das 7 às 19h e das 19h às 7h. A escala é de 12h trabalhadas por 36h de descanso.

No caso deste vigilante, como ele é arrimo de família, está sacrificando o horário de descanso, para fazer "bicos", para a família comer.

A vigilância na Arena tem algumas intenções. Acompanhar o entra-e-sai de funcionários durante o dia, eventos e esportes durante a noite e coibir vandalismos na madrugada, o que tem sido raro.

"Aqui é uma região perigosa, mas tem a presença da Polícia Civil, que intimida", ressalta, citando o Cisc do Verdão, ao lado do estádio. A Polícia Militar, segundo ele, também faz rondas.

A reclamação é mesmo com relação ao salário - de R$ 1.250 - que está atrasado. "A empresa concede uniforme, alimentação, vale transporte", pontua.

Aos funcionários, representantes da empresa Ecológica informam que está em recuperação judicial, ou seja, com problemas financeiros tentando evitar falência e não tem dinheiro para pagá-los.

"Falam que não tem dinheiro e o Estado também não faz nada e nós? Como nós ficamos" - questiona.

Na situação de acúmulo, "um salário só já não vai dar para nada. Queremos pelo menos 2 de imediato", reivindica.

A categoria alega que ainda não "cruzou os braços" por entender que é complicado deixar a Arena "sozinha". Mas está se sentindo enganada.

Outro lado

O Gazeta Digital tentou falar com a Ecológica, mas não conseguiu fazer contato.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) foi questionada sobre o problema e confirmou que o contrato é da pasta. No perído da tarde desta quarta-feira (22), emitiu nota de esclarecimento.

Confira a íntegra da nota.

"Sobre o pagamento dos vigilantes que trabalham na Arena Pantanal, a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc) esclarece que:

1 – Desde o início do contrato, a pasta já realizou o pagamento de R$ 255.662,44, referentes aos meses de março, abril, maio e junho;

2 – Ressalta-se que a empresa prestadora dos serviços emitiu e protocolou, junto à Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer, as notas fiscais referentes aos meses de agosto e setembro somente no dia 01/11;

3 – As referidas notas estão em análise documental na Seduc, para posterior pagamento. Não sendo a Seduc notificada de atraso, o que a coloca tecnicamente em dia;

4 – Destaca-se ainda que a Secretaria não registrou até o momento o recebimento das notas fiscais referentes aos meses de outubro e novembro;

5 – A Secretaria ressalta que a responsabilidade do pagamento dos funcionários é da empresa e que não mantém contratos diretos com os vigilantes."

Esta matéria foi produzida através de sugestão de um internauta. Você também pode participar, enviando o pedido ao WhatsApp do Gazeta Digital. Para enviar sugestões, fotos e vídeos o número é (65) 9 9987-2065.

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// matérias relacionadas

Terça, 07 de agosto de 2018

14:09 - TST propõe reajuste de 100% da inflação para carteiros para evitar greve

Quarta, 04 de julho de 2018

09:39 - Greve dos caminhoneiros fez indústria recuar 10,9% de abril para maio

08:47 - MP que fixa valores mínimos para frete de cargas deve ser votada nesta quarta

Quarta, 30 de maio de 2018

17:00 - 25 plataformas aderiram à greve dos petroleiros, diz Sindipetro-NF

Sábado, 05 de maio de 2018

11:05 - Juiz determina reintegração de posse da UFMT

Sexta, 16 de março de 2018

11:28 - Papiloscopistas param dia 26 e ameaçam por aumento do efetivo

Segunda, 12 de março de 2018

09:20 - Setor operacional dos Correios entra em greve nesta 2ª

Terça, 14 de novembro de 2017

10:32 - Professores da Unemat entram em greve em 14 cidades

Quarta, 25 de outubro de 2017

12:55 - Após reunião com governo, agentes penitenciários suspendem greve

Segunda, 23 de outubro de 2017

08:17 - Sem visita e escolta, mulheres de presos protestam e agentes mantêm 'greve'


// leia também

Domingo, 19 de agosto de 2018

08:20 - Moradores reclamam de ruas sem asfalto, buracos e esgoto a céu aberto - veja vídeos

Terça, 17 de julho de 2018

07:20 - Queimada toma conta de mata nativa ao lado de condomínio de luxo

Domingo, 24 de junho de 2018

10:30 - Morador filma escolas abandonadas em VG e cobra providências - veja vídeo

Quinta, 14 de junho de 2018

17:20 - Mulher aguarda 13h para ser atendida na UPA e marido se revolta

Domingo, 15 de abril de 2018

10:00 - Alunos denunciam alagamento e matagal em escola com riscos de contrair doenças

Domingo, 25 de março de 2018

08:00 - Cozinheira lamenta derrubada de árvores frutíferas e faz apelo - veja vídeo

Segunda, 19 de março de 2018

07:00 - Alunos passam calor com ar condicionado e ventiladores estragados - veja vídeo

Sexta, 09 de março de 2018

08:40 - Casal desempregado e com 5 filhos pede ajuda para acompanhar cirurgia de bebê

Segunda, 05 de março de 2018

09:30 - Idosa de Goiás que mora em MT procura 2 irmãos

Sexta, 02 de março de 2018

10:45 - Rapaz sequestrado em Nova Mutum seria mais um alvo da facção CV


 ver todas as notícias
GDEnem

Cuiabá, Domingo, 19/08/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Domingo, 19/08/2018
25d67a3471f973867cac614dc6803312 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Qual sua opinião sobre a troca de acusações entre os candidatos?




Logo_classifacil









Loja Virtual