Banco é acionado na Justiça | Gazeta Digital

Quinta, 09 de junho de 2011, 03h00

INDENIZAÇÃO

Banco é acionado na Justiça

Da Redação do GD


Funcionários de agências do Bradesco em Mato Grosso têm cerca de R$ 300 mil para receber decorrentes de ações trabalhistas. Levantamento do Sindicato dos Bancários do Estado (Seeb/MT) aponta que um grupo de trabalhadores entrou na Justiça contra a instituição financeira cobrando danos morais por algumas ações que tiveram de realizar. Um bancário de Juína, por exemplo, tem cerca de R$ 150 mil a receber. Outra funcionária de Paranatinga está à espera da indenização no valor de R$ 100 mil.

Segundo o presidente da entidade, Arilson da Silva, os processos já teriam decisão favorável por parte da Justiça do Trabalho em Mato Grosso e que pelo menos estes 2 casos estariam relacionados ao transporte irregular de valores por parte dos funcionários. Outros R$ 50 mil estariam relacionados a processos que questionam realização de horas extras que não teriam sido pagas além de cursos e treinamentos fora do expediente, e que agora os trabalhadores querem ser indenizados,. "Foram momentos que os funcionários tiveram que se afastar dos familiares e não receberam nada por isso", argumenta o presidente ao acrescentar que este motivo será argumento das reivindicações da campanha de valorização do trabalhador que começará nos próximos dias.

Silva afirma ainda que o transporte de valores por parte de funcionários é irregular. Explica que os bancários transportavam dinheiro do banco sem segurança, oferecendo risco à própria vida. No que se refere à hora extra, o presidente do Seeb afirma que não só o Bradesco mas também outros bancos fazem os funcionários cumprirem excesso na jornada mas não pagam. Procurado pela reportagem, o Bradesco afirmou apenas que "o assunto está sub judice e o banco não comenta".

Campanha - Como forma de mobilizar os bancários e pressionar o Bradesco a melhorar as condições de trabalho e a valorização dos funcionários que a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramos Financeiro relançou a Campanha Nacional de Valorização. Entre as principais reivindicações estão a criação de um Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) justo e transparente, um programa de auxílio-educação que valorize a todos e melhorias no Bradesco Saúde, entre outros.

O sindicato concede orientações jurídicas para os funcionários que têm alguma dúvida e que possam estar passando por algum problema semelhante (FR, Com Assessoria)

Gazeta Digital também está no Facebook, YouTube e Instagram   



Aguarde! Carregando comentários ...


// leia também

Sábado, 17 de fevereiro de 2018

08:52 - Privatização da Eletrobras pode atrasar

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

20:27 - Mesmo com reforma fora da pauta, metalúrgicos do ABC mantêm greve na segunda

15:27 - Fazenda fecha o cerco para combater sonegação de impostos em VG

11:50 - Petrobras anuncia alta de 1,50% no preço da gasolina e queda de 0,80% no diesel

09:00 - Gás de cozinha chega a R$ 120 em MT e assusta

08:59 - Volume de serviços registra queda de 2,8% em 2017, diz IBGE

08:34 - Aluguel residencial tem maior alta desde fevereiro de 2015, diz Fipezap

Quinta, 15 de fevereiro de 2018

17:30 - União pagou em janeiro R$ 118,95 mi de dívidas em atraso do RJ, diz Tesouro

15:36 - Supremo homologa última ação sobre acordo entre bancos e poupadores

15:29 - Cresce 4% expectativa do brasileiro na recuperação da economia


 veja mais
Cuiabá, Sábado, 17/02/2018
 

Facebook Instagram

Fogo Cruzado
titulo_jornal Sábado, 17/02/2018
F51b4c0e6fa3e96660fec8d8ce079937 anteriores



Indicadores Econômicos

Mais Lidas Enquete

Mais da metade dos eleitores ainda não fez a biometria




Logo_classifacil









Loja Virtual